Seguidores

Recanto das letras

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

MARCAS DA VIDA

 E eu que fui marcado,
 A ferro e fogo pela vida,
 Em ti não encontrei guarida,
 Parto, desventurado, rasgando mais a ferida...

 Buscando amor, em toda noite, desvairado,
 Só encontro dor, no rosto da mulher pintado,
 Na tela da vida, com  suor do gozo, colado,
 Em cada corpo, na aquarela escura, retratado...

Como um zumbi,
Me desloco na loucura
Corro sozinho, a procura,
De todos os sonhos que desconstruí...

Quando no abismo do silêncio,
Sem mais opções me lanço,
Estendo as mãos, exaurido,implorando,
Paz, para este corpo e alma, em sombras se transformando...

Em cada montanha que subir, morrer um pouco,
E lá no alto, no ultimo arrobo de um louco,
Braços abertos, em Cristo... Sem forças... Suplicando...
“Por favor, me leve... Veja Pai, já estou morto...”

  Lani

30 comentários:

  1. Nunca correrás sozinha...
    Belo esse poema.

    e não podia passar sem agradecer as tuas palavras de uma ternura imensa , importantes para mim, num momento de saudade e de lágrimas. O meu obrigada, meu anjo...
    BS

    ResponderExcluir
  2. Marcas da vida,
    Muitos sofrimentos
    Da felicidade perdida
    Pesadelos e tormentos!

    Desvairado da noite,
    Amor perdido
    desiludido afoite
    Coração ficou ferido.

    Depois de ter lido seu lindo poema,
    e ter feito meu comentário.
    Desejo-lhe um dia de quinta-feira muito feliz.
    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  3. Your writing has great depth of feeling. In Christ we have peace.
    I'm pleased you enjoy my blog, we do live in a beautiful place, east coast Australia. The river has peaked this morning and is not a danger today. It can be frightening when there is much rain.

    ResponderExcluir
  4. Um poema digno dos mestres! tem inspiração, profundidade, emoção...
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. A vida é um caminho em frente sem volta, e nele a gente sempre será de alguma forma marcado pra sempre....beijos querida amiga e uma bela semana pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilani, tenha um ótimo final de semana, bjus...

    ResponderExcluir
  7. Querida! Agradeço as palavras gentis e delicadas! Meu e-mail: elaine.averbuch@gmail.com
    Ah! Teu blog tem aquelas letrinhas chatas de verificação de palavras p/poder postar um comentário... Vc não vai tirar? Excelente segunda-feira! Volte sempre, viu!Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Só para dizer:
    adorei passar por aqui


    beijos

    ResponderExcluir
  9. oi

    lindo seu blog!!!!
    :)

    estou seguindo,segue o meu???
    bjoos

    ResponderExcluir
  10. Poema triste e forte, mas a vida sempre guarda uma esperança.Gostei muito do seu blog, já te sigo.Beijos

    ResponderExcluir
  11. Boa noite, Zilani. A vida nem sempre é fácil, porém a luta é necessária para continuarmos o caminho sem perecer.
    Vamos sorrir, chorar, cansar, descansar, mas VIVER!!!!!!!!!
    É um processo do qual não podemos fugir, e nem entregar-nos, pois a verdadeira beleza, é encontrar na adversidade um motivo para sorrir.
    Um beijo na alma, e tenha uma semana excelente e feliz!

    ResponderExcluir
  12. Querida Zilani,
    olhe eu aqui mais uma vez. Amiga a medida em que lia seu poema ia me lembrando da música de Gonzaguinha "Sangrando". Ao final do poema concluí seu poema "Marcas da Vida" é nada mais, nada menos do que a leitura pura e simples das entrelinhas existentes na alma dessa música. "Sangrando" é a parte física e "Marcas da vida" é a alma do ser que sangra.
    Bem, as vezes sou meio louca, não consigo expressar o que a arte cauda em mim.
    Bjos minha querida. Até o nosso próximo encontro.

    ResponderExcluir
  13. Que lindo poema, meu Deus!

    A sua sensibilidade, amiga, está nele extravasada, o que muito me emocionou, em especial esses versos:
    "Buscando amor, em toda noite, desvairado,
    Só encontro dor, no rosto da mulher pintado,
    Na tela da vida, com suor do gozo, colado,
    Em cada corpo, na aquarela escura, retratado... "

    Feliz terça feira, amiga!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  14. Oi Zilani,
    Fiquei encantada lendo seu poema... Me tocaste a alma!
    Foi escrito com uma grande maestria.
    Fiquei muito feliz com sua presença. Obrigada!
    Ja sigo, e com certeza que voltarei pra ler.
    Um grande beijo no coração.
    Uma doce semana!

    ResponderExcluir
  15. Passando para desejar uma 4ªF iluminada e repleta de bênçãos! Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. obrigada vc tbm!!!
    :)

    bom fim de tarde!!!
    e vc,sempre q quiser apareça la tbm..
    bjOOO

    ResponderExcluir
  17. Zilani,que lindo blog, com abertura linda nessa música de Charles Chaplin,lindo poema, a vida deixa marcas mesmo, ainda bem, sinal que vivemos,abraços minha nova amiga!
    Ivone

    ResponderExcluir
  18. Poema sofrido mas muito bem escrito,
    Gostei muito de conhecer seu espaço,
    lindo seu blog ,
    Seja sempre bem vinda ao meu blog,
    beijos de luz

    ResponderExcluir
  19. Só pra dizer-te: Lindo demais!
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  20. Minha amiga a vida vai deixando marcas ao longo do nosso caminho. Umas de dor e saudade, como a partida de alguem que muito amamos, outras de alegria e felicidade como o sentir a presença dos amigos, principalmente em momentos dolorosos. Muito obrigado pelas suas palavras de conforto, que Deus Pai ilumine hoje e sempre o seu caminho. A net tem esta magia, a de sentirmos que não estamos sós.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  21. Zilani querida,
    Estou colocando comentários para minhas amigas em dia, pois como as férias nos impede de nos comunicar, fiquei devendo muita coisa para minhas queridas amigas.
    Vivemos, eu e meu marido, sempre em férias, mas nessa época a casa fica cheia de familiares que chegam e saem a todo instante, o que nos dá imenso prazer. Agora, por exemplo, já estamos sós novamente e com saudades dos filhos, netos e bisnetos que já retornaram para seus lares.

    Acabou de chegar uma neta com seu garotinho de 6 meses, meu mais novo bisneto, e mais uma outra bisneta, que irão passar o final de semana conosco. Beleza, assim ameniza a saudade deixada pelos que já retornaram.

    Como sempre, tuas postagens são lindas, leio-as sempre no recanto e agora aqui no blog. Ayres está reclamando que não o visitaste mais.Ele reclama de chorão que é. Eu quem deveria chorar, pois como vês não tenho quase visita, a não ser das amigas de sempre.
    Com carinho

    ResponderExcluir
  22. obrigada pela visita...

    vc escreve lindamente...


    bom final de semana...

    bjo!

    Zil

    ResponderExcluir
  23. Oi Zilani, que lindo o post!
    Tenha um ótimo fds com toda a sua família, bjus...

    ResponderExcluir
  24. Quando chegamos a este estado, só mesmo os braços do Pai para nos dar guarida. Lindo texto Zilani, obrigado por seu convite, agora sou seu segudor! OBS: adorei o seu blog.

    ResponderExcluir
  25. Minha amiga passei para desejar uma excelente semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  26. Minha amiga, ainda bem que Ele estará sempre de braços abertos e estendidos para acolher aqueles que buscam alento, paz e esperança.
    Um abraço fraterno, e uma boa semana para ti e os teus.
    beijos.

    ResponderExcluir
  27. Sentidos versos y preciosa música.
    Un beso.

    ResponderExcluir
  28. Belíssima poesia querida poetisa Lani!É...O tempo passa, e com ele aprendemos que nada é por acaso e tudo na vida tem um preço....Então vamos plantar o bem para colhermos só semente de amor e paz!O diferencial da vida,é viver com amor e buscar diariamente o verdadeiro sentido de existir,ser feliz e estar com Deus!Daqui envio um abraço de paz e luz!Belíssima música!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.