Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 3 de maio de 2016

MÃE, UM SONHO ENCANTADO!

Cai a chuva, assustada, desperto,
Ouço seu barulho, forte, no telhado,
Sem respirar, reteso o corpo,
E com medo, na cama me encolho...

O vento se joga, empurrando a porta,
Sacode da cama, a branca colcha,
Tapo a cabeça, fico quieta,
Quando sinto tua mão, tocar a minha testa...

Volto no tempo, me perco em devaneios,                         
Num emaranhado de antigos sentimentos,
Não quero abrir os olhos, para não acordar,
Sei ser um sonho, ali, não podes estar...

E como em criança mãe, chamei por teu nome,
Meu grito triste ecoou, no silêncio da noite,
O anjo, que teu sono velava, sorrindo, me disse,
- Não a acordes, filha!  ... Não vês, que a deixas triste?


     Lani   (Zilani Celia)

49 comentários:

  1. Linda e emocionante poesia! Beleza! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia de muita paz
    Vim deixar um abraço pelo belo post, belo poema
    Agradecer sua amizade, e desejar um feliz
    dia das mães , que domingo venha com muita luz

    Bjusssss
    🌺🍃🍂🌷🌻🍁❤️
    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lane bom dia!
    Este sonho, em nós permanecerá para sempre.O medo de acordar e deparar com a realidade...
    Mas como aquela proteção era boa!
    Lindíssimo amiga!
    Beijos, um feliz dia das mães@
    Mariangela

    ResponderExcluir
  4. Oi Lane bom dia!
    Este sonho, em nós permanecerá para sempre.O medo de acordar e deparar com a realidade...
    Mas como aquela proteção era boa!
    Lindíssimo amiga!
    Beijos, um feliz dia das mães@
    Mariangela

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, querida Célia!
    Mãe isnpira vários lindos poemas...
    O seu está muito terno...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  6. Que palavras lindas Zilani!
    Só você para postar algo tão sublime.
    Hoje a minha publicação não está saindo para os amigos,somente se entrar pelo Google.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Querida poeta Zilani, um doce poema, um rufar de asas, uma cantiga antiga que embala meu sono, e para dormir assim só no aconchego de uma mãe e poderia ser embalado assim para sempre, neste leve poema de amor...lindas palavras querida amiga.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  8. Que sublime poema, Zilani querida
    Tenha um lindo e feliz Dia das Mães, querida
    Um forte abraço e beijinhos mil de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  9. Lindo de mais! emocionante.


    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Zilani!
    Realmente nossas mães merecem essa linda homenagem expressada em seus versos, pois elas serão nossos anjos, eternamente!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Quanta delicadeza, Zilani!
    Mãe é uma saudade que perdura, enquanto estamos vivos!
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  12. Que lindo momento de poesia e de amor.

    Beijinho grato

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente belíssimo querida amiga ,mãe é um ser maravilhoso que Deus nos concedeu ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  14. E uma bênção ser mãe, é uma bênção ter ainda a nossa mae junto a nós. Festejar este dia dedicado às mães é sempre um misto de felicidade e muita tristeza. Há mães que choram os seus filhos, mães que sofrem com saudade das suas mães e outras que conseguem ter um dia perfeito, sendo mãe, tendo a mãe e para completar, nao falta o carinho daqueles a quem deram a vida. No próximo domingo será o vosso dia e o melhor que te posso desejar é que tenhas sempre o carinho daqueles a quem deste e darás o melhor de ti. Um beijinho muito especial e parabéns pela bela homenagem que aqui deixas a todas as mães
    Emilia.

    ResponderExcluir
  15. lembranças que duram para sempre e ficam marcadas em nossa alma,qualquer que seja a nossa idade, está sempre à nossa disposição para aquecer o coração e amenizar a saudade. Lindo, Zilani, muito lindo.
    Um abraço e um feliz Dia das Mães

    ResponderExcluir
  16. Saudoso e comovente. Beijo grande pra ti, Zilani. ♥

    [postei o segundo cap. de Paredes Vivas]

    ResponderExcluir
  17. Linda e emocionante poesia plena de ternura.
    Um grande abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  18. Bela e tocante poesia... e uma linda homenagem a sua mãe!
    Que passe este dia, o Dia das Mãe, muito feliz, na companhia dos seus, Zilani!
    Um beijinho grande! Óptimo final de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  19. Bela e tocante poesia... e uma linda homenagem a sua mãe!
    Que passe este dia, o Dia das Mãe, muito feliz, na companhia dos seus, Zilani!
    Um beijinho grande! Óptimo final de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  20. Querida Zilani, que encanto de palavras , que encanto de poema,
    minha emoção se tornou real, quando percebi as lágrimas aquecerem meu rosto.
    A saudade misturou-se à saudade de um tempo distante, mas que foi muito bom, com você mãe querida, anjo que se tornou mãe, para nos acalentar. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  21. Olá Zilani,passando para lhe desejar um Feliz dia das Mães.
    Bjs Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  22. Olá Zilani,passando para lhe desejar um Feliz dia das Mães.
    Bjs Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  23. Olá, Zilani, saudade da mãe que nos acalentava na escuridão das noites e o medo nosso de acordar e deparar com a realidade e para a mãe que "dorme" como um anjo a possibilidade de nos encontrar nos sonhos e ficar sempre feliz...Obrigado pelo carinho da visita,Feliz dias da mães, belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
  24. Um sonho doce, quem dera real ;)
    Doce nostalgia.
    bj amg

    ResponderExcluir
  25. Que profundo, que emocionante!

    Abraco imenso.

    ResponderExcluir
  26. Olá, Zilani Célia
    Que tenhas um fim de semana bom.
    E um dia das Mães, maravilhoso. Confesso, que não tenho mais a minha, ao meu lado aqui na terra. Mas, tenho a esperança de reencontrá-la um dia, em algum lugar de tempo e espaço, por que creio na ressurreição, em nome de Jesus Cristo.
    Um abraço, para você.

    ResponderExcluir
  27. Um poema muito lindo e abençoador...
    Feliz Dia Das Mães!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Olá, Lani

    Como vou passar o final-de-semana em casa da minha filhota esta passagem é rápida como o voo duma andorinha …
    A Mulher que não é Mãe… é filha… portanto, tem ou teve Mãe.
    Por isso, seja na qualidade de filha, seja na condição de mãe… tem sempre motivo para festejar o DIA DAS MÃES.
    Desejo que o “seu” seja muito feliz junto de sua linda família.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  29. UFFFFF UN POEMA MUY PROFUNDO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  30. Estou passando para deixar
    um carinho e matar as saudades.
    Desejar um feliz dia das mães,
    Um Domingo abençoado.
    Se for do seu gosto deixei mimos
    na postagem.
    Beijos.
    Evanir..
    Minha amiga que lindo seu poema.

    ResponderExcluir
  31. Maravilhoso sonho. Maravilhoso poema...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  32. Olá Zilani! Lindo e profundo poema! Belíssima homenagem! Nada como o amor de MÃE.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  33. Homenagem maior a todas as Mães e ás Filhas que sabem suster o temor de ter sonhos.
    Parabéns, Amiga.



    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relendo e sentindo o que te moveu nesta Homenagem.
      Amei.


      Beijos
      SOL

      Excluir
  34. Me encheu de lágrimas sua poesia, Zilani. Sem exagerar. Linda. Espero que vc tenha tido um lindo dia das mães. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  35. Lani,
    O seu poema diz bem desse sentimento que temos, na nossa fase mais tenra da vida, onde a mãe se faz sempre presente. Parabéns.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  36. Lindo poema! Intenso e verdadeiro! Amei ler teu poema escutando a música, combinou perfeitamente.
    Parabéns pela sensibilidade! Parabéns pelo talento!
    bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
  37. Olá, Zilani, linda homenagem. me fez pensar que mãe s e anjos, ambos velam nosso sono, sempre, de onde estiverem. Abraços!

    ResponderExcluir
  38. oi Zilani, passei novamente pra desejar a você um lindo dia e dizer que o capítulo 4 de Paredes Vivas já está publicado non blog. Beijos♥

    ResponderExcluir
  39. Lani, minha linda amiga, este poema foi composto no mais fundo da tua alma, aquela parte mais iluminada onde guardamos as pessoas que foram importantes na nossa vida, mas que já não mais estão ao nosso lado. A figura da mãe, a primeira mulher a quem passamos a admirar, aquela a quem mais amamos, estará sempre presente nas nossas lembranças. O laço que une mãe e filha(o) é tão forte que, quando a perdemos, ficamos meio perdidos no mundo, sem referência, mergulhados na falta que faz aquele amor enorme, maior que o mundo, que tanto nos protegia. O final do teu poema nos traz uma certeza: a de que não devemos invocar o nome da nossa mãe, que certamente estará num lugar de luz. O seu espírito, ao respeitar os desígnios de Deus, em nada poderá interferir no nosso destino, e assim sendo, a tristeza há de tomar conta do seu coração. O seu poema, Zilani, me chegou desta forma. O que nos conforta, amiga, é saber que todas as boas lições da vida transmitidas pela nossa mãe, estão guardadas no nosso coração e delas fazemos uso sempre que necessário. É uma presença constante em nossas vidas e dela estamos sempre a nos lembrar. Muito bonita a tua homenagem!
    Deixo sorrisos e estrelas para enfeitar os teus dias.
    Com carinho,
    Helena

    ResponderExcluir
  40. Os seus versos marejaram-me os olhos com lágrimas gordas. A maternidade é realmente o maior e melhor presente que a vida nos dá. Na festa do colégio do Pedro, uma das músicas com que presentearam as mães falava um pouco desse sentimento que descreve: "só há um lugar no mundo, onde está sempre tudo bem, é um lugar quente e fofinho, é o colo da minha mãe".
    Espero que tenha vivido um dia lindo, rodeada dos seus.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  41. Maravilhoso, Zilani!
    Fiquei emocionada, principalmente porque minha mãe já se foi há quase dois anos e suas lembranças estão muito vivas em mim.

    Parabéns pela extrema sensibilidade e talento poético, que muito admiro.

    Obrigada por sua passagem pelo meu Recanto. Precisava tanto de uma pausa que nem me alonguei na postagem, pois me sentia extremamente exausta naquele momento. Um recolhimento me fará bem e poderá me inspirar para continuar com o blog.

    Ótimo final de semana.

    Até breve!

    Beijo.

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde, mãe é única, sua homenagem à mãe é maravilhosa,
    Boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  43. Um sonho de sonho, num excelente poema.
    Gostei imenso, minha amiga, parabéns.
    Bom domingo, Lani.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  44. Que pena que não vim mais cedo!!!
    Poema terno, cheio de amor. A minha está guardada nos meus sonhos...Gosto de delicadeza de teus poemas, Lani!
    Beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  45. Muito belo, Zilani! Eu seria capaz de jurar que já havia visto e comentado este post, mas... ainda que com atraso, associo-me à tua linda homenagem! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
  46. Um regresso ao sonho de infância pela poesia.
    Bonito para mãe, bonito para filho.

    Bj.

    ResponderExcluir
  47. Bom dia, Zilani!
    Que bela homenagem àquela que tanto amamos.
    É emocionante e dá uma certa tristeza sentir toda essa saudade.
    Abração esmagador e feliz semana.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.