Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 30 de abril de 2012

ABANDONO DA ALMA


Vem a noite, o sofrimento do dia termina,
Cai a chuva, fina, fria...
Vai aos poucos enregelando,
Embotando a mente que silencia...

A alma liberta abandona o corpo,
Veste-se de estrelas, sai levitando,
Um canto de liberdade entoando,
Sem perceber que está apenas sonhando...

Não quer voltar, não é vida...
Olha para ela no chão estendida...
Coberta por trapos, vencida...
Branca... Inerte... Maldita...

Ao romper da aurora a alma retorna,
Não pode abandoná-la assim, ir embora,
Acaricia seu rosto...  Já está quase morta...
Respira fundo... Estende-se sobre ela... E chora...

Lani

77 comentários:

  1. Boa tarde! Nossa, deu arrepios... lindo, lindo! Final desluumbrante!

    ResponderExcluir
  2. Que intensos seus versos minha flor...lindo de se ler...
    Beijinhos e ótima tarde amiga,
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. Célia, é bem assim quando saímos e vamos ao "mundo espiritual", lá é tão lindo que nem sempre queremos voltar, mas é preciso, temos ainda algo a terminar, pois é amiga, "eu sei o que é projeção astral", portanto a vida é linda, temos de continuar, sempre!
    Abraços
    Ivone

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga!!!

    com palavras lindas descreveste a projeção astral...sonho coseguir fazer isto,já li vários livros a respeito,mas sei que é necessário ter um conhecimento profundo,não se pode arriscar sem conhecer...tenho várias amigas que visitaram o outro lado e sempre disseram o que a Ivone diz,que é lindo,que a calma e a Paz lá habitam.
    Seu poema ficou muito lindo,amiga e seu repertório musical me encantou.

    Bjsssss,
    Leninha

    http://leninha-sonhoseencantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. ... ah! Como é bom... divino e humano ao mesmo tempo... o tempo de se dedicar ao espiritual tão somente... apesar de que há ainda por fazer aqui entre nós...
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  6. Sensibilidade a flor da pele! Encantador e lindo como o desabrochar de uma rosa! beijos e ótimo feriado minha amiga

    ResponderExcluir
  7. Viajei no texto, Zilani. Fui e voltei. Projetei-me e retornei ao ninho...
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá Zilani
    Muito bonitos seus versos, a música de fundo é linda.
    Bjo

    ResponderExcluir
  9. pooxa kilindo quadro voce pintou... saio embevecida com tanta beleza... bjuuu

    ResponderExcluir
  10. Harmonia em rima e metro, retratando lindamente o laço frágil entre corpo e alma. Belíssimo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Querida amiga,
    Mais um lindo poema, parabéns. Admiro quem tem este dom.Obrigada por tuas mensagens em meu blog, me fazem muito feliz.
    Amiga, estou apanhando agora com a nova introdução do google chrome. Depois de muito ler e me instruir, consegui postar uma tela, porem não ficou como gostaria que ficasse. Não consigo saber onde encontrar os gadjets. Por favor, se puderes me ajudar, ficaria imensamente grata.
    Com carinho

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Zilani!!

    Puxa...que poesia linda! Transcendental!
    Quando a alma sente-se livre, não tem mais vontade de voltar...mas como abandonar o corpo, se ainda falta tanto para aprender...melhor voltar e esperar a hora derradeira.
    Bela inspiração!!!Beijos!
    Obrigada pela companhia, desculpe a demora!
    Mas a faculdade está tomando um pouco mais de tempo.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  13. Olá Zilani,

    Que poesia mais linda!
    Encantou-me sobremaneira.
    Difícil para a alma ter que retornar ao corpo sofrido depois de passear pela beleza e leveza da eternidade.

    Ótimo feriado.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Lani, poesia muito bonita mesmo. Transcendental como disse a Vivian.


    Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Olá, Zilani!

    Corpo e alma. Um não poderia viver sem o outro, já que fazem parte dum todo - embora nem sempre a coabitação seja fácil...

    Bonito este divagar.

    Beijinhos
    Vitor

    ResponderExcluir
  16. Um não vive sem o outro. Corpo e alma. Embora, há que acredite que a alma possa ficar vagando.
    Versos interessantes.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  17. Uma poesia suave e doce como vc
    que é uma amiga sempre carinhosa
    Feliz dia do trabalhador,bjuss de
    bom final de tarde Rita!!!!

    ResponderExcluir
  18. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Precioso, me encanta amiga tu poema, es como el aroma de una flor expeliendo fragancia.
    ¡¡¡GRACIAS AMIGA!!! Por haber entrado en mi página y dejar tu valioso comentario.
    Si quieres dar otra visual, entra casaeolo.com, allí tengo cosas mías escritas también y de otros amigos, puedes hacerlo así mismo en:http://rincondelasalamandra.blogspot.com
    Un beso muy grande, que disfrutes guapa de todo, la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  19. Alma e corpo, que beleza de poema parabéns por este blog tão lindo.

    ResponderExcluir
  20. Olá!Boa noite!
    Tudo bem?
    Lindo e encantador!
    O ideal é a bússola que assinala para a alma uma direção firme e constante por entre as incertezas. Por isto, o sentimento de que esquecemos o ideal é o sinal de alarme que nos permite corrigir o rumo e reencontrar o sentido da vida, sem o abandono da alma!
    Obrigado pelas palavra carinhosas em meu blog!
    Boa quarta! Muita paz e luz!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Minha querida

    Comentar o BELO é muito difícil...e este poema deixou-me sem palavras.
    Apenas o senti.

    Deixo um beijinho carinhoso
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  22. Lindo, lindo, lindo!!! Amei! Beijo grande1 Vy

    ResponderExcluir
  23. Um poema forte , de uma alma doente mas não morta.
    Há sempre uma cura e a cura é o sorriso da vida
    o que isso significa ? Saberemos no ato da cura .
    Justamente leio esse poema num momento de " abandono de alma " mas a alma é contida no cantinho da nossa imensidão .

    Obrigado pelo lindo comentário Lani ! eu já conheço seu trabalho há muito tempo através da patrícia mas só agora foi possível comentar , eu vario muito , na maioria das vezes o ato de desanimar me ataca por completo e aí não abandono só a alma mas sim tudo , depois eu volto como fênix . Se não fosse a maravilhosa Patrícia , sinceramente nem sei o que seria de mim nas escritas . Ela é digna de todo reconhecimento , assim como você , escreves muito bem .
    " Não quer voltar, não é vida...
    Olha para ela no chão estendida...
    Coberta por trapos, vencida...
    Branca... Inerte... Maldita..."

    Que força !!!!!! Intensidade , admiro isso , tu és poetisa

    Tens meu respeito e admiração .

    ResponderExcluir
  24. Boa tarde, Lani querida
    É difícil, muito difícil, comentar um poema com esta profundidade.
    Houve um médico homeopata que,tendo-me pedido para lhe contar os meus sonhos, me respondeu: isso não são sonhos, são projecções astrais.
    Talvez por isso este seu poema calou tão fundo em mim...

    Fiquei muito feliz por vc ter gostado da minha história. Eu não posso afirrmar que aqueles factos aconteceram mesmo, não fui testemunha ocular :))), mas eram contados como tal.

    Continuação de boa semana. Beijinhos

    ResponderExcluir
  25. Tens uma sensibilidade impar e mãos de fada para escrever e encantar quem ler, beijos amada

    ResponderExcluir
  26. a poesia nos da esta sensação de liberdade. bela. obrigado abraços lamarque

    ResponderExcluir
  27. Lindo!! E assino embaixo do comentário da Vivian.
    Poema delicado porém forte. Certos poemas tocam tão bem que o melhor é senti-lo, apenas. Não cabem mais palavras, você já deu o recado.
    Aplaudo sua sensibilidade.
    Meu carinho.
    Tais

    ResponderExcluir
  28. A alma segue o corpo....beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  29. Muy agradecida por su vista y comentario.
    Un hermoso poema, con ansias de libertad del cuerpo y alma, más van juntos, Dios nos los dado para su gloria.
    Con ternura le dejo un beso
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  30. Tudo que a alma deseja é se libertar nesse infinito de sonhos de amor,,,se encontrar em algum lugar onde enfim tenha a paz tão desejada pra sonhar...beijos de bom dia pra ti amiga...

    ResponderExcluir
  31. OI !!! BELO POST!
    VIM PRA FICAR!!!
    ...........(...(`.-``'´´-.´)...)....................
    ..............)......--.......--....(...........
    ............./......(o..._...o)....\..........
    .............\.........(..0..)......./..........
    ..........__.`.-._...'='.._.-.´.__.......
    ......./.......'#.'#.,.--.,.#'.#.'....\.....
    .......\__))..........'#'......... ((__/.....
    __xxxxxxxxxxx______xxxxxxxxxx
    _xxxxxxxxxxxxxx___xxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxx_xxxxxxxxxxxxxx
    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    _xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    __xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    ____xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    _______xxxxxxxxxxxxxxxxx
    ___OI____xxxxxxxxxxxx VIM CONHECER
    _TEU BLOG_xxxxxxxxx E TE CONVIDAR
    ____PRA ___xxxxx CONHECER
    _O MEU __xxxx UM
    __ ABRAÇO_ xxx PRA
    __ VOCÊ!!!____xx QUE DEUS TE ABENÇOE!!
    ----------------------------------------------------------------

    ResponderExcluir
  32. Abraços carinhosos
    bjusss Rita!!!

    ResponderExcluir
  33. Olá Amiga!

    Belos versos. Quando o corpo dorme, a alma sonha, passeia, vaga... Mas tem hora pra voltar..

    Aproveito para compartilhar com você o lançamento do meu livro: Um dedo de prosa e poesia. O endereço para conhecê-lo e se desejar, encomendar um exemplar é: http://www.agbook.com.br/book/31639--Um_dedo_de_prosa_e_poesia

    Um abração.

    Antonio (Apon)

    ResponderExcluir
  34. Poema delicado e profundo!
    Estou a aplaudir...
    Bjs

    ResponderExcluir
  35. Oi Lani :)
    Como sempre sua sensibilidade em criar textos é ímpar!
    Poesia repleta de delicadeza e mistério...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  36. Poema profundo... Tocante... E muito belo!!!
    Amada, teu blog é lindo e muito aconchegante.
    Grata por me dar o prazer em lhe conhecer viu?

    Fica com meu carinho.
    Beijos de Luz e Paz

    ResponderExcluir
  37. Zilani, quantas almas não querem abandonar de vez os seus vasos, não?
    Eis que num lampejo de razão, e acima de tudo, na força do amor à vida, a resgata de volta, quando neste vaso retorna.
    Isto sim é ser digno da vida que o Soberano lhe concedeu.
    Que muitas almas leiam e reflitam
    Beijos.

    ResponderExcluir
  38. Tocante, intenso e profundo.... Lindo! Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Alma cansada, que em seu passeio deseja fugir dessa vida terrena, mas se comove ao ver seu habitat passageiro a esperá-la, em sofrimento. Havemos que seguir nossos desígnios e exercer nossa missão.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  40. Depois de conhecer o outro lado e ver-se livre dos limites e privações que afligem a carne, é um caso a pensar se devemos ou não retornar.
    Mas, talentoso mesmo é fazer disto um poema!
    Parabéns, Zilani!

    ResponderExcluir
  41. Adoro pousar nesse cantinho mágico e contemplar o que ele tem de bom, poesias lindas, música encantadora e a dona maravilhosa! rs,rs um abraço apertado minha amiga! beijos♥

    ResponderExcluir
  42. Olá,Zilani!!

    Bom final de semana, querida!!
    Beijos!Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  43. Lindo poema!!! E um excelente final de semana!!!

    ResponderExcluir
  44. Um arrepio ...

    Senti este poema até à medula.
    Sei que a minha alma vaguei e me deixa. Sei porque acordo e me lembro de onde estive e até reconheço os cheiros, os cantos, tudo de onde vou e venho todas as noites, mas logo os esqueço.
    Parabéns pelo seu enorme talento.


    No meu texto, de expressa leitura dúbia, só eu e o meu filho o entendem bem. A terceira pessoa não o lerá, tenho quase a certeza, mas é para ela que foi escrito. Essa pessoa foi por mais de 20 anos só amigo. Amigo mesmo, de escola, de brincadeira, de conhecer os meus namorados todos e aparar as lágrimas nos momentos de desamor.
    Um dia ao consolar-me ficou nos meus braços e assim ficamos por quase uma vida ... cerca de 40 anos.
    O meu filho tem 33. Julgo ter dito tudo.


    Amiga, sei agora que já cá estive, mas tenho estado muito ausente.
    Ultimamente chaga-me mal o tempo para retribuir a simpatia das visitas que me vão fazendo.
    Obrigada também por me ouvir.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  45. Que lindo! Obrigada pela visita em meu blog
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  46. Oi Zilani,

    Passando para desejar-lhe um ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  47. Quem me dera ter assim inspiração...
    Tua presença é uma honra para mim. Obrigada
    Bj

    ResponderExcluir
  48. Já disseram tanto Zilani, mas realmente está lindo teu poema!
    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde, Lani. Você é fantástica, emocionante e profunda. Eu vi a mim mesma nessa alma livre, que não quer voltar ao seu corpo triste em algumas situações que fogem ao controle, que talvez não dependam de mim exclusivamente, não sei.
    Sei que o seu poema é forte, com um tema comum a todos, tenho certeza.
    Terminando o meu comentário, vi o poeta Caio Vinicius, e o que ele disse de você é a pura expressão da verdade, és uma poetisa, e infelizmente sei o que ele diz sobre ele!
    Tenha um abençoado fim de semana, e fique na paz!
    O seu talento emociona-me desde o primeiro poema seu que li, que aliás, foi surpreendente!

    OBS:Trilha sonora do Djavan, remete ao extremo bom gosto, amo, sou apaixonada!

    ResponderExcluir
  50. Maravilhoso! Uma poetisa que encanta nas suas rimas de sonhos. ENCANTADA! beijo da amiga Ivany.

    ResponderExcluir
  51. Zilani..sempre bom retornar a esta terra tão doce e encantadora que é seu blog... Beijinhos!

    ResponderExcluir
  52. Linda poesia! e esta música completa o clima...
    beijos

    ResponderExcluir
  53. Ah Zilani em poucas e belas palavras você descreveu a necessidade de liberdade de nossa alma, as viagens espirituais durante o sono, e a volta onde se vê obrigada pela obrigação de cumprir a missão, lindo demais, perdoa se demoro, estou num caminho acidentado da vida, mas entre um e outro acidente eu chego aqui, beijos Luconi

    ResponderExcluir


  54. Deseo pases un muy buen domingo y comienzo de semana
    Y hago lo posible para que vuelen hacia ti
    Estos mis sentimientos…
    En los ojos una sonrisa por simpatía
    En los labios un beso por valentía
    Y en el corazón un abrazo mimoso por garantía

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  55. Bom dia!!
    Desejar o melhor para uma pessoa
    amiga,é o que faço com todo prazer
    Agradeço pelas belas postagens que
    vejo e parabenizo,sempre
    Abraços carinhosos Rita!!!

    Tenha um domingo feliz!

    ResponderExcluir
  56. Muita paz pra ti, adorei o texto e até parece que "me projetei nesse sono, foi bom...Feliz vida* para todos nós que ainda estamos cumprindo o que Deus determinou, um domingo abençoado pra ti, muita Paz!
    beijinhos, Mery*

    ResponderExcluir
  57. Caro(a) amigo(a), boa tarde!

    Gostaria de convidá-lo a visitar a coluna Haicais de Domingo do Poetas de Marte

    A entrevista dessa semana é com o escritor português David Rodrigues.

    http://poetasdemarte.blogspot.com.br/2012/05/haicais-de-alem-mar.html

    Na coluna do próximo domingo, gostaria de contar com a participação dos que se emaranham na blogosfera.

    Elaborem um haicai homenageando a mulher mais importante de nossas vidas(não fiquem com vergonha) e mandem para o meu email:mat_amorim@hotmail.com

    A coluna "Mãe,Haicaí! Cuida de mim!" ficará muito melhor com a sua participação!

    Espero contar com a presença de muitos!

    Desde já, obrigado!

    Muita paz!

    ResponderExcluir
  58. Lani: Lindissimo adorei minha doce amiga, adorei.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  59. Olá Lani,

    Que lindo que escreveste. Quando a gente dorme alma deve se libertar em sonhos. Adorei os versos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  60. Oi Zilani,
    Ao romper da aurora a alma retorna,
    Não pode abandoná-la assim, ir embora,
    Acaricia seu rosto... Já está quase morta...
    Respira fundo... Estende-se sobre ela... E chora...
    Lindoooooooooooooooooooooooooooo!!!!
    Tenha um ótimo domingo e uma excelente semana, bjus...

    ResponderExcluir
  61. Olá Zilani, sim devemos ser mto felizes no carnaval!!! Na verdade devemos ser felizes em todas as épocas do ano!!!

    ResponderExcluir
  62. Oi Zilani!

    Que bom recebê-la em meu blog, seu comentário foi precioso: por que as pessoas não podem ser bondosas sem que, em virtude disso, passem a ser exploradas quase que imediatamente? Também me pergunto isso...

    Venho retribuir a visita e elogiar a qualidade de sua poesia, linda! Fiquei encantada, desejosa de retornar muitas vezes. A escolha musical também é perfeita, denota bom gosto e sensibilidade típica dos grandes poetas.

    Um abraço carinhoso, e meu desejo de uma boa semana pra você e seus queridos.

    ResponderExcluir
  63. Adorei os versos! Lindos! E que mensagem linda contida em tuas palavras! Conseguiu desvendar o tutorial?... Uma semana feliz e cheia de oportunidades! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  64. Tua poesia, junto com essa música, pode ser lida, relida, que emociona sempre!LINDA! beijos,ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  65. Vim aqui pra dizer que te admiro e te amo!
    Também pra deixar um beijo e dizer que AMEI o final de semana na companhia de vocês!
    Beijos

    Sarah

    ResponderExcluir
  66. Linda música de fundo para um emocionante poema!
    parabéns!

    ResponderExcluir
  67. Lembra um pouco a Florbela Espanca, não é?

    ResponderExcluir
  68. Lani,lindo poema ,muito profundo e verdadeiro ,faz que entremos em reflexões mais intensas e que façamos uma analise maior de nossas vidas.Parabéns. Beijos,Zoé

    ResponderExcluir
  69. Um escrito triste, mas tão verdadeiro que chegou a doer... minha querida estamos realmente sem nos vê, mas sabes que as vezes nossa vida real grita pela nossa presença e na net, do pouco tempo que me resta venho me dedicando ao happy hour e ao chatilhando, conto com tua presença por lá principalmente no dia 13 quando ocorrerá uma grande festa as mães. De resto minha amiga Lani, luz e muita paz no teu cainhar. Um doce e caloroso beijo em teu coração.
    http://happyhour-na-ilha.blogspot.com.br/
    http://chat-da-ilha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  70. Boa noite Lani!!!Obrigada pela visita e lindo comentario em meu blog.Parabéns é lindo seu poemas e profundos.Seu poema,quando sonhamos nossa alma se liberta-se de nosso corpo.Fazemos belas viagens espirituais,mais temos que retornar querida.
    Beijos com carinho!!!

    ResponderExcluir
  71. Querida amiga

    Embora trites,
    há nas palavras
    deste poema,
    uma beleza intensa...


    Que sempre haja amor,
    para alimentar de sentidos
    sua vida.

    ResponderExcluir
  72. Ôi amiga! Passando pra agradecer o carinho e ver como você está....
    Tem Selo Comemorativo pra você lá no blog! Uma quarta-feira abençoada! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  73. Os remédios para a alma são os mais difíceis de ser encontrados. Por isso é que é preciso cuidado especial com ela pois ela é que somatiza. Um belo poema triste.

    Zilani, obrigado pelo carinho da visita durante a minha longa ausência e receba o meu abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  74. Belo poema
    conteúdo devastador
    corpo aprisionado pelo tempo
    ser social repleto de dor
    e abandono
    alma com asas para o céu
    azul infinito
    quer ser livre
    um platonismo com um final
    silenciador
    a forma de trovas
    mostra bem o corpo aprisionado
    do poema
    mas a pena da poeta
    torna o conteúdo amplo
    numa forma aprisionada
    valeu o final - poeta.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  75. Lani, boa noite!
    Nem uma palavra a mais. Deixo meu abraço de paz.
    Gilson.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.