Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 16 de julho de 2012

ATO DE AMOR

      Sei que queres partir...
      Vá amor, mas vá sem despedida,
      Minha tristeza será desmedida,
      Mas, juro, vou me reconstruir...

     Se meu pranto me castiga,
     Te digo do vazio, que será  minha vida,
     Mas, dizes ser esta, a hora, decisiva,
     Que, já muito, retardaste tua ida...

     Se, mais que a mim mesma te amo,
     Como viver sem tua presença,
     Esperar para ver-te de novo, sem saber quando,
     Sei que, vou chorar muito, em tua ausência...

     Mas, quando quiseres, aqui, podes voltar,
     Estarei sempre, neste mesmo lugar,
     Abraçar-te de novo, esperando,
     Sempre te amando...  Te abençoando...

     Amor... Com minha bênção, vá com Deus,
     Não posso desviar-te, o caminho é só teu,
     Te trouxe ao mundo, mas não és meu... 
     A vida é tua... Filho... Vá... Adeus...  

         Lani  

     
      Escrevi este texto a 3 anos atrás, para o” Tiago” meu filho mais novo, quando de sua saída de casa, para ir morar só.
       Hoje, eu o coloco aqui, para comemorar seu aniversário no dia 20 de julho, como minha homenagem a ele por esta data.
        Quem tem filhos, sabe que este momento é bastante complicado, mas pelos quais temos que passar e dar-lhes nosso apoio para que sigam com coragem e sucesso.
        “Parabéns filho,  que Deus te dê tudo de melhor que esta vida tiver a oferecer “. Bjs

92 comentários:

  1. Parabéns Lani
    Filho a gente carrega eternamente no coração, é um amor incondicional, mas muitos deles só vão conhecer esse amor quando tiverem seus filhos.
    Bela homenagem!
    Fiquem com Deus
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Oi Lani minha querida.
    Filhos são a projeção do nosso amor. Linda homenagem. Parabéns a você pelo lindíssimo poema e ao seu maravilhoso pelo niver. Deus abençoe vocês.
    Beijinhos com afeto
    Gracita

    ResponderExcluir
  3. Pois é!
    O caminho é deles, mas a gente fica com o coração em pedaços...
    O meu pequeno está longe por outro motivo e sofro demais!
    Não diz "adeus e sim até logo, eu penso que *mães são um "sofrer no paraíso, não é?
    Tua poesia me tocou profundamente, me vi no teu lugar, acredita.
    Que ele tenha um aniversário de paz e amor**e que Deus o abençoe*
    Boa semana" pra ti, mesmo saudosa.
    Abraços/ Mery*

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Lani, pela beleza das palavras e pela força e confiança que demonstra ter.
    Abraço.
    Gilson.

    ResponderExcluir
  5. Parabens, Zilani, pelo poema lindo e sentido!
    Os filhos são um presente que a vida nos dá. Temos que saber amá-los, e deixá-los ir na hora certa, faz parte desse amor.
    http://miminhosdaidalia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá adorei lindo o poema!Parabéns beijos.

    ResponderExcluir
  7. Ao filho amado, Tiago, meus parabéns, pelo aniversário!
    À mãe do Tiago, minha admiração, pela bela construção de um poema que, toda mãe, nas mesmas circunstâncias, gostaria de criar...Estou, entre essas mães.
    Parabéns, Lani!
    Um beijo,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  8. Querida amiga, li seu poema com um grande arrepio, também eu tenho o meu Tiago quase de partida, talvez para muito longe...
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Isso só prova que tu és realmente MÃE!!!
    Só quem sabe da educação,do carinho e do amor que sente pelo seu filho...entende e apoia a hora em que ele quer testar o seu aprendizado!
    Parabéns...és fabulosa!!!

    ResponderExcluir
  10. Poxa mama, fiquei muito feliz pelo que escreveu, e mais ainda de ver a admiração das pessoas e a tua facilidade de expressar este sentimento, pois tenho certeza que todas as mamães sentem o mesmo amor e afeto pelos seus filhos mas poucas conseguem traduzi-los em poucas palavras tão profundas e puras, e muitoooo obrigado pelo sentimento, sei que ando muito sumido, mas sabes que estou num momento de extrema concentração, mas logo logo tenho muita fé de que tudo se reestruturá e poderei ser mais presente....bjs, te amo....Tiago...

    ResponderExcluir
  11. ... é Célia... geramos no útero e para sempre os carregamos no coração e na alma! Eles vão... e nossas mãos se postam em bênçãos e orações! Parabéns você por libertá-lo! E, a ele imensas felicidades na construção de sua vida.
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  12. Achei teu post tão lindo e sincero.... Me vieram lágrimas aos olhos.... Filhos, cria-se e educa-se, não para a gente, para o mundo.... Somos seres individuais, partilhando a mesma jornada de conhecimento e aprendizado...Muito obrigada pelo voto, de todo coração! Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Uma abençoada semana, repleta de muita paz e alegria! Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Nuestros hijos son el tesoro mayor que Dios nos regala en la vida. Pero como son palomas... con el tiempo vuelan a otro palomar es ley de vida. Por tanto a las madres solo nos queda su recuerdo y llevarles siempre en el corazón, ayudándoles en cualquier momento que lo necesiten. ¡¡Precioso poema amiga y muy tierno!! No podía ser menos viniendo de una madre... que ama a sus hijos.
    Un beso grande amiga, de la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  14. Que lindo, Zilani!! Parabéns ao filho!! Meus dois filhos também saíram de casa bem jovens, e sei bem como é. O importante é eles saberem que podem sempre contar conosco!!

    Beijos!♥

    ResponderExcluir
  15. Lindas palavras amiga.
    Parabéns ao seu filho, felicidades mil a todos vocês.
    Beijinhos de estrelas.
    Lua.

    ResponderExcluir
  16. Olá Zilani, tens razão, filhos tem esse desejo de voar e não podemos cortar as asas. Filho é um pedaço de nós.

    Adorei o poema!
    Lindíssimo!
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  17. Ficou lindíssimo o poema! Estas são despedidas necessárias mas também tenho muito medo delas, custa muito libertarmos os nossos passarinhos do ninho! Bjs

    ResponderExcluir
  18. é muito difícil, os filhos que partem para o mundo e a gente sempre esquece que eles não são nossos! grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Hum que lindo Lani... tenho 3 filhos e um deles tb Thiago... e realmente duro quando os filhos crescem, e se vão...
    Linda a mensagem que deixou, parabéns para o Tiago... Me emocionei ao ler o comentario de seu filho, isso prova que ele te ama muito e isso que é importante.. Esse amor puro entre mãe e filho...
    Tenha uma linda semana, e mais uma vez Parabéns.
    Beijinhos carinhosos.

    ResponderExcluir
  20. bellisima entrada, llena de ternura, besos

    ResponderExcluir
  21. Los hijos no son nuestros Célia, son hijos de la vida que en algún momento los arranca de nuestro lado.
    Entrañable entrada.
    Te dejo un beso

    ResponderExcluir
  22. Olá amiga,
    Cá estou eu " So pra te dizer"... que meus lamentos quanto aos filhos não são menores.
    Esquecemos que da maneira que lhes damos a vida, ela no-los arranca para ela. Rogamos a Deus para que sua jornada seja uma continuação de nosso lar, com o carinho e o calor que sempre lhes foi doado, e que se tal não lhes for concedido,nossos braços os acolherão com o amor que jamais deixamos de lhes dedicar.
    Bom chima com os gostosos bolinhos de chuva... rsrsrs
    Bjs.

    ResponderExcluir
  23. Oi Lani, que lindo poema para o seu filho!
    É realmente um momento triste, porém não os criamos para nós.
    Seguirão com a bagagem que demos a eles, uma hora farão uso, e essa bagagem jamais será esquecida em algum canto qualquer.
    São laços que permanecem, mesmo longe estaremos por perto.
    As benção são eternas!
    Um grande beijo!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  24. Oi Zilani,
    Tenho certeza que você fez bem a sua parte de mãe. Filhos precisam voar em busca de seu território. O importante é que levarão valores, educação e conduta de vida, que receberam de seus pais.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. O poema é lindo e retrata o síndrome do ninho vazio que dói que se farta!
    Beijo

    ResponderExcluir
  26. Minha querida

    Quem é mãe sabe perfeitamente do que falas neste poema maravilhoso.
    Quando os filhos ganham asas e temos que os deixar voar, fica dentro de nós um vazio imenso.
    Parabéns ao filho e que a vida seja suave para ele.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  27. Oi Lani :)
    Um poema encantador e que marca um momento especial.
    Um verdadeiro 'Ato de Amor'.
    'Sempre te amando... Te abençoando...' que lindo!
    Adorei!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  28. Zilani que lindo!
    Parabéns pelas palavras, são lindas lindas lindas!
    E teu amor de mãe é gigaaaaaaaaaaaaaante, tens um coração enorme e cheio de coisas boas, quem te conhece sabe, está traduzido perfeitamente nesta homenagem!

    Beijo enorme, até sábado!

    Sarah

    ResponderExcluir
  29. Boa noite!Adorei o seu poema ATO DE AMOR lindíssimo.
    Parabéns.Obrigada pela visita e seu lindo comentário,em meu blog beijos.

    ResponderExcluir
  30. Me emocionei...Quanto carinho. Só quem é mãe sabe como essas horas são difíceis. Também tenho um de dezenove que foi estudar em Curitiba, mas sempre vem nas férias.
    Felicidades a vocês, que Deus derrame bênçãos sem fim sobre a vida de vocês!
    Tenhas uma linda noite querida!

    ResponderExcluir
  31. olá amiga querida, que linda homenagem a seu filho, a minha filha fez dia 14 de julho,hoje ela esta casada, mas não esqueço quando ela foi morar sozinha, nossa chorei por dias e entendo perfeitamente o que sentimos quando eles saem de casa, nossa é muito difícil aceitar por mais que saibamos que é para o bem deles.
    Parabéns a ele e que Deus os abençoe sempre. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  32. Todos nós temos que seguir o nosso caminho e o desejo de voar mais alto.
    Obrigado pela visita ao Azimute.
    Tenha um lindo dia!!!
    J

    ResponderExcluir
  33. Que lindo Zilani, que homenagem doce e terna.
    Feliz de quem tem o dom de ser mãe.
    Que Deus abençoe você, seu filho e que Deus o cubra sempre com sabedoria e muita Fé.
    Um beijo no coração de vocês dois.

    ResponderExcluir
  34. Zilani...
    imagino que este momento é difícil mesmo (nem quero pensar nisto agora, rs)
    Mas você superou com muito amor e coragem.
    Parabéns ao filhote....
    bjs.

    ResponderExcluir
  35. Olá Z. Célia..

    Que belo poema este, dedicado ao seu filho....!!!
    É realmente um momento difícil quando vimos os filhos sairem debaixo das "nossas asas"..., mas é a vida...!!
    Nós também já fizemos o mesmo....

    Vou passar a visitar o seu blog...

    Gostei muito do que li...
    Um abraço
    Albertina Granja

    ResponderExcluir
  36. Que os desejos se concretizem....
    Sabe que o lilaz,é também a minha cor preferida....
    Obrigado pela visita.
    Beijo

    ResponderExcluir
  37. Olá, Zilani/Lani...
    Estou aqui conhecendo "Só Pra Dizer..." e gostando muito!
    Obrigada pelas palavras carinhosas no Vida & Plenitude...
    Lindo o seu poema... Filhos crescidos fazem escolhas e precisamos respeitar, relaxar... É difícil, mas tão necessário, não é?! Ser Mãe é um presente que ganhamos e, somente o "Presenteador", pode nos ensinar a desfrutá-lo com sabedoria e alegria!!

    Um grande abraço p você!

    ResponderExcluir
  38. Parabéns a ambos e muitas felicidades pata os dois, rrss

    Abraço grande

    ResponderExcluir
  39. Lani querida,

    Ouvindo este Além do arco iris,imagino teu filho,a voar em busca de seu próprio rumo e com suas asas perfeitas,cultivadas por você para que um dia ele realizasse este vôo solo,sofrido para ambos,mas extremamente necessário.
    Os meus votos de felicidade para ele e para você...os meus parabéns por sua homenagem e pelo belo comentário feito por ele.

    Bjsssss aos dois,
    Leninha

    ResponderExcluir
  40. É verdade, tenho um filho de 25 anos e qualquer hora vai também alçar voo. E nós temos só que dar força né?? Mães sempre acham que ainda é cedo....rss....coisas que só mães entendem.....
    Lindo seu texto!!
    Beijos e uma ótima quarta!!!

    ResponderExcluir
  41. .


    Eu tenho quatro filhos, quatro fru-
    tos de quatro árvores que comigo
    floresceram. Um dia eu voei do
    galho dessas árvores e parti. De
    cada flor metamorfoseou o fruto que
    hoje, maduros, torcem pela minha
    felicidade enquanto eu torço por
    suas juventudes.

    Parabéns a vocês dois.

    Palhaço Poeta






    .

    ResponderExcluir
  42. Olá Amiga:
    Despedidas são sempre dolorosas, principalmente quando se trata de filhos, já passei por isto, mas passou. Só não quero ter que repetir este momento dificil de cortar o cordão umbilical. A homenagem que voce dedicou a seu filhote com este lindo poema e o agradecimento dele foram emocionantes. Parabéns aos dois.
    Léah

    ResponderExcluir
  43. Olá Amiga:
    Despedidas são sempre dolorosas, principalmente quando se trata de filhos, já passei por isto, mas passou. Só não quero ter que repetir este momento dificil de cortar o cordão umbilical. A homenagem que voce dedicou a seu filhote com este lindo poema e o agradecimento dele foram emocionantes. Parabéns aos dois.
    Léah

    ResponderExcluir
  44. Oi, querida Zi!
    Mais uma vez vc nos emociona com a poesia doce e profunda de suas palavras!
    Vivo um momento semelhante ao descrito em sua poesia e é isso: temos ue deixá-los ir, mas dói...
    Bjssssssssssssss, quérida!
    Obrigada pela visita para o alô! Amei!

    ResponderExcluir
  45. Como filha, vivi o inverso dessa despedida. Ela dói dos dois lados. Mas foi assim que aprendi a voar sozinha.
    Seus versos traduzem, lindamente, a capacidade das mães de conter o pranto para que os filhos sorriam . Que ele tenha um novo ano de vida repleto de alegrias. Bjs.

    ResponderExcluir
  46. Bom dia!!!
    Tudo que é belo faz a gente feliz e visitar vc é uma delas a felicidade está junto dos amigos
    Abraços carinhosos, com essa bela postagem que faz a alegria do meu dia!!!
    Bjusss pelo prazer de ter vc no meu cantinho
    Rita!!!!!

    Poesia maravilhosaaaa amei!

    ResponderExcluir
  47. Bom dia passei para ler seu poema lindo
    Ótima quinta feira
    Abraços de sol
    Claudio Schmitt

    ResponderExcluir
  48. Zilane,que belo texto,emocionante,pois sei o vai em sua alma, eu já passei por esta situação por duas vezes,e confesso que quase desisti de deixá-los partir.Minha querida,seu blog é extremamente interessante,gostei ,me senti leve com o som das músicas.Parabéns!Sigo-te também.

    ResponderExcluir
  49. a saída do ninho...
    O ato de amor é deixar ir e o consolo é saber que amor o filho teve e sempre terá de sobra, poio infindo que o sustentará !

    Parabéns mais uma vez pelo poema, Zilani.
    beijos
    nina

    ResponderExcluir
  50. Olá Zilani!
    Que lindo texto profundo e verdadeiro!
    Despedidas em todas as circunstâncias são difíceis e sofridas,mas, o tempo tráz respostas para tudo e remédio para a alma ferida.
    Por coincidência meu último post chama-se despedida, falo da perda de um grande amor, e não deixa de ser sofrido tanto quanto a despedida de um filho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  51. OLá eu aqui novamente! passando pra ver novidades e desejar uma linda tarde..
    Beijos carinhosos..

    ResponderExcluir
  52. Bonita a forma como encarastes este momento difícil de ver seu menino sair debaixo da sua asa para alçar voo sozinho!
    Algumas pessoas não têm tanta esportividade e altruísmo como você!
    Abraços, Zilani!

    ResponderExcluir
  53. Parabéns pelo aniversário de seu filho e pelo fato dele ter uma mãe tão sensível e atenta as mudanças da roda da vida... Tão linda sua homenagem, amiga!!!!! Beijos ;-)

    ResponderExcluir
  54. Oi querida que linda homenagem ao filhote, que ele continue a cada dia seguindo em frente sempre de braços dados com a felicidade.
    Obrigada por sua presença no meu cantinho, volte quando quiser.
    Amei e ja te seguindo.
    bjks e otimo findis semana.

    ResponderExcluir
  55. Filhos são nosso maior legado, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  56. Lani , se me permite chamá-la assim . Você me emocionou . Me coloquei no lugar de minha mãe e de muitas mãe desse mundo . E percebi o quanto é complicado esse momento , mas acredite para o filho também é complicado , porém é importante ...uma hora o pássaro precisa voar e a vida é assim .

    Agora , todo esse fato transformado em poesia...não tem igual , vi as imagens da partida, do seu pranto , da sua benção . Zilani você é uma pessoa maravilhosa , além de uma espetacular poetisa , eu digo isso pelo fato de seu poema ter sido tão verdadeiro e tocado o meu coração . Digno de ti .

    Parabéns Zilani . Que Deus e os anjos possam a cada dia edificar esse dom ....de escrever e de nos comover.

    Até mais !!!!! Tenha uma semana maravilhosa .

    ResponderExcluir
  57. Parabéns a vocês dois!
    Fiquei aqui pensando como será, quando os meus dois filhos crescerem e chegar a hora de os deixar ir...

    O seu poema tocou-me por dentro...
    Beijo
    Sónia

    ResponderExcluir
  58. Bom dia, se tiver um tempinho visite o blog do grupo de poetas que participo em Belford Roxo RJ, o Gambiarra Profana, e veja um trecho de nossa performance no Teatro Sesc Nova Iguaçu RJ, leia também o texto e se puder dê sua opinião no comentário, sua visita é muito importante pra nós. Desde já agradeço o carinho.
    Link abaixo:

    http://gambiarraprofana.blogspot.com.br/2012/07/malditas-belezas.html

    Arnoldo Pimentel

    ResponderExcluir
  59. .



    Eu tenho amigo que só por vai-
    dade se diz meu amigo e fiel.
    Eu tenho amigo que dormiu co-
    migo e me traiu para servir a
    outro que certamente trairá,
    também.
    Eu tenho amigo que fugiu da
    minha companhia quando mais
    eu precisei de uma palavra, mas
    em compensação eu fui e sou a-
    migo dos que eu escolhi para
    ser, mesmo que me traiam, mes-
    mo que de mim não se lembrem,
    já que eu sou tão amigo que me
    basto.

    Feliz dia do amigo, minha amiga
    Zilani, mulher de todas as ho-
    ras inclusive das mais imprópri-
    as no conceito da espécie.

    Beijos do Palhaço Poeta.






    .

    ResponderExcluir
  60. Feliz dia Amiga.
    Beijinhos de canela.
    Lua
    http://naturezadeluanegra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  61. Boa tarde, se tiver um tempinho visite o blog do grupo de poetas que participo em Belford Roxo RJ, o Gambiarra Profana, e veja um trecho de nossa performance no Teatro Sesc Nova Iguaçu RJ, leia também o texto e se puder dê sua opinião no comentário, sua visita é muito importante pra nós. Desde já agradeço o carinho.
    Link abaixo:

    http://gambiarraprofana.blogspot.com.br/2012/07/malditas-belezas.html

    Arnoldo Pimentel

    ResponderExcluir
  62. Uma bela homenagem num poema excelente!
    Bjo

    ResponderExcluir
  63. Olá...
    É uma alegria esta aqui, passeando por suas poesias
    Belo blog, parabéns!
    Obrigada por sua visita e por seguir meu espçao poético
    Hoje no dia do amigo, desejo-lhe estrelas e rosas, no meu blog, uma postagem especial espera você e os demais visitantes e seguidores
    Saudações Poéticas!

    ResponderExcluir
  64. Linda Zilani! Obrigada pelo comentário no Confissionarium e vim te desejar tbm feliz dia do amigo! Carinhoso abraço! Tão bom conhecer esses blogueiros amigos que estou conhecendo aqui!!! Amor e amizade, gente de bom astral, realmente, tu, a Ani e a Vera levantam meu astral!!! Que tenhas um fim de semana de paz e alegria! Bjos!

    ResponderExcluir
  65. Boa tarde amiga Zilani
    Vim te trazer meu carinhoso abraço neste dia especial dia do amigo. ”Existem pessoas em nossas vidas
    Que nos deixam felizes
    Pelo simples fato de terem
    Cruzado o nosso caminho
    E você é única em minha vida.”
    Obrigada por sua amizade!
    Beijinhos com afeto
    Gracita

    ResponderExcluir
  66. BOA NOITE ZILANI
    Amigo ocupa mais espaço
    do que somente o lado esquerdo do peito...
    amigo é aquele com quem choro...
    é aquele com quem sorrio...
    é aquele com quem exploro
    riachos e cachoeiras dentro de mim.
    Amigo é um só.
    Não importa se tenho um ou cem.
    Cada um... em cada momento...
    È especial... é único, é vital...
    Amigo não se escolhe...
    Não se "pede" ninguém em amizade...
    Ela existe ou não...
    Sem tempo pré determinado...
    sem prazo pra iniciar.
    Amizade é sentimento... é afeto, amor,
    respeito... veracidade, troca, carinho,
    cumplicidade... É um beijo... um abraço.
    feliz dia do amigo pra vc!
    Tudo de bom hoje e sempre
    ANA BRISA

    ResponderExcluir
  67. Meu carinho especial a você, doce amiga, neste Dia dedicado aos amigos. Com tua presença, teu incentivo e generosidade, vens ocupando um espaço de ternura no meu coração e fazendo da minha caminhada suave passos, doce cadencia e um mundo de esperanças.
    Grandes voos e obrigada pela amizade. Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  68. Voltando pra agradecer o vot e pelo comentário tão generoso e cheio de carinho! Obrigada! No início de minha postagem há um selo pelo dia do amigo!
    Por favor aceite-o! É de coração!
    Feliz Dia do Amigo (meio atrasadinho)!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  69. Uma homenagem linda que só uma mãe sabe escrever!
    Os filhos não são nossos...A nossa missão para além da vida, é ensinar-lhes a voar e deixar-lhes sempre aberta a porta do ninho para quando as turbulências acontecerem.
    Beijos de parabéns aos dois.
    Graça

    ResponderExcluir
  70. Boa Tarde.minha querida amiga!
    Que lindo texto, emocionante.
    Parabens...
    Sinto tua falta no coração tagarela.
    Abraços
    Sinval

    ResponderExcluir
  71. Boa tarde, Lani. Lindo mesmo! Você foi uma mãe compreensiva, que não sufocou o seu filho e entendeu a hora da sua partida embora triste estivesse.
    O filho partir não significa que ele deixará de amar a sua mãe, e sim que ele quer privacidade, viver a sua própria história sem interferências.
    O meu filho tem 15 anos e falta muito para esse momento acontecer, só peço a Deus que eu seja consolada por Ele e extremamente sábia para suportar e compreender o momento.
    Os laços de mãe e filho são para a vida toda independente do espaço físico, mas é claro que a saudade bate e muito, é extremamente natural, e se algo não der certo, toda mãe que se preze acolherá o seu filho!
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  72. OI LANI,

    Embora atrasada, estamos sempre a tempo para felicitar nossos amigos.
    Que o dia de ontem, DIA DO AMIGO, tenha sido de alegria e entendimento.

    Aproveito para lhe comunicar que criei na passada 5ª feira, um outro blog de nome. LUZES E LUARES. Não tem, por enquanto, painel de seguidores nem comentários sob aprovação.
    Amaria sua visita, lá.

    Bom final de semana.
    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  73. Quanto carinho e amor contido nas suas palavras. Muitos parabéns para o seu filhote e para si também minha amiga.
    Bom fim de semana
    beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  74. Uma linda homenagem...

    ...quando um filho(a) sai de casa, não significa que está abandonando sua mãe, seu pai, muito pelo contrário... fica a dor de partir, mas é chegada a hora, de dar os primeiros passos só, sabendo que sempre há uma mãe e um pai para apoiar, quando necessário.

    Bom fim de semana, cheio de paz!

    Leandro Ruiz

    www.plus.google.com/115524738625459865358/about

    www.lleandroaugustto.blogspot.pt

    www.eu-e-o-tempo.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  75. Pensei na minha mãe agora quando eu sair de casa... Espero que não demore muito!
    Mas, filho continua sendo filho :D

    Estou seguindo!

    http://livrosebatons.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  76. Domingo feliz para ti,pessoa mais querida!!!!

    ResponderExcluir
  77. As partidas sempre deixam marcas; sejam elas partidas para sempre, no caso da morte, ou viagem.
    Nunca são boas; apenas suportamos.

    Bj

    ResponderExcluir
  78. Querida amiga Lani,
    Me emocionei com o seu texto!!
    A minha filha está saindo de casa para ir morar com o noivo
    Estou com o coração apertado mas
    Criamos os filhos para o mundo, não é mesmo?
    Viemos avisar que estamos de casa nova
    A nosso Blog antigo, Bichinhos Amados, estava dando bastante problemas…
    Então resolvemos nos mudar
    O nosso novo endereço é:
    http://meusanjosadorados.blogspot.com.br/
    Esperamos você por lá
    Vai ser uma honra recebê-la por lá
    Beijinhos afetuosos de
    Verena e Anjinhos

    ResponderExcluir
  79. Lani , lindo de viver, como sempre !

    beijo no ♥!!!
    http://casascoisaseoutros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  80. Zilane
    Voce é muito bacana, pois existe maes que nao deixam os filhos partir
    com carinho e amizade de Monica

    ResponderExcluir
  81. Eu pensava ser impossível partilhar a solidão. Mas... acho que vou mudar a minha opinião.
    Abraços, Lani.

    ResponderExcluir
  82. felice inizio settimana a te...ciao

    ResponderExcluir
  83. Parabéns. Belíssima homenagem em rimas para seu filho. És uma poetisa de belas palavras. Não tenho filhos, mas imagino a dor da mãe quando um filho vai fazer a sua vida. Mas, são coisas da vida que deves aceitar. Abraços cordiais de Cecilia Gonçalves.

    ResponderExcluir
  84. Oi Lani,

    Embora não sendo mãe, compreendo, perfeitamente suas palvras emocionadas.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  85. Lindo!
    O segundo parto em verso e prosa.
    Adorei sua visita em meu cantinho e adorei o seu cantinho.
    Vou passear aqui por suas palavras, pensamentos, sentimentos e te desejo hj dia de nosso encontro inspiração realização e transformação para vc e para quem ler seus escritos. Feliz dia do escritor!

    ResponderExcluir
  86. Uma belíssima homenagem poética!
    Com certeza não deve ser um momento fácil.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  87. Zilani

    Que linda homenagem ao seu filho.
    O desapego é a maior prova de amor de uma mãe para com o filho.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  88. Bom primeiramente agradecer ao me seguir no meu espaço, esperando que goste voltando outras vezes, assim como eu estou aqui voltando, gostando e com a certeza que estarei aqui outras vezes

    Abraços,
    RioSul

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.