Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

SANTA MARIA...


Coração do Rio Grande que ora sangra,
Triste, pela perda da criança,
Que saiu para se divertir, dançar,
E com alegria os amigos encontrar...

Só, que tua cama está agora vazia, é um altar,
Na sala de aula, não mais vais entrar,
Para tua casa, como voltar?
Deixaste todos a lamentar e a chorar...

Muitos anjos se mobilizaram para te ajudar,
Suaram, se esforçaram, mas, ficaram a lamentar,
Não deu, mas, sei que bem, criança vais estar,
Olhe para a luz... Veja, é “Jesus” que veio te buscar!
Vá em paz... Um dia, todos iremos nos encontrar...



        Lani

46 comentários:

  1. Oi, Lani!

    Seu poema retrata bem o que foi a tragédia em Santa Maria.

    As minhas condolências a todo o Brasil e a você, tamém.

    Beijo da Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda Luz, você tem uma sensibilidade que me comove, eu como brasileira aceito as suas condolências, pois todos nós brasileiros estamos sentindo as dores das famílias enlutadas, com certeza minha linda amiga!

      Excluir
    2. Oi, queridas Ivone e Lani!

      O Brasil e Portugal sempre se uniram na alegria e na tristeza.
      Em momentos de crise, foi o Brasil, os brasileiros, que sempre receberam os Portugueses, por questões políticas ou económicas.
      Há uns tempos atrás, e ainda agora, foi e é Portugal que abriu e abre suas portas aos Brasileiros.
      Falamos o mesmo idioma, com ligeiras diferenças, e portanto, é nossa obrigação e dever moral, estar com todos vocês, neste momento de dor profunda.

      PORTUGAL ESTÁ COM O BRASIL, DE CORAÇÃO.

      Beijos pra ambas e um grande abraço às famílias enlutadas.

      Excluir
  2. Oi Lani, não há palavras que exprima tamanha dor, mas como você mesma disse tão lindamente e eu acredito e tenho muita fé, já estão todos com Jesus!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  3. Momento orante. Nada mais a acrescentar.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  4. Olá Lani, acabei agora de deixar um comentário no Blogue de amiga, a Regina, sobre uma homenagem a esses jovens que perecerem tragicamente,
    O seu poema é bem revelador de quem está sentindo essa dor enorme na alma!
    Um abraço solidário. Ailime

    ResponderExcluir
  5. Tomara que eles estejam bem. Tomara que haja um motivo para tudo isto, mesmo que este motivo nos seja incompreensível neste momento. Tomara que haja um recomeço para os pais, amigos e familiares que estão sofrendo a dor desta imensa perda.

    ResponderExcluir
  6. Bela e comovente homenagem!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Triste por demais!

    Cada verso dói na nossa alma, por saber que é tão real.

    O que entristece ainda mais, é saber que se não fosse a maldita ganância, muitos, ou todos poderiam ter saído com vida.

    Bjo Zilani

    ResponderExcluir
  8. MINHA QUERIDA !!!!!!

    VIAJANDO PELO LADO ESPIRITUAL SÓ POSSO TE DIZER QUE MOMENTOS COMO ESSES TEMOS QUE MOSTRAR NOSSA FORTALEZA DIANTE DE DEUS .TUDO POE ELE...QUANDO DIZEMOS QUE UMA FOLHA SÓ CAI PELO CONSENTIMENTO DELE,NÃO PODEMOS TER DÚVIDAS DE MAIS NADA ...
    VAMOS NOS UNIR EM PRECES PELOS QUE FORAM ANTES DE NOS.
    " Que teus anjos velem pela sua chegada ao mundo espiritual.
    Que eles possam compreender o que se passou.
    Que saibam o porquê desse acontecimento.
    Que reencontrem seus entes queridos.
    Que se sintam amparados.
    E iluminados pela tua Presença.
    Assim seja."
    BEIJO-TE SILENCIOSAMENTE !!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Linda oração, pois se pode dizer isso desse lindo poema!
    Grande abraço amiga, pois sei o quanto ficastes comovida, todos nós!
    Todo o Brasil está em dores pela grande tragédia, sem nenhuma dúvida!

    ResponderExcluir
  10. Muito triste... uma dor que não é nossa, mas que pegamos pra nós, que estamos longe...

    Obrigada por sua visita ao meu blog.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Zilani
    A saudade e a dor dos pais destes jovens não tem dimensão.
    Estamos juntas em orações, para que acalme o coração de todos.
    Beijos da Sol

    ResponderExcluir
  12. Minha querida

    Uma tragédia sem sentido, que Deus os acolha e dê conforto às famílias.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  13. Linda homenagem!
    Parabéns pela sensibilidade. Seu poema é um conforto aos nossos corações.
    Beijos...Magda

    ResponderExcluir
  14. Olá Zilani, belo e triste poema que fizestes. Também fiz a minha pequena poesia para demonstrar o meu carinho a todas as familias e amigos que perderam um ente querido. Beijos amiga.

    ResponderExcluir
  15. Poema tocante, lamento sentido na tristeza que os versos cantam; oração de luz.
    Bjos, Lani.
    Calu

    ResponderExcluir
  16. UN PLACER LEER SU ESPÍRITU.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  17. Lani, uma oração bem vinda nesse momento de dor. Bjos.

    ResponderExcluir
  18. Querida Zilani
    Que Deus conforte e dê forças a estas famílias
    Me emocionei ao ler o seu poema, amiga
    Um forte abraço e beijinhos carinhosos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  19. Ai, amiga. Que dor é essa! Transbordou do Rio grande do Sul para todo o Brasil. Que Deus dê conforto à essa gente. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá Célia, minha querida!
    Belíssimo poema em que tu expressas o sentimento de todas nós que temos fé e esperança, mesmo ante a dor, e a tragédia.
    Que possam todos as lágrimas dos homens e mulheres, crianças e jovens de Santa Maria, receber as bençãos do Pai amantíssimo em seus corações.

    Grande abraço, amiga!

    ResponderExcluir
  21. Triste poema de adeus que representa bem o que todos nós sentimos,mas consoladora mensagem de fé e confiança em Deus.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  22. E quando mas temos informações mais nos indignamos Amiga.
    Seu poema retrata a dor maior, o pedaço que faltará nestas familias, a parte brutalmente arrancada.
    Dói muito.
    Um carinhoso abraço com minha solidariedade ao povo de Santa Maria para superar e renascer.
    Bjo amiga.

    ResponderExcluir
  23. oi Zilani,

    muito linda a tua homenagem,
    triste está meu coração...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  24. É um belo poema, retratando a história da vida real.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. Deus conforte
    as famílias
    lindo dia
    bjs

    ResponderExcluir
  26. Olá, Zilani!

    Todos nós um dia teremos que ir; mas assim, na flor da juventude, é um enorme desperdício de vida, uma imensa tristeza.

    E infinitamente triste é este lindo poema de despedida, dedicado àqueles que não tiveram oportunidade de o fazer.

    Abraço amigo
    Vitor

    ResponderExcluir
  27. Zilane
    Lindo que Nossa Senhora e os anjos nos abençoem
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  28. Você coloca em seus versos um momento triste, mas com muita sensibilidade.
    Que Deus ilumine a todos...
    Élys.

    ResponderExcluir
  29. CÉLIA AMIGA!!!

    PALAVRAS, ACONTECIMENTOS, TRISTEZA!!!
    DIFÍCIL DE ACEITAR, DE DIGERIR!!!

    1 BEIJO PELO MOMENTO DIFÍCIL A TODOS OS PAIS!!!

    1 BEIJO PELO SEU POEMA DE HORA AMARGA!!!

    LÍDIA

    ResponderExcluir
  30. Lani, triste o que aconteceu em Santa Maria!
    Tenho orado pelos familiares e amigos...
    O que escreveu é lindo e confortante!
    Não tenho palavras para expressar a dor nesse acontecimento...

    Com carinho e abraços

    ResponderExcluir
  31. tão triste episódio...relatar os sentimentos é realmente para a alma do poeta.
    Muito lindo o que escreveu, sensível..
    Que Deus console aqueles que choram.
    Grande abraço
    Nina

    ResponderExcluir
  32. Lindo demais,Zélia!

    És uma poeta!

    Deus a abençoe!

    Coloquei seu blog em favoritos e recebo suas atualizações.

    Seu blog é divino!

    Obrigada pelas visitas,amiga.

    Beijos e ótima semana

    Donetzka

    ResponderExcluir
  33. Lindo, lindo, Zilani! (:
    Adorei seu blog! Obrigada pelo comentário e visita la no meu! Já estou te seguindo ^^
    ''Vá em paz... Um dia, todos iremos nos encontrar...''
    Perfeito. Parabéns! Grande beijo! ;*

    ResponderExcluir


  34. Me gustaría ser una gota de lluvia,
    Para nacer al borde de unos ojos bellos
    derramarme por la luz de las mejillas
    y romperme en la silueta de los labios,
    para iluminarte con una sonrisa cada mañana.

    ¡¡Un feliz y radiante fin de semana te deseo!!

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  35. Tia Zilani e amiguinha Candy
    Passamos para retribuir a gentil visitinha
    Tenham um lindo dia
    Muitos Beijinhos, Lambeijinhos e docinhos Ronrons
    Com carinho de
    Verena, Pepi, Xixo, Juja, e Jujuba

    ResponderExcluir
  36. Mesmo em poema a tristeza é grande
    né amiga...Luto mesmo por todos os
    que foram embora tão cedo
    Deus de sabedoria para as famílias
    Bjuss com carinho
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  37. Lindo poema e linda homenagem, Célia. Muitos se foram e ainda irão, mas os anjos do Senhor hão de receber a todos e consolar o coração dos que ficaram!

    Bençãos para todos. Todos nós!
    Meu carinho e o desejo de 2013 repleto de realizações.

    ResponderExcluir
  38. Oi Lani \o/
    Uma homenagem justa,sincera e comovente.
    Um belo poema de adeus...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  39. Um retrato, uma imagem uma HOMENAGEM.






    Beijos


    SOL



    ResponderExcluir
  40. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Mi sincero pésame para todas esas familias que han perdido un ser querido. Rosas negras, rosas de muerte y dolor, hagamos lo imposible, para que no exista otra vez la maldita señora de negro, con su guadaña robadora de vidas inocentes. Triste poema pero muy bello.
    Un beso amiga querida, de la bruxiña MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  41. Tão triste,tão perfeito teu poema triste assim como os nossos corações.
    Um grande abraço Zilani
    Linda a sua homenagem.
    .

    ResponderExcluir
  42. Lani,

    Li seu poema com o coração apertado: sou santamariense por adoção, minha filha o é por nascimento. Mas antes de tudo, sou mãe e não consigo imaginar a proporção do sofrimento que é perder uma criança, principalmente assim, de modo tão trágico, tão desnecessário. A mãe, que vive a vida velando por seu filho enquanto dorme, volta a fazê-lo num dia determinado, sabendo porém que desse sono ele somente levantará para a outra vida... Que tenham força essas sofridas mães! É minha humilde oração por todas.

    Um beijo, minha querida e sensível poetisa.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.