Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 27 de abril de 2015

APENAS ILUSÃO !

 Deslizar a cada noite, na escuridão que assusta,
Estender a mão para o vazio,
Encontrar o nada em cada curva,
Estremecer ao sentir, do próprio corpo, o frio...

Que lhe gela a mente, degrada a alma,
Desviando os passos, da meta antes traçada,
Na palidez do rosto, estampada a mágoa,
E o imponderável, de uma mente desvairada...

Ter medo ao farfalhar da folha,
Não permitir que a natureza o acolha,
Descrente, não beber da água fresca,
Queimar-se ao sol, sem perceber a sombra...

Chorar sozinho a lágrima que queima,
Ter solidão, como única companheira,
Contar estrelas em noite enluarada,
E, procurar nas nuvens... A imagem da mulher amada...

    Lani ( Zilani Celia)




56 comentários:

  1. Boa noite Zilani.
    Que poesia linda , gostei muito de ler. uma feliz semana amiga.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  2. Poema bonito, Zilani. Ilusões nas quais a gente se perde, mas talvez ilusões que nos mantêm vivos também. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Amo ler sus poesias saõ sempre cheia de
    muita ,paz alegria ,amor..enfim coisas que
    agrada o coração elogios sempre minha linda

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Lani.
    Concordo com o Carlos.
    Vivemos em algum tipo de ilusão que acaba nos fazendo bem, mesmo sabendo que a realidade fará nossos pés ao chão, mas esses doces momentos são de um inegável contentamento.
    Vá ao blog, é só clicar na página inicial se não conseguir entrar.
    Ele está com essa frescura.
    Tenha uma semana de paz.
    Amei ler-te.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  5. Um poema lindo, que encanta e emociona...é um prazer ler vc!!! abraço, ania..

    ResponderExcluir
  6. Vejo em sua poesia uma mente desesperada grita, mas ninguém a ouve. Me identifiquei com seu texto. É bem profundo e pessoal. Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite amiga!
    Sua poesia é linda... como todas as que escreve!
    Adoro ler-te minha querida! Que Deus nunca lhe tire essa inspiração
    maravilhosa... Beijos no coração com meu carinho, em Cristo.* Tenha uma semana abençoada!
    Josélia

    ResponderExcluir
  8. Oi, Zilani...a perda de um amor e a desilusão é um momento cruciante da alma onde se perde o sentido da vida...mas o tempo com sua força curadora faz renascer a esperança e de repente não se sabe o porque de tanta angústia.
    um abraço

    ResponderExcluir
  9. Zilani,
    Belíssimo poema! Sempre com lindas inspirações!!
    Ando sumida estou sem PC.
    Beijos e feliz semana!
    Amara

    ResponderExcluir
  10. Olá zilani a noite como a madrugada de "ruidoso " silêncio me encanta e me desperta. .. nesse instante sinto a solidão tal e qual expressada neste belo poema. Obrigado.

    ResponderExcluir
  11. Olá zilani a noite como a madrugada de "ruidoso " silêncio me encanta e me desperta. .. nesse instante sinto a solidão tal e qual expressada neste belo poema. Obrigado.

    ResponderExcluir
  12. Mais uma vez me emocionei com sua profunda e bela poesia, Zilani. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia, Zilani!
    Que poema lindo!
    " Contar estrelas em noite enluarada" é uma imagem maravilhosa.
    Lembrei da minha infância.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  14. Lani...
    Uma Boa 3ª feira!
    Ilusão e solidão juntas numa linda poesia!!...

    Um abraço GRANDE...

    ResponderExcluir
  15. Poesia linda de mais!Amei

    Desejo um dia feliz
    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  16. Como dizem: de ilusão também se vive... Adorei o poema!

    ResponderExcluir
  17. Oi Zilani,suas poesias nos comovem e essa música deixa-nos
    viajar em cada palavra dos seus versos
    Muito linda.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  18. Estados de vazio e de solidão são uma via rápida para o fechamento do ser. E sonha-se...
    Bela construção poética, Lani.
    Bjo :)

    ResponderExcluir
  19. Lani, achei no poema uma bonita imagem, de apelo ao otimismo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Uma linda e profunda ilusão que nos enternece a alma querida amiga ,muitos beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  21. É a ilusão que nos mantém vivos, sobretudo quando a realidade não chega.
    Belo poema, Zilani!
    xx

    ResponderExcluir
  22. Fiquei sabendo do impedimento que a deixou afastada. Espero que esteja já totalmente recuperada porque este filão é de valor.
    A vida é a ilusão. Quem não a tem vive amargurado.

    ResponderExcluir
  23. Oi Zilani ! Que poesia suave, singela, e cheia de delicadeza ...Uma poesia que nos puxa para dentro dela...Parabéns poetisa ! Beijosssss

    ResponderExcluir
  24. Oi Zilani ! Que poesia suave, singela, e cheia de delicadeza ...Uma poesia que nos puxa para dentro dela...Parabéns poetisa ! Beijosssss

    ResponderExcluir
  25. Gosto de passear entre a saudade e a realidade. Incorpora-me nas mais diversas situações trazendo-me a paz e o equilíbrio no conforto de ser só.
    Mais um belíssimo poema, Zilani!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  26. Efeitos da saudade, que traz melancolia e solidão. Um caminho por todos conhecido, creio. Mas nunca nos desligamos da ilusão, por vezes benéfica companheira. Muito lindo! Bjs.

    ResponderExcluir
  27. A melancolia do poema, mostra a dor, a solidão, a mágoa...
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  28. o poema é nostálgico e sofrido, mas deixa uma imagem de alguma esperança, mesmo que seja e só a ilusão que nós próprios tecemos e vivemos.
    gostei!
    :)
    beijo

    ResponderExcluir
  29. Olá Zilani :)

    Obrigado pela sua visita e pelas suas Palavras deixadas lá no Refllexos ... aqui vim e gostei muito desta sua Casa ...

    "Estender a mão para o vazio,

    Encontrar o nada em cada curva," ... palavras sentidas e cheias de realidade em tantas vidas ....

    Um Beijo de Amizade :) ... Voltarei mais vezes

    ResponderExcluir
  30. Vim agradecer a visita e pedir desculpas pela minha ausência por aqui.
    Aos poucos estarei voltando a visitar os blogs que tanto gosto, como o seu.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  31. OI AMIGA ZILANE
    Que lindo amei. Muito triste,Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque. Um beijinho.

    ResponderExcluir
  32. Amiga Zilane..
    Mesmo estando muito ausente nesses últimos temos
    quando consigo fazer um pouco de visita me sinto feliz.
    Adorei seu poema como sempre minha amiga.
    Um feliz e abençoado final de semana beijos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  33. Dramático, desesperado e bonito, este poema...
    Mais um fruto da tua mente inspirada...
    Abraços, Zilani!

    ResponderExcluir
  34. Ótima obra, Zilani!
    Sempre reflexiva, sentimental, verdadeira!
    Grande abraço, sucesso e ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  35. Olá Lani!

    Ilusão ou distração, a verdade é que a maior parte das vezes passamos pela vida, o tempo todo a trocar os papeis.
    Mas no sonho, tudo se passa de forma diferente, é o nosso momento de liberdade em que até o impossível se torna possível e as emoções surgem em avalanche...
    Gostei muito do poema, para além de reflexivo, muito intenso, como é hábito na tua escrita.
    Tenho estado ausente da blogosfera, mas já não aguentava as saudades...

    Beijinho meu

    ResponderExcluir
  36. Olá, Zilani, lindo poema, ilusão faz parte dos nossos sonhos, uma pitadinha até faz bem! Caso contrário a vida fica dura demais. Lindo o final...
    Beijo grande, amiga!

    ResponderExcluir
  37. Estimada, Zilani.

    Quimeras.
    Quão doces, são as quimeras. que embriagadas, parecem ilusões.
    Desejos de um bom fim de semanas

    ResponderExcluir
  38. UFFFFF, MUY TRISTE FINAL.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  39. Como sempre, minha querida Zi, magnífico!!!
    Você tem o dom de tecer palavras com um ritmo e rimas encantadores!
    Maravilha!
    Bjsssssssssssssssssssssssssssssss, quérida!
    Deus a abençoa!

    ResponderExcluir
  40. Linda poesia,Lani!!Sempre inspirada! CUCA agradece o teu carinho e o da tua CANDY! um beijos e tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  41. Espero que o personagem se reencontre, perder-se na solidão das lembranças causa sobrevida, e não vida de verdade. Um abraço!

    ResponderExcluir
  42. Na maioria das vezes a solidão machuca e dor um tormento
    Tomara que seja apenas um momento porque tudo que se arrasta por um longo tempo perde as chances de se reencontrar
    Um belíssimo poema Zilani
    Beijos e uma boa semana

    ResponderExcluir
  43. Por vezes vivemos de ilusões e isso nos dá alento. Bonito poema!
    Bjs

    ResponderExcluir
  44. Que lindo Zilani

    Sentimentos a flor da pele.

    Boa semana.
    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  45. Oi Zilani ! Passando para desejar uma ótima semana ! beijos e abraços !

    ResponderExcluir
  46. Oi Zilani ! Passando para desejar uma ótima semana ! beijos e abraços !

    ResponderExcluir
  47. Belo, Zilani! E me trouxe à memória um célebre dito popular: "Há ilusões que valem uma vida, mas não vida que valha uma ilusão". Muito bom, amiga; boa semana!

    ResponderExcluir
  48. Olá, querida Zilani
    Ainda há pouco, chorei sozinha uma lágrima que ferveu... mas passou... Lindos versos verdadeiros!!!
    saudade de passar por aqui mas estou a mercê da bisa e netinhos...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  49. Maravilhoso e pungente poema...a tristeza e a falta de esperança que o perpassam comovem, mas a beleza da criação emociona. Quando nada diminui a dor, quando nada sacia a sede, buscar nas nuvens o amor é a saída dos desesperados.
    Um grande abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  50. Oi Zilani! Passando para me deliciar com mais uma das tuas belas criações, Momentos de solidão permitem viagens agradáveis, mesmo fantasiosas.

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  51. Obrigada pela tua visita ao meu blog, e pelas simpáticas palavras. Aqui, encontrei um ambiente calmo com o teu soneto a lembrar-me Florbela Espanca, e o "My way", que nos leva onde nós quisermos!
    Um abraço deste lado do oceano:)))

    ResponderExcluir
  52. Olá Zilani,passando para lhe desejar um Feliz dia das Mães.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  53. Olá Zilani , passando para reler o Poema e desejar-lhe um Ótimo Fim de Semana :)
    Beijinho

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.