Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 1 de outubro de 2013

CONFLITOS D'ALMA...




Nos caminhos da vida há momentos,
Em que só as pedras são argumentos,
Passamos a jogá-las, inconsequentes,
E também a pisá-las, naturalmente...

Ferimos nossos pés, repercutindo n’alma,
Somos algozes de quem conosco caminha,
Cegos, enraivecidos, envenenamos a vida,
E ao amor, que definha e se contamina...

Ao invés de jogá-las, devemos juntá-las,
Abrindo uma nova trilha no caminho,
Para que uma bela flor possa nascer,
Para a ofertarmos, se uma mão se estender...

Se transformariam em joias, as pedras do chão,
Não machucariam, não feririam, ao irmão,
Se lapidadas com amor, pelo coração,
Preciosas...   Seriam doadas, em profusão...

       Lani



62 comentários:

  1. Que lindo, Zilani! Existem coisas bem mais úteis a se fazer com as pedras do que jogá-las nos outros. Tenha uma ótima noite!

    ResponderExcluir
  2. Pedras! Tropeços! Relíquias! Crescimento em nossa caminhada de vida! Trilha sonora de primeiríssima grandeza! Lendo você e ouvindo não há pedra no caminho que não se remova!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Temos que usar as pedras que jogamos e que são jogadas por alguém, em uma escada, para que possamos subir e aprender com a vida.

    ResponderExcluir
  4. sim...as pedras são colocadas no nosso caminho para serem lapidadas e transformadas.. .literalmente representam nossas fragilidades que necessitam serem compreendidas primeiro por nós...e partilhadas pelo outro, somente assim poderemos crescer todos harmonicamente e com um fim comum ,a busca da misericórdia na nossa vida. Ótima e singela postagem, parabéns Zulani!

    ResponderExcluir
  5. Devemos mesmo juntá-las "as pedras" e construirmos um lindo castelo,

    Zilani...Vim te visitar e retribuir seu carinho, te adoro minha linda!

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilani!
    Lindo! "Pedras" são os obstáculos para que possamos refletir, desacelerar, mudar o percurso ou então transforma-las, lapidá-las!
    Tenha uma linda noite!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ótima obra, Zilani!
    Poética e reflexiva!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Oi,Zilani, como encontramos na ´Bíblia há um momento para tudo debaixo do céu :Tempo de se atirar pedras, tempo de recolhe-las...um tempo de guerra e um tempo e paz".Que a paz possa ser construída em nossas vidas e permaneça para sempre.Bela reflexão em seu poema em favor dessa paz.
    Um abraço e obrigada por seu trabalho ...linda imagem!

    ResponderExcluir
  9. Zilani querida ! El camino de la vida lleno de piedras y escollos. Es así. Es la vida misma. ¡Hermosos versos !
    Muchos besos del alma.
    ¡BUENA SEMANA !! ¨)

    ResponderExcluir
  10. Lindo...Quando até as pedras servem para escrever bonitas quadras, então o mundo não pode ser de ...pedra

    Deixo um abraço
    ******************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  11. Como dizem,os tropeços que nos aparecem,nos servem de degraus para uma evolução em nossas vidas.
    Linda reflexão.

    Adorei amiga Zilani.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Que maravilha este poema, de uma reflexão sábia... o exercício da lapidação requer esforço, e realmente as pedras do caminho tem uma excelente influência. Parabéns! Bjss!

    ps: amiga estou a procura de alguém para arrumar meu blog, vc conhece alguém confiável?

    ResponderExcluir
  13. Grande poema sobre as pedras. Maravilhosa inspiração em algo considerado frio e inerte, mas que tanto simboliza em diversas circunstâncias e situações de vida.
    xx

    ResponderExcluir
  14. Adorei!!!
    Lapidar requer dedicação, conhecimento e amor a arte.
    Parabens pela postagem
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema!". É preciso lapidar as pedras com o coração e ofertá-las com amor e gratidão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Que lindo amiga! Assim deveríamos ser sempre; cautelosos e reflexivos, antes de qualquer ato. Talvez, algum dia, essas mesmas pedras que deixamos ao longo do caminho, venham nos ferir. Mas creio, que só assim saberíamos a dor do próximo.
    Bela mensagem nessa poesia! Beijos

    ResponderExcluir
  17. Uma maneira de começar o Outubro com um maravilhoso
    poema. Gostei muito. Ainda bem que gosta de Andre Rien.
    O meu marido passa horas a ouvi-lo(s).
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Zilani.
    Vim lhe desejar um més abençoado de muita paz,realizações ,alegrias e amor.
    Que possamos pegar as nossas pedras e fazer um bom uso delas rsrs.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  19. Um poema para se refletir muito.Parabéns.

    ResponderExcluir
  20. Minha amiga Zilani.
    Em todo tempo , que conheço seu blog e seus belíssimos poemas
    em tempo algum encontrei um poema onde falas de pedras.
    A reflexão aqui é bastante grande mais não perdeu seu encanto de poetisa em cada frase colocada existe um sentimento como todo poeta tem mesmo falando das estrelas.
    As pedras mesmo sendo colocadas em nosso caminho libertamos delas
    ficamos somente com as flores , que nasce entre pedras com uma
    beleza exuberante.
    No decorrer da nossa tão frágil existência haverá sempre pedras mais
    haverá flores multicores a florir seu caminho .
    Que Deus abençoe sua vida minha amiga e poeta , que preso muito , pois você sempre engrandeceu meu humilde blog com seus poemas belíssimos.
    Abraços uma linda tarde,Evanir.

    ResponderExcluir
  21. Lani

    Já per si, o poema é uma pérola das que podemos encontrar a atapetar o nosso caminho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Tudo reluz quando tudo o que fazemos na vida e feito com esse amor que esbanja luz ,e maravilhoso como uma pedra pode transformar a vida de cada um de nos ,nos molda e nos faz refletir como somos tao imperfeitos ,muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Até as pedras se podem coleccionar...com mais ou menos carinho.
    Lindo poema.

    ResponderExcluir
  24. As pedras como elemento construtor...esse é o caminho!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  25. Que a gente consiga pegar em nossas pedras e delas fazer bom uso, já que construir um castelo será difícil.
    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Uma construção onde se aplicassem todos com amor e carinho.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  27. Lani, com amor e graça devemos fazer bom uso das pedras e construir belas edificações... Assim, os conflitos são desfeitos e a alma fica leve...

    De cá das férias, segue o meu abraço...

    ResponderExcluir
  28. Querida Lani
    Que belo poema! Que reflexão!É tão bom quando as pessoas se apercebem de que podem contribuir para mudar o estado das coisas!
    Ah! se tivéssemos o dom de poder transformar as pedras do chão,o Mundo seria realmente muito melhor!
    E ao expormos os nossos conflitos,é como se tirássemos um peso de cima dos nossos ombros!!!
    Muitos parabéns.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  29. Oi, Zilani!
    Temos que elevar os nossos pensamentos para não construir pedreiras que podem em uma avalanche derrubar os nossos sonhos e nos enterrar. Além das pedras, existem flores!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  30. Zi,

    Quando estamos mais sensibilizados, deixamos o mal adentrar na alma. Então sofremos por não saber nos proteger. Somos vulneráveis, mas tambem somos uma fortaleza quando decidimos lutar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Olá, Zilani!

    E este nosso mundo seria bem melhor, se deste sábio e inspirado poema fizéssemos nós o nosso lema de vida...

    Muito bonito; de fazer inveja a quem na matéria é canhestro...

    Abraço amigo; bom fim de semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  32. Querida amiga

    Ler palavras que nos toquem
    o coração,
    é como chegar as estrelas
    nos braços da luz.

    Que haja sempre em ti,
    tempo para estar a sós contigo
    para ouvir a música do teu coração...

    ResponderExcluir
  33. Que poema profundo. Para que contarmos as pedras no caminho, se de alguma forma foram vencidas por nós.
    Muito bonito
    Um abraço. Zilani

    ResponderExcluir
  34. Bela reflexão...o corpo e alama viajando...sempre!! bjinsss de boa noite pra ti

    ResponderExcluir
  35. Oi Zi... Que poesia singela e ao mesmo tempo marcante... Quem dera se todos transformassem as pedras em flores... o mundo seria mais colorido, perfumado e amigo..
    Que minhas palavras te encontrem na mais perfeita paz.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  36. Olá prezada Lani, e que tudo esteja bem!

    Que belíssimo e intenso sentir nestas bem elaboradas palavras em forma de poema, parabéns pelos intensos sentimentos expressados em tão belos versos, e, obrigado por compartilhar!
    Agradeço também por tuas gentis visitas e a amizade expressa nos comentários, e deixo cá meu desejo para que tenha em teu viver sempre a felicidade deveras intensa, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  37. Boa noite minha querida !
    O encantamento do poema vira uma preciosidade e me deixa sempre fascinada ao te ler...bjs
    Deixo um convite bem especial para participar de um momento mais que especial !
    Só visitando o link saberás do que falo...
    http://severaescritora.blogspot.com.br/2013/10/canteiros-da-vida-encontro-da-chica-com.html#links

    ResponderExcluir
  38. Pedras no caminho todos encontram, o que fazer com elas é que faz toda a diferença. Ler as suas palavras ao som desta melodia é mágico, faz-nos acreditar num mundo melhor.
    Beijinho, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  39. Que lindo, Zilani! E é mt mais que lindo, é de grande sabedoria! ;-)
    Bjs e um ótimo final de semana pra vc! ♥
    www.viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  40. Que bom seria se soubessemos apanhar as pedras e com elas fizessemos um lindo canteiro num terreno baldio...feio; com certeza florzinhas silvestres aí nasceriam e logo logo o lugar feio e vazio se transformaria num belo jardim; pedrinhas...pedras...pedregulhos, quanta coisa bela poderíamos fazer com ele, amiga. Já não digo " construir um castelo,", como diz Pessoa, mas pelo menos um belo e liso carreirinho por onde todos passassem e sentissem alegria e conforto. Há pedras em demasia amontoadas nos nossos corações, tantas que nem a luz consegue entrar nele; que sejamos capazes de as lapidarmos para depois as doarmos ao outro; uma luz imensa entrará por fim em nossos corações. Belo, amiga! Parabéns
    Emília

    ResponderExcluir
  41. Olá Zilani!
    Obrigada pela gentil visita!
    Gostei muito do seu poema e da mensagem que ele traz. Pedras, em mãos hábeis, constroem. Uma lição, parabéns! Bj

    ResponderExcluir
  42. Gostei Zilani,é dificil,mas tens razão,em vez de revidar e jogar pedras de volta,temos que transforma-las em algo bom,um novo caminho,por exemplo.Me lembrei desta frase"Pedras no caminho?Recolho todas um dia vou fazer um castelo!"Um beijo!

    ResponderExcluir
  43. Poema lindo e em forma de conselho para refletirmos e muito. Adorei, Zilani. Bjs e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  44. Tantas vezes as pedras são companheiras..Tantas vezes pontapeamos a pedra já partida, para depois juntar os pedaços e reconstruir a alma.

    Belíssimo o teu poema.

    Bom fim de semana

    Bjgrande do Lago

    ResponderExcluir
  45. Oi, Lani!

    Grande dissertação e metáfora você conseguiu fazer com pedras, em seu poema.

    Os estados de alma negativos devemos guardá-los e enfeitá-los com flores, que são as pedras transformadas.

    Na vida/natureza nada se perde, tudo se transforma, já dizia o Químico, Lavoisier, embora de uma forma mais completa.

    Bom fim semana.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  46. A alegria de viver maior que podemos
    demonstrar é quando nossa vida
    esta de alguma forma atingida por algum problema
    em nossas vidas.
    Quanto tudo esta bem é fácil parece termos tudo
    que nada desmorona ,
    que estaremos sempre acima de tudo.
    Eu tenho visto isso no longo da minha vida
    a falta de despreparo para enfrentar
    prováveis empecilhos .
    A fé tem um poder enorme uma das maiores armas
    nos da força e a certeza de
    que nunca estaremos sozinhas.
    Venho agradecer sua presença
    e tenha certeza a verdadeira amizade
    é um amor que o tempo não destrói.
    Todos nós somos passivos de erro
    e dignos de perdão.
    Em minha postagem deixo um cainho
    e uma alerta ,que acredito exponho
    um grande amor por todos.
    Um Domingo na paz e na luz.
    Beijos carinhos e afagos na sua alma linda.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  47. Quantas v ezes, encontramos pedras no nosso caminho! Temos que as lapidar e podem tornarem-se preciosas.
    Gostei dos versos.
    Bom fim de semana

    ResponderExcluir
  48. Boa tarde Lani, ao olharmos uma pedra devemos sempre imaginar a utilidade dela.e tentar transformá-la.. bjks tenha uma semana iluminada

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde querida Zilani, você com esse dom maravilhoso faz pedras transformarem em joias, é uma poesia muito linda e reflexiva, uma lição de vida.
    Parabéns! Deus te abençoe, sempre com esse dom divino!!!

    bjs

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  50. Quão bela é a flor que nasce entre as pedras...
    Lindíssimo poema!
    bjs

    ResponderExcluir
  51. Olá, Zilane. Belo Amiga! Entre pedras, sempre há flores. bjos e boa semana!

    ResponderExcluir
  52. ... e custa tão pouco substituir a pedra da indiferença pela flor aveludada da compreensão! Belo texto, Zilani; boa semana!

    ResponderExcluir
  53. Estou passando para deixar meu carinho
    ler sua postagem que tão bem faz para o meu coração.
    Eu amo acarinhar você! Levo em meu coração
    cada palavra que leio e tua postagem.
    Fico feliz de ser privilegiada
    com sua dedicada amizade.
    Deus abençoe sua semana. Beijos!
    Milhões de carinhos na alma.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  54. Bonito poema, um ode à paz e ao amor.

    ResponderExcluir
  55. Boa arde, Lani. Mais um poema maravilhoso e reflexivo.
    A alma tem seus conflitos, ora estamos em harmonia amando o mundo, ora em total desarmonia com ele e com as pessoas a começar por nós.
    Pedras no meio do caminho sempre encontraremos, partirá da nossa vontade e habilidade em transformá-las em preciosidades, aprendendo a lição que elas tem a ensinar-nos.
    Não crio que seja fácil, mas tentar não custa, é necessário.
    Parabéns, poeta amiga.
    Beijos na alma e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  56. ¡¡ZUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUPS!!
    Por muchas piedras que nos pongan en el camino, lo importante es que sepamos saltarlas aprendiendo no volver o cometer los mismos errores. Un poema lleno de gran sabiduría y hermoso para recapacitar.
    Besos grandiosos de la brujita amiga MORIMÓ.
    "Petra" está preocupada, me dice si aun no has recibido el libro.

    ResponderExcluir
  57. Querida Zilani,"perdi" alguns poemas, e hoje peguei pra por em dia a leitura rsrrs...como sempre tudo muito bonito e reflexivo. Grande abraço querida.Parabéns , como sempre pelo seu trabalho.

    ResponderExcluir
  58. O planeta com os seus salpicos se-mi-preciosos.
    Bj

    ResponderExcluir
  59. Que lindo Lane
    Pedras que você as lapidou e transformou numa linda jóia, o amor.
    Gosto muito dos seus poemas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  60. Que maravilhaaaaaa,Zilani!

    Juntar as pedras para trilhar um novo caminho,recomeçar,ofertar!

    Você é uma poetisa completa,amiga?

    Por que não publica um livro?

    Adorei ver meu selinho aqui.

    Vou levar um seu para colocar na categoria Mimos.

    Eu sempre respondo no meu blog tb.

    Todos os selos ganhos ou que fiz estão nessa categoria,onde divulgo os blogs tb.

    Caramba! Escrevi muito.


    Beijinhos e linda semana

    Dryka



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.