Seguidores

Recanto das letras

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

RECORDAÇÃO FUGAZ...





 Um som forte e vigoroso em sonho me desperta,
Identifico pouco a pouco os acordes de uma orquestra,
Afasto a cortina do tempo que me impede a visão,
E lá estamos nós, jovens, rodopiando no salão...

Magistralmente os músicos executam Ravel,
Os lustres mais parecem estrelas dependuradas no céu,
Os cristais com seus reflexos formam um colorido véu,
Enquanto a brisa me traz o odor suave de Chanel...

Sorrio e agradeço ao tempo, enternecida,
Deito a cabeça no sofá, já quase adormecida,
A música me embala e minha mente vivencia,
Esta volta ao passado, de outra vida, que eu vivia...

A cortina, contra minha vontade, teima em descer,
Tento abrir mais os olhos, quero continuar a nos ver,
As luzes das lembranças se apagam no salão,
Nossa imagem se esvanece... E meu esforço, é em vão...

     Lani

63 comentários:

  1. Lindo poema, Zilani. Com uma boa dose de tristeza e melancolia também. Bjs

    ResponderExcluir
  2. BOA NOITE MINHA QUERIDA !
    VIAJANDO NO TEU POEMA ,TRAGO UMA MELANCOLIA ...MAIS NO LUXO DAS PALAVRAS PEDALO NOS LINDOS VERSOS ...
    BJS DE BOA NOITE !!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Lani, as suas composições poéticas são ricas pelos conteúdo e rimas, amei.
    Qto a sua pergunta, qdo se escreve a quatro mãos, penso que a influencia é mútua, contudo, a produção do texto infantil só foi possível devido a influencia da Déia. Os posts são publicados na quarta e domingo. Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Estas doces recordações são o nosso património, algo que ninguém nos pode roubar. Foi uma linda dança, ao som do Ravel (que a minha mãe adora, sempre que ouço esta melodia lembro-me dela).
    Beijinho, um doce restinho de semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema minha amiga, cheio de beleza
    e triste tbém....quando as cortinas se abre
    vemos alegrias ou um vazio a vida é assim
    e vc nesse poema falou tudo eu ameiiiii
    Bjuss com carinho!

    Abraços de boa quarta feira!


    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Zilani.
    Achei lindo,mas sentir um pouco de um sentimento que dói tanto a saudade.
    Passei para lhe desejar um final de semana antecipado rsrs.
    Vou da uma pausa do meu blog.
    Vou buscar tão momentos que no futuro quem sabe me de ótimas lembranças
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Você escreve lindamente sobre melancolia, Zilani.
    Gostei muito do poema!
    xx

    ResponderExcluir
  8. Belo, Zilani!...uma linda evocação desta ou de outra vida que através da música podemos reviver ...as almas sensíveis são capazes de guardar .
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Sensibilidade musical! Serenidade nas palavras! Tudo isso evoca-nos boas e ternas lembranças... Quem não sentiu a "cortina descer" diante de sonhos ainda não realizados? Beijo.
    Célia.

    ResponderExcluir
  10. Poemas exalam sentimentos, e se expressão em palavras.
    Vc os faz muito bem.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  11. Querida que linda recordação ao som dos acordes de Ravel.
    Isto em si já é poesia.Amei.
    Brisas e flores para você.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  12. Oi, Lani!

    Recordar é viver, já todos sabemos.

    Recorde e dance um delicioso bolero de Ravel com seu amor. Vá, se lance nos braços dele.

    Não acorde, por enquanto, sim?

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Recordar , ouvindo Ravel ! Deve ser uma sensação muito agradável !

      Excluir
    2. Olá, Hélia!

      Sei, suponho que o comentário não é para mim, mas digo-lhe que é uma sensação transcendental.

      Bom fim de semana.

      Beijos da Luz.

      PS: Passarei pelo seu blogue. Nunca mais me visitou. Lá terá as suas razões.

      Excluir
  13. Que lindo Lani...obrigada!
    Bjs
    Maria

    ResponderExcluir
  14. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Que mejor sueño entre los compases del maravilloso Bolero de Ravel, quien puede tener mejor fantasía en la mente o el corazón, que escuchar esta obra magistral mezclado con tu poema, no se puede pedir mas porque así se puede tocar el cielo con las manos.
    Un beso querida amiga de la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  15. A cortina, contra minha vontade, teima em descer,
    Tento abrir mais os olhos, quero continuar a nos ver,
    As luzes das lembranças se apagam no salão,
    Nossa imagem se esvanece... E meu esforço, é em vão...

    Linda metáfora !! Quanta magia em cada verso...
    Vim agradecer sua visita em meu blog e retribuir o seguir...rs
    Aproveito para dizer-te que vou linkar seus versos em minha página.
    E lembre-se que sempre serás muito bem vinda em ...
    www.minhasinspiracoes.blogspot.com.br

    abraços

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Zilani. Lindo, mágico, docemente melancólico.

    ResponderExcluir
  17. Essa saudade é dolorida... Pois que traz vaga e doce melancolia no profundo. Lindo seu poetar! Grande beijo

    ResponderExcluir
  18. Minha querida

    São recordações que guardamos no mais profundo de nós, numa doce melancolia.
    Lindo como sempre ler-te. e eu adoro.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  19. Belo e de uma doçura enorme...

    Beijinho

    ResponderExcluir
  20. Como vai, Zilani?

    Primeiramente gostaria de agradecer-lhe a visita em meu blog,
    bem como o comentário feito em um de meus poemas.
    "Recordação Fugaz" é um poema cheio de nostalgia, saudade,
    imagens e sensações, gostei muito!
    Parabéns ao blog e aos poemas.

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  21. Um poema tocante e envolvente! Parabéns Zilani!
    Bjs ♥
    www.viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  22. Olá, Zilani!

    A saudade tem destas coisas:a de quando menos esperamos nos pregar partidas...numa mistura agridoce nos trazer à memória tempos que não foram esquecidos.

    Lindíssimo poema, cheio de encanto e ternura, apesar de tristinho.

    Desejo-te um bom fim de semana, e fica um abraço amigo.
    Vitor


    ResponderExcluir
  23. Oi Zilani! Ficamos com saudade destas recordações preciosas,mas que bom que elas aconteceram e assim podemos recordar sempre!Um beijo,o segundo capítulo já está lá...

    ResponderExcluir
  24. Nostalgicamente belo, perfeito... Aplausos poetisa!

    ResponderExcluir
  25. Um abração, Lani!
    Bonita saudade e expressões belas... Sorrir e Agradecer, dois lindos verbos!...

    Bom Fim de Semana... Muita paz e saúde p você e família...

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    um lindo e emocionante poema, me levou também a me imaginar no passado.
    Bjos e tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  27. Oi, querida Lani!

    Tudo bem?

    Passando para te desejar um excelente fim de semana, preferencialmente com seus amores,.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  28. UN TEXTO QUE ME INDUCE A LA EVOCACIÓN.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  29. Zi,

    Um poema encantador, ligeiramente melancolico, mas falar de sentimentos, amor, sempre leva para esta vertente.

    Beijos e bom fds.

    ResponderExcluir
  30. Quantas vezes buscamos em nossas amizades
    uma palavra de carinho .
    E quantas vezes tem me faltado
    tempo para deixar o carinho que
    gostaria de receber.
    Hoje estou feliz por estar aqui
    para acarinhar sua alma.
    E dizer o quanto você
    é importante para mim.
    Estou deixando na postagem um mimo
    do dias das crianças.
    Não por achar que você ainda é
    uma criança.
    Mais sim a eterna criança que existe em cada um de nós.
    Um feliz e abençoado final de semana.
    Beijos ternos e carinhosos, Evanir.

    ResponderExcluir
  31. Oi Zilani! Como sempre, nos surpreendendo com seus versos enlevados. Por que alguns sonhos acontecem alguns instantes antes de acordarmos e sentirmos que a realidade é bem outra? Ou por que acordamos no melhor de alguns sonhos?
    Abraço e tenha bons dias!

    ResponderExcluir
  32. .

    .

    . talvez um regresso . ao tempo pueril . no qual fomos . a.final . o que hoje somos . por sinal .

    .

    . muito bonito . Zilani .

    .

    . um bom fim.de.semana .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderExcluir
  33. Bom dia, Lani

    Tentei entrar no seu blog, mas não abria, devido a minha lenta conexão.

    Linda poesia com recordações de ternura e Amor

    Um bom final de semana.

    Abraços

    Nati

    ResponderExcluir
  34. Adoro Ravel e também gostei muito do poema. Uma conjugação
    perfeita. Desejo-lhe um bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  35. Ler o poema ouvindo o Bolero é uma harmonização perfeita!
    Parabéns, Zilani!

    ResponderExcluir
  36. A linda juventude. Nostalgia.Por que temos a impressão de que algo ficou por viver? Mágico Tempo. Maravilhoso poema

    ResponderExcluir
  37. Oi amiga Lani!

    Vim desejar para você, um pouco atrasada.Um FELIZ FERIADO.

    E lógico um feliz final de semana. E viva o dia das crianças, elas são tudo de bom.

    Linda a sua poesia, cheia de encantos deslumbrantes.

    Bjs


    ResponderExcluir
  38. Que lindo, Zilani!
    Como não voltar no tempo com você e imaginar um momento de sonho que se perpetuou na lembrança?
    Pois bsta um momento de felicidade em toda a vida, para ter valido a pena ter vivido. Imagina o êxtase que é viver, para aqueles que sabem reconhecer os milagres que acontecem a cada segundo em sua vida.
    Os momentos se eternizam em nossas lembranças, mesmo que de tudo fica apenas um pouco.
    Bom fim de semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  39. Olá Zilani

    Retribuindo sua visita e comentário.
    Desconhecia seu blog maravilhoso, porquanto tenho estado ausente do meu blog, Em breve voltarei! Quanto à musa inspiradora, a foto do poema é da própria musa (que por sinal é brasileira, com a qual estou casado) rsrsrs O meu obrigado pela sua visita. Beijinhos

    ResponderExcluir
  40. Os sonhos mais belos, Zilani, são aqueles que guardamos no coração. Belo texto, boa semana!

    ResponderExcluir
  41. Oi querida amiga, recordações assim nunca mais são esquecidas!
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  42. A beleza da imagem aliada à sensibilidade do poema nos traz à lembrança um sonho bom, daqueles que a gente gostaria não apenas de sonhar, mas também viver.
    Deixo um sorriso no teu olhar e uma estrela no teu coração,
    com meu carinho,
    Helena

    ResponderExcluir
  43. Abraços de boa tarde!!!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  44. Hoje é um dia muito especial
    comemora se o dia do professor.
    È com carinho que deixei no meu blog
    uma homenagem a todos os professores
    também um mimo com muito carinho.
    Eu não poderia deixar em branco
    essa data tão importante.
    Meu carinho a você sendo professor
    ou não.
    Com muito amor te deixo meu abraço
    e carinho.
    E a oferta do mimo é para todos
    quer seja educador ou não,
    pois todos nós temos uma sagrada missão
    de educar nossos filhos.
    Quanto ao professor o dever de alfabetizar,
    Beijos e carinhos , Evanir.

    ResponderExcluir
  45. Lani, hoje vim p abraçá-la pelo seu dia!
    PARABÉNS PELA PROFESSORA/EDUCADORA QUE É!!!

    OS VERDADEIROS MESTRES MERECEM LINDOS APLAUSOS!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  46. Oi Zilani *-* as recordações tem o poder de nos transportar para o passado! e como é bom as lembranças boas né...não queremos acordar,rs
    Parabéns pela maravilhosa poesia!

    Estou muito feliz de fazer parte desse lindo blog
    Um Super Abraço =)
    Estrela,Flores...Melancia

    ResponderExcluir
  47. a cortina do tempo é implacável..
    belo poema

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  48. Bom dia zilani.
    Passei para lhe desejar um ótimo dia.
    Com muitas alegrias.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  49. " Recordação fugaz ", mas bela e quando assim é, por mais nostalgia que nos provoque, queremos que ela se mantenha. E como é bom termos boas recordações, por mais fugazes que sejam. Lindo, amiga! Beijinhos e até sempre
    Emília

    ResponderExcluir
  50. mi tan querida Zilani !! los recuerdos siempre vienen , pero no para quedarse, felizmente.
    ¡HERMOSO !!!
    MUCHOS BESOS.

    ResponderExcluir
  51. Ravel e Chanel uma magnífica combinação
    Lindas recordações, Zilani
    Um forte abraço e um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  52. Olá Lani, e que tudo esteja bem!

    Belíssimo poema, ainda que deveras breve este momento feliz. E, talvez por esta brevidade sintamos a dor da saudade, pois bons momentos lembrados são deveras muitas vezes mais tão breves que no momento vivido, ainda assim é um momento de muito bom sentimento!
    Obrigado por compartilhar teus belos pensamentos de felizes momentos, e também pela amizade que sempre expressa em teus comentários deixados por lá.
    Assim grato eu desejo que seja sempre feito destes e tantos outros belos e intensos momentos o teu viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  53. Oi, Lanii!

    Tudo bem?

    Passando para avisar você, de que parei, temporariamente, meus blogs, tal como deixar comentários, por motivos profissionais.

    Dias felizes.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  54. Como é bom voltar ao túnel do tempo e cair nesse suntuoso salão e sob acordes de Ravel dançar, dançar, até despertar.
    Belíssimo poema.
    Dias sempre inspirados para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  55. Sempre um gosto vir ao seu blogue. Desejo que esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  56. Mais uma de suas pérolas,Zillani.

    Seu blog virou um vício para mim. Quero ler e deliciar-me com muitos!

    Que bom que gostou de seu lindo poema que publiquei.

    Os seus enriqueceram meu espaço e amo divulgar os blogs amigos.
    Muitos comentários sobre sua obra e quem não a conhece,virão visitar.

    Em breve,postarei outro seu,talvez esse. Se me autorizar,tenho uma imagem linda de casal dançando animado.

    Beijinhos com gosto de carinho

    Dryka



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderExcluir
  57. Boa noite querida Zilani!
    Um sonho lindo, embalado por suave melodia. Aliás, seu blog tem uma música gostosa e quanto ao sonho: neste seu poema ficou o sabor de quero mais, já no meu sonho de menina, tens toda razão, me realizo hoje nas asas da minha imaginação. Sempre fui de viajar nas asas dos sonhos, como borboleta!
    Abraços e apareça sempre!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.