Seguidores

Recanto das letras

domingo, 5 de fevereiro de 2012

A ÚLTIMA VALSA


     Com seu vestido de baile vermelho, maquiagem perfeita, cabelos soltos nos ombros, ela olhou-se no espelho, e gostou do que viu.
     Sabia ser sua noite derradeira, já havia decidido, sem ele não viveria.
     Ser trocada por outra, nunca admitiria.
     Assim, decidiu, com seu vestido de noite, vermelho, em seus braços morreria.
     Quando a orquestra começou a tocar, uma linda valsa de strauss, contrariando os costumes, altiva, atravessou o salão, e foi convidá-lo para dançar, todos pararam para olhar. Com a outra, esta noite ele não ficaria, ela não iria deixar.
     Com os olhos marejados, olhou para ela, era bonita, mas não passava de uma menina, como ele podia fazer isto comigo, se jurou que para sempre me amaria?
     Á medida que a valsa evoluía, ela o abraçava, e surpresa notou que ele correspondia, até beijou-lhe os cabelos, numa carícia quase divina, agora, ela já nada mais entendia.
     Ao passarem pela moça que dançava, ele disse, “conheces, esta é minha prima?”
     Seus olhos se arregalaram, o ar sumiu, as pernas dobraram, ele a sustentou...
     -Tarde demais, ainda pensou...
     -É o efeito do veneno que já começou...
     Pelo espelho a sua frente, o viu desesperado, chorando...
     E ela, com seu lindo vestido vermelho, expirando...
     Olhos fechando...     Morrendo...  
     Imaginando... 
     Com ele, sua ultima valsa dançando...

       Lani

27 comentários:

  1. Obrigado pela visita e por seguir o blog,
    estou seguindo aqui.

    Beijos e um excelente dia.

    ResponderExcluir
  2. Pura sensibilidade!Muito bom o texto.
    Obrigado pela sua linda visita. Quanto ao mandacaru é uma planta tipicamente nordestina. Conta a lenda que esse cacto quando floresce na seca é sinal que vamos ter muita chuva e será um ano de muita fartura.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lani :)
    Que pena ela ter tomado o veneno antes da valsa...
    Poderia ter dançado muitas outras valsas.
    (Mas pelo menos a última foi com ele!!).
    Bjs!
    Tenha uma semana encantadora :)

    ResponderExcluir
  4. Um belo conto, que poderia ter um final mais feliz.
    Gosto muito de vir aqui...
    Beijinhos, amiga.

    ResponderExcluir
  5. Olá Zilani, boa noite! Algum tempo atrás visitei este seu espaço para fazer conhecimento com suas letras e agradecer uma amável visita sua ao meu cantinho.
    Na época adicionei seu blog a minha lista de blogs, mas por motivos que desconheço apesar do seu blog esta incluído em minha lista, eu não posso visualizar suas atualizações. Eu acreditei que você estivesse ausente, ou talves não postasse com muita frequência. Vejo então que este não é o caso!
    Na minha lista aparece só o seu blog , mas sem as atualizações . Vou ver se posso corrigir!
    Gostei muito de encontrar você por aqui!
    Uma linda noite!
    Lembranças
    Ange.

    ResponderExcluir
  6. Minha querida

    Uma história emocionante...é como se costuma dizer: Muitas vezes as aparências enganam.
    Adorei e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Seja muito bem vinda ao meu jardim...

    Um beijo da Nita.
    De bom dia…:)

    ResponderExcluir
  8. querida zilani,aquardo o lançamento do seu livro ,és uma brilhante escritora,cada conto,poesia ou cronica que escreves me emociona profundamente.

    bjs marta.

    ResponderExcluir
  9. gracias querida y admirada poetisa por dejarme la estela que dirige a tu bella morada habitada por tu alma dulce y sensible de poeta, muchos besinos con todo mi cariño.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite.

    Que conto lindo!!
    Amei...

    Um grande abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  11. Zilani, que intensidade.
    Caminhei pela casa e amei, teu cantinho acolhedor.
    Te deixo um beijinho.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Zilani!!

    Nossa querida que forte!!
    Quantas pessoas não tomam suas decições precipitadamente....imaginam uma coisa e a tornam verdade absoluta,não conseguem discernir o real da ilusão...uma pena.
    Mas acontece de verdade.
    Beijos pra ti!!!!
    Um belo conto!!!Com uma bela lição!

    ResponderExcluir
  13. Oi Zil, obrigada pela atenção,aos poucos tudo vai se ajeitando.
    Nossa que profundo e emocionante o que escreveu, um belo exemplo de ilusões que se mantém e depois vem a decepção, uma grande lição de vida.
    Beijos pra ti com carinho!

    ResponderExcluir
  14. Minha amiga excelente. Venho agradecer o seu carinho ao ter comemorado comigo o aniversário da minha mãezinha, deixando a sua preciosa mensagem.
    “A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você.” (Ralph Waldo Emerson)
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  15. TE FELICITO POR TU BLOG, ESTA LLENO DE SENTIMIENTOS Y FE, TE DESEO QUE TENGAS UN FELIZ DIA, UN ABRAZO DESDE JAEN

    ResponderExcluir
  16. Com vestido de baile vermelho
    Cabelos pretos fita branca
    Que lindos olhos poder vê-los
    Apaixonadamente, a valsa dança!

    De um sonho não passou,
    Maquilhagem perfeita
    Altiva o salão atravessou
    Menina pelo amor perdida!

    Desejo uma boa tarde para você. Zilane Célia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Aí Zilani Célia essa "Última Valsa" doeu-me o coração.
    Doeu fundo!
    Encantos e desencantos da vida. Mas viver é isso.
    Bjos querida. Como sempre tocando fundo.

    ResponderExcluir
  18. Aqui estou retribuindo a honra da visita lisonjeira! Agradou-me sobremodo o teu blog; não me refiro simplesmente ao layout que é belo sem dúvida, mas sim, de poder ler coisas lindas como li ouvindo um fundo musical inebriante, de encantar. Parabéns!
    Um beijo.
    J.R.Viviani

    ResponderExcluir
  19. Ôi! Passando pra convidar! Tem post novo e presente muito especial! Vem! Cada coração amigo conquistado, é mais uma luzinha a iluminar a nossa estrada! Uma 6ªF radiante e abençoada! Abraço fraterno e afetuoso! Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. hi there, visiting again your cool blog. :)

    ResponderExcluir
  21. Un hermoso cuento lleno de sensibilidad.
    Encantada de conocerte. Le he echado un vistazo a tu blog y me he dado que te gusta escribir, así que vendré de vez en cuando por tus delicadas letras.
    Gracias por tu amable paso por mi blo y recibe un gran abrazo.

    ResponderExcluir
  22. Olá, Zilane!

    Bonito e triste, dramático, tudo isto ao mesmo tempo, qual romance à moda antiga - que merecia melhor desfecho.

    Um abraço.
    Vitor

    ResponderExcluir
  23. Oi Zilane, que triste o fim... porém magnífico. seguindo para um posterior retorno, claro! Te deixo o convite à retornar lá no meu cantinho, será uma honra ter sua presença lá na lista de amigos. beijinhos de luz***

    ResponderExcluir
  24. Oi Zilane, fiquei triste pelo final, mas o texto é magnífico! Parabéns! Abraços, LúciaLms.

    ResponderExcluir
  25. Muito bonito esse texto, emoção, dramatização, completada com um requinte de uma valsa
    Gostei daqui e estou seguindo, quer conhecer o meu ?
    Vem sim, você até pode segui-lo

    Abraços,
    RioSul

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.