Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 27 de novembro de 2012

CORAÇÃO FERIDO...




     Queres voltar para mim, mas que ironia,
     Ao ver-te partir, tudo dentro de mim, também morria,
     Por ti conheci a dor da desilusão, que eu não conhecia,
     Sem ti, foi viver cada dia em pura agonia...

     Como posso aceitar tua volta, se nada vivo ficou,
     Até a flor de nosso jardim, de tristeza murchou,
     Se tudo que chorei, nada para ti significou,
     Se todo o amor que te dei, não te emocionou...

     Enquanto saias, no chão eu desabava,
     E tu, resoluto para a porta caminhavas,
     Agora, não voltes mais te peço, por favor,
     Não creio que um dia me tiveste amor...

     Segue teu caminho, me dê à chance,
     De encontrar carinho e amor mais adiante,
     Este coração partido, que por ti foi preterido,
     Não quer que voltes, ouve seu pedido,
     Fique longe...  Ele ainda está... Muito ferido...
 

        Lani
    
     

85 comentários:

  1. Que lindo poema amiga Zilani! Coração partido é belíssimo...Fique longe...Ele ainda está...Muito ferido.
    Parabéns...Boa noite Deus te abençõe!
    Um abraço
    Maria Machado

    ResponderExcluir
  2. Bonito texto amiga, inspirada como de costume...bjos querida.

    ResponderExcluir
  3. A volta só é aceitável quando ainda houver amor, fora isso vai se repetir o fracaso de antes. Bjos, Lani.

    ResponderExcluir
  4. Expressão de um sentimento que precisa ser respeitado - como todos - mas, esse é o que nos move para a vida! Profunda reflexão! Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  5. Um dia a flor esmorece, arrefece a chama que havia em sua seiva e seca. Se não regar, perde a cor, perde os sonhos, perde o desejo de continuar. A flor quer e precisa ser amada; só quer atenção para o tudo que ela devolve com carinho. Porém, um dia, um beija-flor a olha terno e com um beijo só a resgata e a preenche com um sentimento de esperança renovada. Então a flor saber-se-á amada outra vez, num outro canto de mar, num outro tanto de amor.

    Que linda poesia, Lani! Adorei!
    Tenha uma ótima quarta-feira!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Bonito poema! Separação e lembranças que fazem doer... Sempre há uma nova e viva esperança!!!
    DEUS É AMOR!...

    Abraços...
    (Gostaria que desse um pulinho no Vida & Plenitude hoje...)

    ResponderExcluir
  7. Minha Linda As cicatrizes ficam para nos mostrar a DOR e não voltarmos atras ...Desta forma por muito te gostar digo-lhe ...Abra-se ao novo pois seu lindo coração tudo merece ...com o meu carinho e um grande beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  8. Belo e verdadeiro."Um cristal quando partido não se reconstrói mais".Pode-se tentar mas nunca mais será igual e puro.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. .

    .

    . entre.caminhos . a poesia faz.se mensagem . e mensageiro de um tempo vindouro .

    .

    . a.manhã . dia 29 . o intemporal faz anos . conto com a Sua presença .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderExcluir
  10. Nada como o tempo para curar as feridas e mostrar novos caminhos mais adiante...
    Lindo, apesar de dolorido, poema.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. lindo! afinal voltar pra machucar de novo? que fique longe.. parabéns..beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá, Zilani!

    É tristinho o tema, e muito bem construído o poema na argumentação da ideia de que não vale a pena. Nem sempre a vida nos trata bem...

    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  13. Belíssimo e triste poesia! A partida sempre causa dor e o que nos mantém de pé é a certeza de que o novo sempre vem!

    Meu carinho!

    ResponderExcluir
  14. Oi Zilani!

    Linda, poesia!
    Coração entristece por algum tempo, depois renasce cheio de novas possibilidades! Repleto de poesias!
    Tenha um dia muito feliz!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Zilani!
    Meu tempo tá meio corrido, mas sempre que der vou está aqui.

    Triste descobrir a não reciprocidade.
    Uma grande ferida no coração.

    Linda poesia.

    Bjo amiga

    ResponderExcluir
  16. O tempo cura e traz novas oportunidades para se ser feliz.
    Poesia muito bonita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Olá Zilani,

    A dor é um aprendizado na nossa vida.
    O amor precisa ser regado todos os dias,se não seca como uma folha seca, deixando apenas pedaços.
    Poema muito belo!

    Beijos e ótima semana

    ResponderExcluir
  18. Há sempre um novo caminho a seguir. Parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Lindo! Adorei! Seu blog é muito legal! Bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Zilane!
    As vezes precisamos sofrer para que aprendamos certas coisas. E para que saibamos qual o melhor caminho a ser trilhado.
    Quando há amor, há esperanças.
    Beijos querida amiga!
    Mariangela

    ResponderExcluir

  21. Querida Zilani

    Tantas e tantas vezes é preciso cortar com o passado para podermos seguir caminho.

    O seu poema transmite-nos uma força enorme. Não vale a pena insistir em algo que já não existe. Há sempre um amanhã mais esperançoso. É preciso acreditar.

    Beijos

    Olinda

    ResponderExcluir
  22. Lindo poema! Um coração ferido ...Só o tempo poderá ajudar as sarar as cicatrizes desse amor lindo ou não...Bjs Ailime

    ResponderExcluir
  23. Hay heridas que no son faciles de curar y no olvidan la daga que las causó.
    Tristes y hermosos versos Célia.
    Un beso

    ResponderExcluir
  24. Mas ainda bem que o tempo sara algumas feridas. Outras são mesmo irreversíveis. Espero que esta sera das primeiras...
    Abraços, Zilani.

    ResponderExcluir
  25. Quando as coisas 'passam da hora,' perdendo-se na vida, não há mais jeito... belo, Zilani!

    ResponderExcluir
  26. E o amor fere e muito, amiga! Dilacera os corações mais fortes e causa feridas que muitas vezes não mais cicatrizam. É complexo, o amor, esse sentimento tão necessário para todos nós. Mas dessa complexidade se faz uma vida...se faz os amores...se faz o ser humano. Complexo...com variadas facetas o amor deve sempre estar presente, seja ele de que espécie for. Parabéns, amiga, pelo belo poema. Obrigada pela partilha e fica bem. Beijinhos
    Emília

    ResponderExcluir
  27. Olá Zilani! Melhor que um coração ferido é a coragem de não repetir o erro de se entregar e correr mais riscos, melhor é a recomposição segura e distante da fonte da dor. Belo poema. Um abraço!

    ResponderExcluir
  28. Tudo tem um tempo para acontecer na vida, e o amor desfeito quando passa é dificil voltar atrás, e se o for, o seu brilho não terá mais a mesma intensidade de antes. Tem uma frase que diz mais ou menos assim: O amor que finda é como um copo de cristal que se quebra, mesmo colando nunca mais será o mesmo. Verdade bem verdadeira, não é? Beijos Zilani e boa quinta feira para ti. Suzana (Vivendo a vida assim...)

    ResponderExcluir
  29. Minha querida Zi!

    Não lhe falei? Você escreve e compõe seus versos quase sempre em sintonia com alguma coisa que estou vendo ou vivendo!
    Caramba! É de arrepiar! Vê só a minha postagem e vai entender melhor o que digo!
    Mais uma vez, poesia irretocável!
    Bjssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  30. Oi Zilani! Obrigada pela visita. Adorei suas postagens este poema, é maravilhoso. Quero destacar esta parte:"Queres voltar para mim, mas que ironia,
    Ao ver-te partir, tudo dentro de mim, também morria",Verdade profunda! quando vemos que amamos partir, é como se estevessemos morrendo também. Equando trata-se de um amor carnal, a partida tambem doi, dilecera a nossa alma, já senti mais ou menos isto, depois fiquei curada, sobrevivi, graças a Deus!!

    ResponderExcluir
  31. Bjuss querida!! Que o amor do menino Jesus habite em nossos corações, hoje e sempre!!

    ResponderExcluir
  32. Bom dia minha querida e amada !!!!!!
    Sempre cheia de inspirações que move em reflexões poemas e faz tudo virar um conjunto de poesias...amo ler teus escritos...sinto tua magnitude nos teus escritos...
    bjsssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  33. Palavras sofridas mas linda poesia...
    Nem sempre poesia significa esperança, sonho, alegria.... às vezes também é sofrimento...
    bj

    ResponderExcluir
  34. Belo poema
    E o coração ferido a gente deixa
    pra la, vamos a um novo amor
    e não repetir as mesmas coisas
    Lindo mesmo
    Abraços
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  35. Lani: Um coração partido é mesmo assim, lindissimo poema, mas eu não gosto de ver uma mulher com o coração partido, porque não é essa a razão do meu viver, mas sim ver as minhas belas flores sempre alegres e com um lindo sorriso nos seus lindos lábios.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  36. Olá, Zilani.
    Quem nos fez sofrer e fez pouco caso de nossas emoções não tem o direito de se dizer arrependido e querer pedir desculpas, já que isso é o tipo de coisa que simplesmente não se faz.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  37. Olá minha querida Zilani!Obrigado pelo a visita! Meu blog e ainda esta com problema para comentar, já tentei resolver ainda não consegui, mais se Deus quiser em brave vai está resolvido.
    Amiga adoro seus poemas são encantadores! Uma boa terde!
    Um abraço
    Maria Machado

    ResponderExcluir
  38. Lindos versos tristes. Obrigado pelo carinho por lá e tem dias que o blogger resolve boicotar comentários,rsr beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  39. Oi Lani,

    Parece um poema pessoal.
    Quantas situações semelhantes à que descreve em seu escrito não existe por aí?
    É preciso ter força para enfrentar o afastamento, a perda e tudo aquilo que vem, por acréscimo.

    Os meus parabéns a todas as mulheres(em geral, isso se passa com o sexo feminino), que souberam enfrentar essa tão difícil situação.

    Abraços da Luz.

    ResponderExcluir
  40. Ao ver-te partir, tudo dentro de mim, também morria",Verdade profunda! quando vemos que amamos partir, é como se estevessemo maravilloso
    www.animoyesperanza.com

    ResponderExcluir
  41. Hermosas letras, llenas de razones para olvidar lo que lastima y hace daño.
    Un placer leerte mi querida Celia, te dejo un fuerte abrazo!

    ResponderExcluir
  42. Querida Zilani,
    Lindos versos
    Quem nunca sofreu por amor que atire a primeira pedra
    Mil beijinhos para tí e afagos para a Candy
    Com carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  43. Oi Lani,

    Tudo bem? Sempre encontro os seus comentários edificantes nos blogs amigos e então aqui estou eu. Penso que um coração partido sempre pode se reerguer e seguir um novo caminho quando se muda o olhar ou o foco.

    Beijos.

    Lu

    ResponderExcluir
  44. O aprendizado da dor de amor é um dos que dói mais, deixa marcas profundas... Mas é fundamental para o nosso crescimento, pra podermos amar mais e melhor! Passando pra ver como você está e agradecer o carinho.
    Um abençoado e feliz fim de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  45. Lani querida,
    Teus poemas são lindos, falas sempre de um grande amor..

    Estou com saudade ,não apareceste mais. Meu filho já voltou para o nordeste, fiquei sem meu chimarrão matinal. srsrs.
    Um feliz final de semana.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  46. Amiga cá estou!

    Realmente estou um pouco ausente, mas sempre que der estarei aqui.

    Bjo e um abençoado fim de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  47. As paixões mais poderosas
    Conduzem a maus caminhos;
    Colhidas todas as rosas
    Restarão só os espinhos.


    Beijos.

    ResponderExcluir
  48. A Melhor mensagem de Natal é aquela que
    sai em silêncio de nossos corações e
    aquece com ternura os corações daqueles
    que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.
    E mesmo com todos os obstáculos que a vida nos prepara,
    conseguimos superar as barreiras e passar
    para este outro ano que com certeza será melhor.
    Meu muito obrigada pelo seu
    carinho tão importante na minha vida.
    Deus abençoe seu final de semana espero
    que esteja curtindo minha postagem de Final de Ano.
    Beijos no seu coração e na sua alma,Evanir.
    Amada espero um poema ou texto de Natal seu também.

    ResponderExcluir
  49. Sarar feridas e sanar dores é isolar o que nos deixa sofrimento por faltas de Amor. Isso é o que o Coração dirá e não a razão de ser.
    Amor é sofrer, em delícias, o que não nos completa o sentir.
    Belo.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  50. Qunta propriedade na tradução dos sentimentos!
    Muito lindo!

    O coaração partido mesmo que se emende não se torna o mesmo novamente. Daí a vida segue na busca de novas experiências, de um consolo ou conforto, pensado que jamais conseguirá amar e se entregar, Até que encontra uma outra histria para viver, e sem medo de se ferir de novo se joga só que dessa vez não tem mais dor, feridas, sofrimentos, só alegria amor e felicidade!

    Bjux.

    ResponderExcluir
  51. Coração ferido, mas disposto a mudar em busca de um novo amor.Isto é a beleza da vida, sempre novas oportunidades.
    Amei teu poema.
    Bjs e muita luz no coração.Eloah

    ResponderExcluir
  52. Uma poesia que toca o coração. Amiga hj a meia noite encerra a 4ª fase da caça a rena... esqueceu? :(

    ResponderExcluir
  53. essa é uma das provas
    que só damos valor depois que perdemos
    lindo fim de semana bjs

    ResponderExcluir
  54. Minha querida

    Mesmo ferido esse coração ainda tem vida dentro dele, ainda espera um novo amanhecer.
    Lindo sempre ler os teus sentimentos.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  55. Bem ,eu passei algo parecido e tive minha chance de dizer não. A gente até espera... mas tem limite, né? Parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir
  56. Ola querida amiga,sem palavras para comentar sobre esta tua belíssima poesia.Tocou fundo no coração.Um grande abraço e um ótimo fim de semana.SU.

    ResponderExcluir
  57. Olá Zilani, querida, coisas de um coração ferido que só o tempo para curar essa dor. Maravilhosa Poesia!! Parabéns! Bjs.

    ResponderExcluir
  58. Triste, mas sincero, calmo e belo.

    Num caso desses, se deve lutar

    E não voltar!

    Amei teu chorar...e chorei contigo...

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  59. Querida

    Um dia, quando o tempo passar se vai admirar
    por nem se lembrar...
    e esse amor já não existir
    nem cinzas a ficar...

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  60. Eu sei como é esse sentimento de mágoa...de alguém que muito nos feriu um dia. Poema lindíssimo...
    BShell

    ResponderExcluir
  61. Olá minha querida e prezada amiga,bom dia!
    Venho, com muita satisfação, lhe comunicar que foi feita hoje a Abertura das apresentações do 1º Contos e Prosas.
    Tenhas um ótimo fim de semana.
    Um abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  62. Oi Zilani, lindo post. Um poema com sentimentos muito profundos!
    Tenha uma ótima semana, bjs e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  63. Querida Amiga Zilani,

    Tocantes palavras para falar sobre sentimentos que muitas pessoas já vivenciaram. O importante é chorar o necessário e se refazer. Ontem eu disse a um amigo que fiz a opção de ser feliz, para isso, sou indiferente a tudo que me fez muito mal.

    Beijos

    ResponderExcluir
  64. Belíssima obra, Zilani!
    Emoção pura, a perda descrita da forma mais verdadeira possível, sem máscaras.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  65. Que lindoooo texto.Profundo, fascinante.
    Tenha um abençoado fim-de-semana. Bjs

    ResponderExcluir
  66. Zilane
    Eu ja tinha lido uma vez mas agora que eu li pela segunda vez a gente percebe direitinho o quanto o amor é simples e ao mesmo tempo nao tao simples ASSIM.
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  67. Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom,dou-lhe os parabéns, espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer sempre o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
    Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
    Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
    Deixo a minha benção e muita paz e saúde.

    ResponderExcluir
  68. Pois é, desprezou, magoou e esqueceu que os sentimentos morrem e que as vezes o desprezador se torna o desprezado.
    Coração tem disso, quando fecha as portas, elas emperram.
    bjks doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  69. oi Lani,

    Agradeço sua presença e comentário em meu blog e no da Rosa Solidão, também.
    Está tudo esclarecido, querida.
    Claro que, se Deus permitir, voltarei ao meu estilo, de mulher fatal e sensual.

    Bom fim de semana.
    Beijos da Luz, com carinho.

    ResponderExcluir
  70. Muito interessante o Blog !
    Muito difícil encontrar na “ blogosfera “ espaços originais e bacanas como este !

    Deixo aqui meu espaço, caso queria dar uma olhada, seguir...

    http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  71. Seus poemas sempre transmitem sentimentos muito profundos! As feridas do coração só o tempo ajuda a curar, ou um novo amor...
    Bjs

    ResponderExcluir
  72. Minha querida amiga Zilani,
    Sou sua mais nova amiga virtual, prazer!
    Sua alma de poeta cativou meu coração que vagueia pelos versos insanos...
    Me tornei sua seguidora.
    Seu blog é divino!
    Parabéns!
    Beijos salpicados de estrelas e miosótis,
    Martha
    me visite:
    http://ternuraantiga.blogspot.com.br
    terei muito prazer em receber vc!
    Ou tente assim: coloque na busca do Google:
    blog ternura antiga de Martha Marquez e depois me conte, ok?

    ResponderExcluir
  73. Inventei a ironia numa toada de vento
    Roubei as asas a uma gaivota azul
    Colei-lhes um poema cheio de penas
    E enviei-o para uma tonta do sul

    Inventei um mar numa bola de sabão
    Roubei uma corda forte e boa
    Atei um rol de mágoa à mesma
    E afoguei-as nas águas de uma lagoa

    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  74. Olá, Zilani querida! Fartei-me de rir com o seu comentário lá meu blog que seu pai tinha por apelido Salazar... oh meu Deus! Não queria "ofender" seu pai... rsrsrsr

    Já tinha lido este seu poema. Sabe que sou muito sensível aos amores não correspondidos? Fazem-me chorar... Sofri por um que me marcou a vida inteira...

    Beijos sinceros

    ResponderExcluir
  75. Do abandono, da mágoa, do sofrimento, nasce tata beleza!
    Assim é a harmonia, na poesia da vida, trazidas pelas palavras. É sempre encantador, ainda que triste, por vezes...

    Um abraço, Lani,
    da lúcia

    ResponderExcluir
  76. A vida é feita de escolhas...

    Beijinho grande

    ResponderExcluir
  77. Tão nostálgico e tão belo.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  78. Amiga querida! Obrigada pelo carinho! Tem post novo!
    Um abençoado início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  79. A tristeza dá tréguas.....beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  80. " Para que me curaste quanto estava ferido
    Se hoje me deixa de novo com o coração partido?"
    COMO DIZ NA MÚSICA DE A. SANZ
    ENCANTO DE POESIA. BJ.
    MARLENE S.

    ResponderExcluir
  81. Um poema triste, mas a tristeza não lhe tira a beleza...

    Vim agradecer ter lido a minha participação no 1º Contos e Prosas, e o comentário que deixou. Fico contente que tenha gostado.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  82. Olá boa noite!
    Lindo blog parabéns bjs.

    ResponderExcluir
  83. Oi, Lane. Amei seus poemas. Parabéns! Estarei sempre visitando seu blog, pois, amo poesias. Obrigada pela sua visita e comentários ao meu blog. Uma semana de muita paz e alegrias. Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.