Seguidores

Recanto das letras

sábado, 11 de abril de 2015

ABDICAÇÃO !


Vejo-me ali, pela fresta da porta,
Sou eu, nua e crua, quase morta,
Rolam as lágrimas, mas, não me importa,
Ser pelo mundo, friamente julgada...

Cerro os punhos, ferindo com as unhas, as mãos,
Parada, sem defesa, sem reação,
Todos os dedos em riste, em minha direção,
Bato no peito e digo, - Pequei, mas, nunca por omissão...

Não permito que fechem a porta,
Quero ver-me, curvada, entregue, exposta,
Se tudo para mim, hora se acaba,
Descerei com dignidade os degraus de minha escada...

E, ao chegar ao último, ao derradeiro,
Quero que vejam uma a uma, as rugas de meu rosto,
E o esgar que entreabrir meus lábios, puro escárnio,
Seja, a irônica gargalhada...  De quem, pela vida toda,
Teve o riso... Aprisionado na garganta...


      Lani  ( Zilani Celia)

68 comentários:

  1. (^‿^)✿

    Coucou et merci pour cette belle publication j'adore ! ❤

    Je te souhaite un bon week-end

    Grosses bises de l'autre bout du monde !!!!

    ResponderExcluir
  2. Adoré tu poema Zilani ! Maravillosa entrada.
    Mil besos.
    Feliz domingo !

    ResponderExcluir
  3. Hoje estou de passagem para deixar
    um beijo com muito carinho.
    Desejar um feliz e abençoado Domingo.
    Amigos é sonho e a realidade mais linda.
    Um abraço minha saudade e todo meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Que a vida seja simplesmente uma imensidão de felicidade ,que cada amanhecer seja sempre cheio de esperança ,um belo momento de poesia querida amiga ,muitos beijinhos no coraçao.

    ResponderExcluir
  5. Uma atitude corajosa nesse belo poema, cara Zilani.
    Desejo-lhe um bom domingo.
    Bj
    Olinda

    ResponderExcluir
  6. "Descerei com dignidade...": uma atitude certa!
    Parabéns pelo poema.
    Bom domingo

    ResponderExcluir
  7. Uma atitude corajosa e sempre difícil.
    Muito bom o poema
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderExcluir
  8. Aceitar-se e partilhar a nossa real pessoa, nossa identidade plena, ainda que nos faça sofrer, mas com certeza, o olhar de nossa alma supera isso tudo! Lindo confessar-se!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. E que as portas nunca se feche pra vc
    para continuar entre nós amigos e fazer poemas
    tão bonitos elogios minha poetiza que adoro
    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  10. Zilani, maravilhoso poema, a parecer muito um bonito epitáfio. Quem gosta do género, não desdenharia do poema, para o efeito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. O grito pela dignidade!
    Belíssimo poema, Zilani!
    Bjo :)

    ResponderExcluir
  12. Uma alma aberta, autêntica, que reconhece a imperfeição humana. Não pecar por omissão é benévolo, pois descer não será fruto do silêncio. Belo! Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Olá Zilani. Venho retribuir sua visita. Gostei muito do seu blog. Tem uma energia muito positiva. Já estou a segui-la. Vamo-nos visitando.

    Bjs

    Isabel Gomes

    http://osmeusremedioscaseiros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. UN TEXTO MUY BIEN GESTADO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  15. oI Zilani...será possível isso? chegar ao final com toda essa garra?
    É preciso muita força e determinação de luta...um verdadeiro ato heróico.
    Só para alguns...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  16. Querida, irei fazer uma postagem, amanhã ou depois, onde deixarei o link da gravação. Então poderás ouvir...:)

    ResponderExcluir
  17. Zilani,

    Que poema lindo e encorajador.
    Passei pra lhe desejar uma linda semana! Abraços

    ResponderExcluir
  18. Oi Zilani,amei os versos e é assim mesmo,chegar com muita garra e vivência vendo as nossas rugas,enfrentando-as com orgulho,sem esconde-las,pois são marcas da nossa maturidade.
    bjs amiga e um ótimo inicio de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  19. Elogiar as tuas criações é como chover no molhado. Poema belo e extremamente expressivo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. Somente o/a autor/a (as vezes nem ele/a) sabe o significado real que inspirou uma poesia...
    Mas esta parece ter a ver com o destemor de encarar as consequências finais de suas ações...
    Tipo: "vivi do meu jeito"!
    Mas, isto é uma interpretação minha...
    Lindo poema, Zilani. Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Triste, talvez, Zilani... mas lindo! Boa semana.

    ResponderExcluir
  22. Com o tempo carregamos erros e acertos, mas ao chegar lá na frente devemos estar fortes com toda a dignidade presente.
    Tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  23. Que lindo poema Zilane, e é assim que devemos ser!
    Repletos de garra!
    Quem é perfeito?
    Beijos querida amiga, e boa semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  24. Olá Zilani! Que belo poema!
    Digno de aplauso!!!
    Gostei muito do seu blog, e já estou por aqui!!!
    Beijos e beijos
    Tenhas uma ótima semana!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. O tempo passa só não passa o carinho que
    sinto por você.
    Fico triste por minha ausência nesse mundo
    onde fiz as mais belas amizades.
    Estou passando para deixar um carinho
    coisa , q sempre fiz a mais de dez anos.
    De repente terei ainda oportunidades
    de um retorno triunfal de feliz.
    Hoje estou aqui para desejar
    uma abençoada semana.
    Muita paz saúde e alegria em seu viver.
    Beijos no seu doce coração.
    Evanir .

    ResponderExcluir
  26. Oi Lani querida, que lindo!
    Tenha uma ótima semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  27. Forte e corajosa...enfrentando a vida de frente, porém...sorria....vale a pena!!!!

    Uma linda semana,

    beijinhos, Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  28. Olá, Zilani.
    A dignidade até ao último momento. Que seja.

    bjn amg

    ResponderExcluir
  29. oi Zilani,
    Um riso que foi lá no fundo da alma buscar com garra a dignidade e a força.
    Muito lindo.bjs

    ResponderExcluir
  30. Olá Zilani! Passando para agradecer a tua visita e gentil comentário, assim como apreciar este teu belo poema. Acredito que a pessoa deve ser autêntica acima de tudo e para tudo.


    Beijos,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  31. Querida amiga Zilani...sente-se cada palavra cada verso, cada estrofe com a força de uma tempestade, tal a vivacidade e pintura poética. Belíssimo!
    O meu abraço!

    ResponderExcluir
  32. Dignidade é única, lindo.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  33. Bom dia Zilani.
    Que poema profundo, vindo de uma alma nobre. Um feliz dia.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  34. Dignidade , direito inerente ao homem . Belo poema , Zilani . Parabéns ! Beijos

    ResponderExcluir
  35. Um poema profundo e cru sobre o frio julgamento dos outros, e sobre a coragem de surgirmos nus apesar de todos os erros, todos as fraquezas.
    Muito belo, Zilani. A tua poesia é de excelência.
    xx

    ResponderExcluir
  36. Maravilhosa reflexão em versos...quiçá se tivesse sempre a coragem de enfrentar a crítica alheia, quase sempre destrutiva e fútil.
    Feliz fim de semana, Zilani!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  37. Oi!!! Que maravilhoso texto! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  38. Olá Zilani,

    O poema é lindo, intenso e tocante.
    Ninguém tem o direito de julgar ou apontar o dedo acusador para quem quer que seja, já que somos todos sujeitos a falhas, seja por ação ou omissão. Cada um é cada um e cada qual sabe de si e de sua própria vida. Coragem é enfrentar os julgamentos com dignidade, que há de ser preservada em qualquer circunstância. Triste será sempre uma vida com o riso preso na garganta.

    Muito belo.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  39. Zilani,

    Espero que tenhas melhorado, minha amiga! Percebi, em seu comentário em meu blog, que dias difíceis vieram, de dores, de perdas profissionais... Mas tudo passa, e eu espero que os piores momentos tenham passado e você se recuperado!
    O poema, aqui, é brilhante como tudo que sai de ti. Mostra o ser humano nu, consciente de suas falhas e do julgamento que acompanha cada uma delas... mas quem julga? Outra pessoa falha e imperfeita, ainda que tenha sabido ou desejado encobrir seus defeitos. A dignidade humana é um direito que nos cabe, a todos, sempre, em qualquer situação.

    Um beijão, deixando meus melhores votos para este fim de semana! Se cuida!

    ResponderExcluir
  40. Quanta beleza nesta melancolia...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  41. Oi Zilani! Como está, minha amiga?
    Fiquei pasmo com seu poema. Li e reli. Majestoso!
    Sua musicalidade se expressa em cada palavra e verso, cadenciando as verdades expostas em cada argumento. Só posso arrematar que é brilhante, bela poeta!
    Um grande e saudoso abraço!

    ResponderExcluir
  42. Boa noite Zilani.
    Vim lhe desejar uma linda semana e lhe agradecer pelo carinho.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  43. Simplesmente maravilhoso.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  44. Forte e impactante poema.LINDO! Adorei,Zilani! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  45. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  46. Oi Zilani ! Vim retribuir a gentileza, e encontro um jardim de poesias ...Bravíssimo ! Escreve lindamente ! Obrigado pelo interesse em,: Curvas,retas e esquinas ! Estou te seguindo e admirando ... beijossss

    ResponderExcluir
  47. Perfeito, belíssimo...
    Ninguém conhece ninguém,já que aprisionamos "na garganta", o que realmente somos...
    Beijos, Zilani!!!

    ResponderExcluir
  48. Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, assim como desejar muita saúde e paz para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  49. O mundo vai sempre apontar-nos dedos, mas temos de nos manter firmes e manter a dignidade, por nós. Mesmo que aquilo que para nós é digno não o seja para os outros porque no final somos o que somos e temos valor por isso mesmo, desde que permaneçamos fiéis a nós mesmos.

    ResponderExcluir
  50. Parabéns, Lani, pelo seu intenso e reflexivo poema! Grata, pela sua carinhosa visita! beijos ternos,

    ResponderExcluir
  51. Grito de abdicação, de for e força para lutar!
    Belo poema.
    Big abraço e adorei sei cantinho poético.

    ResponderExcluir
  52. Oi Zilani!
    Poema lindo, forte e intenso!
    Beijo carinhoso! Tenha uma feliz semana!

    ResponderExcluir
  53. Somos o que somos... até final. Muito bonito, bjusss

    ResponderExcluir
  54. Oi Zilani
    A musicalidade do poema é tão intensa que nos faz curvar diante belíssima expressão poética minha querida
    Um soberbo grito à dignidade humana
    Tenha um lindo dia
    Beijos

    ResponderExcluir
  55. Aguardo o próximo post, Zilani. Boa semana!

    ResponderExcluir
  56. Querida Zilani,
    Muito obrigada pelo carinho e sinceridade em meu cantinho. Adorei sua presença, seja sempre muito bem-vinda e este seu, já estou seguindo com todo prazer porque além de lindo, estas músicas são tudo de perfeitas! Beijos no seu coração e muito obrigada por seguir-me.

    ResponderExcluir
  57. Nada fácil chegar ao fim com toda essa garra! mais um belo momento de poesia querida amiga.
    Bjs

    ResponderExcluir
  58. Me emocionei, Zilani. Que bela postagem. bjs

    ResponderExcluir
  59. Parabéns, o poema é sublime! Gostei muito!
    Bjs

    ResponderExcluir
  60. Lindo seu poema Zilani, forte, instigante e corajoso.
    Tem que ser assim, "descer com dignidade".
    Amei o poema reflexão, um abraço e feliz fds e agradecida por sua doce visita.

    ResponderExcluir
  61. Nunca é tarde para que libertemos de vez o nosso sorriso.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  62. Lindo Zilani . Degustei cada verso . A aceitação do próprio ser pecador ou não é que traz o aprendizado. Bjs

    ResponderExcluir
  63. Olá Zilani! Como o sábado já está por findar, deixo a ti os meus votos de um domingo esplendoroso...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  64. Zilani. Um poema belissimo! com carinho Monica

    ResponderExcluir
  65. Tão tão lindo! Gostei muito!
    Bjs

    www.lucadantas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  66. Amiga Zilani! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  67. Boa semana, Zilani. Aguardo o próximo post, amiga!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.