Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 30 de julho de 2012

O VIOLINO


Só nas noites, em que a lua brilhante, se derrama,
Ouve-se os acordes tristes, do violino que chama,
Pois a musa, para quem compôs a serenata,
Não abre mais a janela, permanece  cerrada...

Enquanto toca, a saudade o consome,
Cada corda vibra, chamando por seu nome,
Dando vazão, à tristeza de seu coração,
Que por ela espera, sabendo, ser em vão...

Quando jovem, tocava, sob esta mesma sacada,
Ela linda aparecia, pelo luar banhada,
Beijava uma flor, sorria e lhe jogava,
E ele com amor, a todas guardava...

Ainda as conserva, secas, amareladas,
Aperta uma na mão, a beija, banhado em lágrimas,
O violino, também chora, nesta noite enluarada,
Entoando a sonata... Da “janela fechada”...



  Lani (Zilani Celia)

99 comentários:

  1. Um linda poesia em que a emoção e a saudade estão plenamente presentes.
    Beijos.
    Élys.

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais, querida Lani!
    Daquelas poesias feitas para ler e se emocionar, e então ficar sem palavras para comentar ;)
    E, aproveitando a oportunidade, preciso te contar que a música que você escolheu para acompanhar nossa leitura é a mais linda deste mundo e fonte de inspiração para minha vida: Somewhere Over the Rainbow e What a Wonderful World. Letras preciosíssimas!!!

    Beijo grande pra você e o desejo de uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  3. Muito bem, Poetisa! Em quadras você fez uma poesia cheia de encantos, embora triste, muito bem construída, coesão, conteúdo, tudo muito bom. Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida Zilani
    Chorar faz bem à alma e o que nos é caro chora conosco...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  5. Um poema lindo, repleto de lirismo.Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo e tocante poema.

    Saudades de um amor não esquecido!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Muito lindas as duas últimas estrofes especialmente!

    Obrigada pela visita. Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Olá Zilani!
    Que poema emocionante!
    "O violino, também chora, nesta noite enluarada", bela metáfora.
    Eu gostaria que os humanos se comunicassem usando só metáforas envolventes.
    Lindo!Lindo!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. Um nó na garganta; uma ausência que é para sempre, que não tem volta. Como isso dói! E nunca passa...

    ResponderExcluir
  10. Zilane
    Eu adoro violino, fico emocionada só de pensar em musicas tocadas com o som do violino.
    comc carinho Monica

    ResponderExcluir
  11. Olá Zilane!
    Um poema tão belo denota muita sensibilidade, reforçada pela escolha de um violino como seu mensageiro.
    Abraço amigo,
    J

    ResponderExcluir
  12. Difícil é cerrar a janela da alma... Romântico poema! Lindo!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  13. Quanta emoção que poesia linda!
    Quanto amor, lindo demais...beijinhos Zilane.

    ResponderExcluir
  14. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Por mucho que llore la melodía de un violín... jamás podrá superar las lágrimas de amor, dejemos que la ventana abierta de plenitud a la Luna curiosa y consuele esa perdida...
    ¡¡PRECIOSO AMIGA...LINDO DESDE EL PRINCIPIO AL FIN!!
    Un beso muy grande querida amiga, de la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  15. Lindo...
    Valeu a pena vir aqui, ouvir a serenata. Porque acima de tudo gosto do som dolente do violino e de boa poesia.
    Obrigado Lani por este momento lindo.

    um abraço

    joão

    ResponderExcluir
  16. Uma lindíssima poesia, que toca fundo nos corações!
    Um beijo Lani e uma ótima semana1
    Mariangela

    ResponderExcluir
  17. Lirismo puro em clima nostálgico, muito belo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  18. Oi amiga Zilane.
    Um lirismo poético emocionante. Lindas metáforas usaste na composição dos versos. Romântico e nostálgico. Parabéns!
    Querida hoje estou comemorando e ficarei honrada se aceitar o selinho. É só clicar nele com o botão direito. Salvar a imagem em seu pc e trazer pra cá. Se ainda não buscou aquele rsrsr é só fazer a mesma coisa. Vou deixar aqui o os links dos dois. http://gracitamensagens.blogspot.com.br/2012/07/comemoracao.html
    http://gracitaselinhos.blogspot.com.br/2012/07/selinho-de-parabens.html
    U
    Beijinhos perfumados
    Gracita

    ResponderExcluir
  19. Bravoooo... florzinha, que delicia de poesia, ameiii simplismente.
    bjks e otima semana Zilani querida.

    ResponderExcluir
  20. Amiguinha Candy e mamãe Zilani
    Adoramos a sua gentil visitinha, viu?
    Tenham uma iluminada semana e tudo de melhor
    Com todo carinho dos amiguinhos
    Pepi, Xixo, Juja e Jujuba

    ResponderExcluir
  21. Lindo demais!

    Vale um abraço...


    Linda Simões

    ResponderExcluir
  22. Zilani, querida!

    Menina... estou agora de madrugada, lendo teu poema com toda calma e silêncio do mundo, e posso te dizer: que belo poema!
    Fiquei pensando no som do violino, e como é triste e profundo. E no poema,a imagem da 'janela fechada' é de uma melancolia que nos abraça nas letras.
    Parabéns!

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  23. Zilani

    Em si lindo o poema! as cordas do tangem sem cansar, o executaente não tira os olhos da janela, mas o amor prefere, fechar-se a escutar e meditar, recordando.
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Melancólica e linda poesia,Zilani!! De volta, tentando me achar por aqui,rs beijos,chica

    ResponderExcluir
  25. Momentos romanticos ao som do violino e o luar,,,sempre haverá um cenário perfeito do desejo de amar....beijos de bom dia pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  26. Zilani, que prazer sua visita e aqui estou ouvindo essa eterna melodia maravilhosa, enchendo minha alma de alegria, aliada a essa poesia linda! Parabéns, minha linda! tudo de bom! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  27. Zilani,um violino muito especial nessa poesia!Obrigada pelo seu gentil comentario em meu blog tb!bjs,

    ResponderExcluir
  28. Oi Lani,

    Tocante a poesia. Dá para sentir o desalento do violinista.
    Nostálgica, mas muito linda.

    Ótimo dia.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  29. Linda poesia! nossa muito intenso! e tocante...

    BJOS E PARABÉNS

    ResponderExcluir
  30. Que bem me soube esta leitura...
    Fiquei preso ao violino...
    Beijo

    ResponderExcluir
  31. Zilani querida...
    Minhas reverências para tão linda poesia...aliás,adoro teu jeito de poetar,me abraça o coração e suaviza minha vida...é muito,muito gostoso te ler!

    ResponderExcluir
  32. Zilani Menina.... que lindo teu poema! me tocou..
    a musica que ouço perfeita!!

    bjinhos..

    ResponderExcluir
  33. Querida, nada mais belo do que o som de violino numa noite enluarada em uma serenata de amor.
    Meu coração visualizou o encanto do momento e se emocionou.Amei teu post.
    Felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  34. Que delicadeza de poema, Zilani...
    De uma leveza sem fim, querida.

    Um beijo com carinho!

    ResponderExcluir
  35. Los acordes del violín y el latir de un corazón son la alianza perfecta para abrir esa ventana ganando la batalla.
    Grandes versos Célia.
    Un beso

    ResponderExcluir
  36. "Só pra dizer"... que eu AMEI! Como sempre!

    Beijos

    Sarah

    ResponderExcluir
  37. Quando bate a saudade sempre dou meu gentinho
    de fazer minha visita .
    Mesmo sendo uma colinha é o único geito
    de me sentir pertinho de você.
    Quero que saiba que sempre vou amar cada um de vocês
    embora minha tristeza é grande em não poder comentar .
    Creia leio todas as postagens e guardo no meu coração.
    Quem sabe depois da cirurgia alguma coisa melhore ,
    mais isso já é com Deus fé eu tenho e muita.
    Um beijo no coração,Evanir..

    ResponderExcluir
  38. Oi...para tu!!!!
    Vim aqui, só pra te dizer que estou te deixando um beijo neste último dia de julho!!!!
    Não é emocionante saber que nunca mais teremos o dia 31 de julho de 2012????????
    Até me dá uma coisa em meu coração...
    Mas o importante é que vivi momentos lindos contigo,teu blog e tuas postagens!
    Já imaginou que porcaria seria minha vidinha sem tu????
    Amanhã será um novo dia...
    Para,né???
    Eu sei que todo dia é um novo dia...só que não seria, se tu não tivesses eu...ksksksksksks...
    Ai,como eu te gosto!!!!! \o/

    ResponderExcluir
  39. Oi Zilane,

    que outras janelas se abram para ele...

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  40. Violino é perfeito,
    em seus versos é encanto.

    Lindo dia e belo mes pra nós!
    Bjins

    ResponderExcluir
  41. Bom dia amiga Zilane, boa quarta-feira. O violino em seu poema, lágrimas. Beijava uma flor, sorria e lhe jogava.

    Adorei.

    Continuação de boa semana,
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  42. Bom dia Zilani lindo um grande abraço carinhoso
    Claudio Schmitt

    ResponderExcluir
  43. Uma lindíssima serenata na voz quente do violino em noite de luar.
    Quem resiste a tal poética?
    Amei Lani
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  44. UNA TONADA NOSTÁLGICA, PERO BELLA UN PLACER VISITAR SU ESPACIO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  45. Parabéns, linda poesia que fiquei aqui toda emocionada até me fugiram as letrinhas rsrs...
    Passando para conhecer seu blog e voltarei mais vzs se me permitir é claro...
    Uma linda tarde...
    beijos

    ResponderExcluir
  46. Olá, amiga Zilani!
    Que essa música seja como a originada da lira de Orfeu ou Anfíon, em que conquistava todos que a ouviam. A melodia, mesmo em palavras, tem o dom de emocionar e comover os ouvintes.
    Seu poema é uma bela metalinguagem com valor poético singular.

    Parabéns pela verve!

    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
  47. Oi, Sua poesia é linda, de fazer sonhar com dias felizes e pq não, dos dias de lágrimas?

    ResponderExcluir
  48. Que lindooooooooooo, nossa estou até agora visualizando suas palavras, ameiiiiiiiiiiiiii...xeros de alegria pra ti

    ResponderExcluir
  49. O violino, por si só, já basta! Quando soa ao luar,a
    em meio a uma serenata fica mais encantadora a romântica a cena. Que se abram, as janelas! Que retornem as serenatas,
    ao som de violinos, nas noites enluaradas...

    Linda, a sua poesia, Lani
    Beijos,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  50. Simplesmente lindaaa!!
    Beijos e uma quinta perfeita.

    ResponderExcluir
  51. Zilani especialmente linda e triste, toca-nos o coração, fico sem palavras para exprimir o sentimento que ela nos inspira, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  52. Olá!Bom dia!
    Tudo bem, Zilani?
    ... é a arte dos sons. O vento que assobia,
    o som de gotas de chuva caindo sobre um telhado de zinco,
    o trovão que amedronta...o som do violino.Oh! Som melancólico....
    Que a todas as noites me assombra....
    Com o soar de um violino...
    Que aos poucos me amedronta..."
    Obrigado pelo carinho das palavras! Muito feliz de coração!
    Amizade compartilhada!
    ah..sim...se não me engano o seu número é 37 ( só fecho á hoje)
    Boa quinta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
  53. Zilani,

    Vim apenas agradecer sua amável visita, e encontro um lindo verso em violinos.
    Muito lindo, dá vontade de ficar horas por aqui.

    Um lindo dia. Beijos

    ResponderExcluir
  54. Ah, demoro, mas sempre apareço, gosto de tratar bem meus amigos. Lindo, lindo seu soneto. E as lágrimas...Bem, as lágrimas são inevitáveis às vezes.
    Um abraço cheio de carinho e luz pra ti minha querida.

    ResponderExcluir
  55. Zilani, obrigado pelo comentário poetiza. É bom ter suas opiniões lá nos meus escritos.

    Bj

    ResponderExcluir
  56. Zi, eu gosto tanto do som de um violino. É pura melodia fina! A filhinha de uma amiga começou cedo, com 6 anos. Uma vez ouviu e se apaixonou! O primeiro era pequenininho... que fofura!

    Beijos

    ResponderExcluir
  57. Buenas tardes Zilani, muy agradecida por su comentario a mi colaboradora en mis vídeos. Ella me aprecia mucho y lo hace con amor para todos ustedes.
    En sus bellos versos se entreteje una cierta melancolía de la juventud, pero los violines siguen vibrando canciones suaves de amor.
    Con ternura de dejo un beso
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  58. Minha querida

    Que dizer perante a magnitude deste poema...não me perguntes porquê, mas neste momento atacou-me a nostalgia e chove-me no rosto, por isso apenas sinto este violino a fazer-me companhia.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  59. Lembranças doídas que os acordes do violino acendem,nas mãos as flores secas, nos olhos os sentimentos úmidos.
    Versos derramados em amor vivido.
    Lindos, Zilani

    ResponderExcluir
  60. Zilane
    Vim te desejar boa noite!
    com amizade Monica

    ResponderExcluir
  61. Então Zilane, cá estou eu pra agradecer o comentário carinhoso de sempre. Obrigada pela visita e por ler, minha querida. Beijinho no coração.

    ResponderExcluir
  62. adorei

    Aguardo a sua visita, e clique em sorteios, participe ( pulseira corujinha, esmalte, e uma presilha, veja mais no blog!!

    http://larissacanziani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  63. Olá Zilani, e que tudo esteja bem contigo!

    Penso que por vezes a lembrança também pode amenizar a dor de uma saudade, ainda que faça lágrimas verterem, não é sempre, vez ou outra, não lembrar eu creio que seja mais danoso.

    Mas por cá, ler estas lembranças não causa qualquer estrago, somente encanta, tal é a beleza deste escrito, tal é a sensibilidade com que expressa os sentimentos, parabéns

    E grato por tua amizade e compartilhamento de tão belo escrito, eu desejo a você um viver de intensa felicidade, abraços e até mais!

    ResponderExcluir
  64. Lindo mesmo! Quando eu era criança, meu avô possuia e tocava violino! Dia 07 de agosto é aniversário de um (01)ano do Blog! Espero você! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  65. Sempre que imagino minha vida com musica penso em violinos tocando adorei o poema.

    ResponderExcluir
  66. Maravilhoso Zilani.
    Dizem que os sons reproduzidos nas três oitavas do violino são os mais adequados à expressão dos sentimentos humanos.
    Mexem com nossa vibração interior.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  67. Lindo Zilani.
    Essa interpretação musical entra no interior.
    Bom final de semana de muita paz e luz.
    Xeros

    ResponderExcluir
  68. Hoje com o coração muito apertado
    com a alma triste pelo afastamento
    do menino poeta enamorado da (LUA)
    Um poeta que conta as estrelas
    da sua janela .
    Vai deixar uma grande lacuna não só
    no meu coração.
    Mais a todos que ama seus poemas
    e o carisma que trata todos nos.
    Minha homenagem ao meu maior idole
    esta na postagem.
    Vai se afastar sim:deixando seu livro
    um grande legado para quem conseguiu um exemplar.
    E seu exemplo que jamais vou esquecer
    Como esquecer de quem tanto me apoia
    de quem eu tanto amo.
    Virei poeta para homenagea-lo .
    Um abençoado final de semana beijos paz e luz.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  69. Oi Célia,
    Vim SÓ PRA DIZER: que tu és soberba! Escreves com propriedade singular.
    Um beijo e até mais!

    ResponderExcluir
  70. Boa tarde Zilani!
    Linda poesia! Ameiiiii
    Quando os acorde do violino, chama-se o amor que permanece estático ou cerrados...Depois ele se transforma dando vida ao que já foi-se. Belo!!
    Um feliz final de semana.Nati

    ResponderExcluir
  71. Chegamos a ouvir as notas,das cordas através,desse violino!
    Bemvinda a Campos nossos de Girassóis!
    Viver é Pura Magia

    Bzus nuestros em coração fraterno tuo!
    Regina e Ricardo

    ResponderExcluir
  72. Perante um poema destes, mais nada há a dizer:)!
    Apenas apreciar!
    Bjo

    ResponderExcluir
  73. Amiga, quanta inspiração! que poesia linda, lírica, emocionante...
    Bjs

    ResponderExcluir
  74. Querida amiga

    Penso que viver
    é semear com palavras,
    imagens e sonhos
    palavras que acordem
    o belo,
    o justo
    e o melhor do mundo
    em outras vidas.

    Que este seja o nosso
    compromisso com a vida

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  75. Per me iniziano le vacanze!! felici vacanze a te...ciao

    ResponderExcluir
  76. ミ◕‿◕ミ.:。♡_♡.:。 ★♡‿♡★ ミ◕‿◕ ミ(✿‿✿) ミ
    Olá boa tarde !
    Que seu final de semana seja maravilhoso
    com o som desse belo violino
    Um abraço bem carinhoso
    Bjuss
    Rita
    ミ◕‿◕ミ.:。♡_♡.:。 ★♡‿♡★ ミ◕‿◕ ミ(✿‿✿) ミ

    ResponderExcluir
  77. Zilani, simplesmente maravilhoso.
    Bom fim de semana
    beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  78. Olá Lani,

    Poema cheio de musicalidade e sensibilidade.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  79. Amiga,
    Um poema lindo, pleno de musicalidade nas recordações que ficaram gravadas na alma.
    Grata pela sua visita.
    Sempre que puder virei visitá-la.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  80. Oi lani, que poema mais lindo!!!
    Tenha um ótimo começo de semana!
    Com carinho,
    Arione

    ResponderExcluir
  81. Olá querida Zilani,obrigada pelo seu comentário e por me seguir!Entre o dedilhar de um Violino e o toque suave de um Piano existem segredos que "Só para dizer"...é preciso ouví-los e deixá-los escritos através de um poema maravilhoso como o seu!
    Um grande abraço.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  82. Minha querida Lani,

    Romântico poema trazendo os acordes de um violino e um amor sem esperanças...feito apenas de lembranças.Muito terno e muito doce,apesar de nostálgico.Mas tudo por amor vale a pena,até uma seresta para uma porta fechada.

    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  83. Olá , seu blog é muito bom, e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é: António Batalha, e quero deixar-lhe um convite, se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante. Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que Seja feliz você e sua casa.

    ResponderExcluir
  84. que lindo Zilani...amei !!!tão sensível...vi a cena como a um filme.Que mágica , as palavras , não é ?
    Beijão amiga !!
    parabéns mais uma vez
    nina

    ResponderExcluir
  85. Agradecida por su bello comentario, Dios nunca duerme, con los ojos cerrados nos sueña tal como Él quiere vernos:FELICES.
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  86. Oi Lani,

    "Só pra dizer" e sobretudo agradecer seu inteligente e terno comentário.
    No meu outro blog, já está postada a 2ª parte, e última, de "Ela vista por ele".
    Quando puder, passe por lá. Obrigada.

    Beijinhos da Luz.

    ResponderExcluir
  87. Olá, parabéns pelo seu blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  88. Boa Tarde Amiga Querida.
    Um espetáculo de poema além da beleza do poema os acordes
    de um violino um instrumento que adoro.
    Linda semana pra ti amiga beijos,Evanir.

    ResponderExcluir
  89. Deliciosamente romântico, lindo, como a brisa suave da tarde.
    Mil beijos
    Graça

    ResponderExcluir
  90. Um poema com muita sensibilidade, tocou forte...maravilhoso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  91. Oi Zilani!Nossa,poema muito romântico e versos cheios de sensibilidade!O violino é perfeito!Um beijo e boa semana!

    ResponderExcluir
  92. Querida Zilani

    Fiquei muda ao ler tão lindo poema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  93. O som do violino cria esta emoção.É lindo de se ouvir,como ler esta bela inspiração.
    Muito bom Zilani,aplausos.
    Carinhoso abraço.
    Um belo fim de semana com poesia amiga.
    Bjo.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.