Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A DESPEDIDA



     Voz entrecortada,
     Lágrima suspensa,
     A mão estendida,
     Tremula, na despedida!

     Choro sentido, só por dentro,
     Na boca um sorriso,
     Um arremedo,
     Da alma, um lamento!

     Seu canto é um gemido,
     Chorado, seco, doído,
     Palavras sussurradas, ao vento,
     Que não alcançam seus ouvidos!

     Cantando sua desdita,
     Na vida não mais acredita,
     Soltando a voz para ganhar a vida,
     E no fundo de um copo, fazendo a despedida!

     Na canção triste está sua história,
     Seu amor partiu, foi embora,
     Levou consigo sua alma dorida,
     E a deixou aqui, só...  Vazia... Quase sem vida!

        Lani

26 comentários:

  1. Olá, Zilani!

    Despedida, é quase sempre sinónimo de tristeza, lamento interior dificilmente contido.
    E este é um lindo poema triste, descrevendo com muita sensibilidade essa hora da partida; parabéns!

    Beijinhos.
    Vitor

    ResponderExcluir
  2. Não gosto de despedidas...
    sempre choro no final.
    beijos

    ResponderExcluir
  3. Qualquer despedida tem o gosto de fel...seja por motivo que for. Conforme o motivo, ainda deixa o ódio, rancor, ressentimentos.
    Você já notou que os sons das palavras já diz alguma coisa? Olhe só como é dura esta palavrinha! E veja como é diferente da palavra saudade!

    beijo, amiga! Apesar de tudo, um poema muito bonito.
    Tais

    ResponderExcluir
  4. Oi Lani!
    Despedidas são sempre tristes...
    Mas o poema é belo e retrata a dor da difícil hora do adeus.
    Adorei!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  5. Querida, como você escreve lindamente, é triste a despedida que você retrata, mas são coisas da vida...parabéns, amei cada palavra viu...beijos

    ResponderExcluir
  6. Ai, as despedidas...
    Muito sensível teu soneto, Zilani.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. São assim as despedidas...tristes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. En un segundo decimos hola, ¡pero lo que tardamos en despedirnos!... y luego lo que duele. Me encantó tus versos de despedida.

    Gracias por el traductor. Yo he puesto otro al final de la página. Espero que funcione también como éste.

    Besos Zilani.

    ResponderExcluir
  9. Muito bonito o teu blog, teus poemas são gostosos de se ler com certeza voltarei mais vezes, já estou lhe seguindo também escrevo alguns versos se desejar da uma passadinha no meu, me sentiria honrado com a sua visita http://joselito-expressoesdaalma.blogspot.com se gostar segue lá, parabéns pelo espaço!!!

    ResponderExcluir
  10. Tristeza bem trazida na poesia, linda despedida...beijos,chica

    ResponderExcluir
  11. Oi Zilani, bela poesia! Linda!
    tenha um ótimo final de semana, bjus...

    ResponderExcluir
  12. Oi querida com saudades fiquei então aqui cheguei. rsrsrsrs.
    Como a nossa alma chora nas despedidas. Parece o fim.
    Tenha um ótimo fim de semana.
    Vou me despedindo, sem dor, pois sei que vou voltar.
    Bjos no coração.
    Tchau.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, Zilani.

    Linda poesia!!
    Ela é real em muitas vidas, infelizmente!

    Muitas bênçãos.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    ResponderExcluir
  14. Por um breve momento sou eu mesmo, diferente, sofrido pela dor intensa da ausência. Sua postagem de despedida pode nos levar ao encontro de um novo tempo,uma nova perspectiva de vida, um novo recomeço de vida, nova, despida do passado que se foi.Beijo grande de quem gostou de sua postagem.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  15. Minha querida

    As despedidas são sempre momentos de tristeza...mas é a vida.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  16. Querida Zilani! Fiquei tão feliz quando te vi no Blog! Seja sempre bem vinda! Tu escreves divinamente!E falar sobre despedida não é fácil...E colocaste de uma maneira suave, romântica! Lindo! Aparece mais vezes! Quanto às letrinhas da verificação de palavras, na lateral direita de meu blog tem um selo "Eu odeio verificação de palavras", clica nele e lê o post, se mesmo assim ficarem dúvidas, estou à disposição! Bjão! Ótima segunda-feira!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lani! Obrigada pela sua visita e comentário em meu blog. Naveguei pelo seu e, deliciei-me com seus poéticos textos e românticos e reais poemas; além de dançar com Djavan... Lindo! Lindo! Abraço da Célia.

    ResponderExcluir
  18. Os gemidos da *dor de amor podem nos deixam assim: "alma dorida"...quase sem vida!
    Boa semana, fica com Deus; Paz pra ti.
    Mery*

    ResponderExcluir
  19. Olá Zilani!Obrigada por sua gentil visita em meu blog!
    Quanto ao teu post,gostei.Despedidas são sempre tristes e doem muito,principalmente se vamos nos separar de quem mais gostamos...Bjos!

    ResponderExcluir
  20. As despedidas são sempre momentos de tristeza...mas é a vida.

    Muito bonito o teu blog, teus poemas são gostosos de se ler com certeza voltarei mais vezes.

    Um beijinho desde o Caribe...

    ResponderExcluir
  21. Realmente me senti no meio desse poema...que fala da despedida e de quão árdua ela é ao coração. Seus versos me inspiraram e mudaram minha madrugada, me fizeram pensar no quanto eu sinto que fujo de mim mesma, talvez, mas tudo ficou em uma história. Quem sabe as coisas mudem em seguida!

    Escreves muito bem! Legal que você é gaúcha como eu.rsrs

    Bjos e Bom Dia! =D

    ResponderExcluir
  22. Zilani, Querida

    As despedidas sempre foram tristes pela similitude com a sensação de perda.
    Quando se Ama, a simples separação já se torna angustiosa como se fora uma despedida.
    Um lindo Poema, Amiga.

    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Oi Zil...
    ¨Uma mulher é capaz de calar uma multidão com seu silêncio,
    provocar uma tempestade num copo dágua mas derreter um
    coração com suas lágrimas! Consegue sorrir diante da dor,
    demonstrar sua coragem perante o medo e, mesmo sem batom,
    dizer: EU TE AMO com toda intensidade do vermelho!
    Porque o coração de uma mulher não bate, toca música,
    encanta! E independente do ritmo: tem dias de samba, rock, tango…
    Afinal seu coração sempre sussurra uma canção de amor!¨

    Parabéns pelo seu dia. Muita Luz e paz, sempre!
    "Feliz Dia Internacional da Mulher"

    Amiga...Minha gatinha Nina está participando do sorteio da Kika e vim pedir seu voto...a a votação é até dia 11/03...
    http://kikaeassuasideias.blogspot.com/
    A regra para votar: 1-Seguir o blog da kika 2-Deixar no comentário o seu voto...A Nina está concorrendo como Nina 26...Agradeço desde já...
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  24. Lindo poema, como tudo que cada mulher leva dentro de si...

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.