Seguidores

Recanto das letras

domingo, 14 de outubro de 2012

POEMA INACABADO...



     Desde jovem o poeta e ela, vinham neste banco sentar,
     Sob esta árvore frondosa, com lindas flores a adornar,
     Fazendo juras de amor, para ela a recitar,
     Enquanto ouviam, abraçados, os pássaros a cantar...

     Juntos faziam planos, vida longa sem desenganos,
     E assim o poeta cantou, em versos por muitos anos,
     Agora só, ele vem para a praça lentamente,
     Traz o velho caderno, companheiro de todo o sempre...

     Senta no banco todas as tardes, a escrever sem parar,
     É o poema do adeus, que não consegue acabar,
     Gesticula com as mãos, como se a quisesse alcançar,
     Está ele, como sempre, para ela a declamar...

     O sol já se põe no horizonte, e ele continua ali sentado,
     Com a derradeira estrofe, do verso, agora acabado...
     O velho poeta, enfim, havia descansado...
     E o caderno em seu colo jazia...
     Pelas lágrimas banhado...

        Lani

         Com este texto participei do " I° PROSAS POÉTICAS " do amigo e escritor J. R. Viviani,
ao qual agradeço.
                      abrçs        
                                 
     

107 comentários:

  1. Zi, amiga querida! Feliz dia da criança! Não vim antes devido alguns problemas, estou resovendo muita coisa. Seu poema está deslumbrante, cheio de encanto.
    Querida tenha um boa semana com muita paz e tudo de bom.Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  2. Na dor da separação,
    os versos do poeta
    se negaram a acontecer,
    crendo talvez,
    na possibilidade não o ser,
    mas passado tempo,
    distância certa,
    voltaram eles à vida do poeta.

    Vc me inspirou e não resisti em saudar o triste poeta.Bela e tocante participação, Lani. Parabéns!
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. quanta beleza, Lani... emotivo de uma imagem tão bela...bjuuu de linda semana

    ResponderExcluir
  4. Lani, apesar do final triste, o seu poema transcorre em puro encanto. Bjos e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Olá,Zilani!!
    Maravilha!!
    Desejo uma semana super abençoada.
    Beijos, da amiga,Soninha.

    ResponderExcluir
  6. Belo e comovente poema!

    Parabéns!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Poema belo e encantador.

    Adorei Zilani, parabéns!!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  8. Boa noite querida amiga. Um emocionante poema, sentimentos jorrando da Alma, parabéns e uma boa semana, doces beijokas

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilani
    Eu só não pus a poesia.
    Eu fui fechar o blog e sumiram as visualizações, dê uma olhada no seu e mande-me um e-mail dorlisilva@bol.com.br
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  10. Bonito poema, Lani! PARABÉNS!!!
    Uma semana muito abençoada p você...
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Zilani
    Hoje a net está uma loucura.
    Todas as vezes que tentei vir ler este poema aparecia uma mensagem dizendo que esta página não existia. E agora enfim consegui te encontrar. hehehehe.
    Um poema encantador. Um amor profundo e romântico, mas deliberadamente triste pela dor da separação. Beijos e uma boa noite.
    Gracita

    ResponderExcluir
  12. Fiquei muito feliz por ter visitado meu blog!

    Beijinho para si!

    ResponderExcluir
  13. Lindo parabéns!
    Passando para desejar uma boa semana, e convidar você a participar de uma promoção que esta rolando no blog.
    Beijo, Ângela.

    ResponderExcluir
  14. Belíssima participação! A escrita é a eterna companheira de quem dela faz uso para exprimir suas emoções. E como estas, só finda com a própria vida. Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Por mais separação que ocorra, poeta e poesia, sempre andarão de mãos dadas.

    Belíssimo poema.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Tão triste, mas tão belo e profundo, Zilani... bom dia!

    ResponderExcluir
  17. Poeta e poesia, se misturam, e vivem.Parabéns.

    ResponderExcluir
  18. O amor idealizado, o amor platônico sem se concretizar, fica para sempre no mundo ideal dos sonhos... é triste, mas dá um belo poema.Parabéns!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  19. Um poema muito bonito, mas com bastante tristeza....mas a vida também se compões dela, não é?

    Feliz semana

    ResponderExcluir
  20. Um belo poema Lani, que expõe a tristeza de um amor profundo, que não se concretizou.
    Parabéns!
    Beijos querida amiga,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  21. Passei, vi, li e gostei bastante. Parabéns pelo blog. Sugiro que faça uma visita ao meu também, se gostar, por favor vote em meu blog, que ja conquistou o TOP 100 e agora estamos sendo votado para o 2º TURNO. Desde já meus agradecimentos. http://inkdesignerstampas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Olá Célia, bom dia!
    Venho mais uma vez agradecer sua honrosa participação no 1º Prosas Poéticas; foi pra mim um fato que só causou satisfação e deu muito orgulho. Muito obrigado!
    Aproveito para lhe desejar uma ótima semana.
    Abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  23. Olá! Magnificas palavras!
    Desejo-lhe uma ótima semana,
    Um beijinho,
    Elisabete

    ResponderExcluir
  24. Antigos temas, novas composições,o romantismo no ar, gerando belas poesias. Que bonita, é vida!
    Boa semana, Lani.
    Forte abraço,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  25. Olá Zilani, e que tudo esteja bem contigo!

    Passando para reler este teu intenso e belo poema e também para te parabenizar pelo dia do professor, que pelo que conheço e todos os dias, mas, se o comércio resolveu escolher um para alavancar as vendas, paciência! Assim desejo que tenha em teu viver a felicidade intensa, para que assim possa seguir orientando aqueles que precisam descobrir qual caminho escolher, e obrigado por compartilhar sabedoria e conhecimento com todos que necessitam e com os amigos, agradeço também pela amizade e visitas deveras gentis, abraços e, até mais!

    ResponderExcluir
  26. Siempre ha de quedar la última estrofa inconclusa, siempre faltará una por versear.
    Hermoso Célia, mis felicitaciones.
    Un beso

    ResponderExcluir
  27. Parabéns querida, merecestes a distinção !Que belo poema. Escrevestes lindamente dando beleza a hora do adeus..
    Um abraço pelo Dia do Professor.É esta missão abençoada que carrega o futuro em suas mãos.
    Querida, que seja leve o teu caminho e que frutifique teus ensinamentos mais e mais.
    Brisas e muitas flores para amaciar teu caminho. Bjs. Eloah

    ResponderExcluir
  28. A suprema arte do professor é despertar a alegria na expressão criativa do conhecimento,
    dar liberdade para que cada estudante desenvolva sua forma de pensar e entender o mundo,
    assim criamos pensadores, cientistas e artistas que expressarão em seus trabalhos aquilo que aprenderam com seus mestres.
    ( Albert Einstein)
    Hoje Dia Dos Professores no Brasil
    Deixo meu carinho a você independete de ser (UM MESTRE)dentro de uma sala de aula,
    pois os pais são professores dos seus filhos.
    Os professores é a continuadade absoluta durante anos (Mestre)dos nossos filhos.
    Educar é dever de casa dos pais aos (Mestres) o dever de ensinar
    a se defender dos obstaculos triste e cruel do analfebetismo.
    Nunca sentei na cadeira de uma faculdade,
    mais devo as minhas professoras cada pagina do meu livro.
    Eu respeito essa classe tão sofrida em nosso Pais.
    Deus ilumine a cada (Mestre)que nossos
    governantes um dia não muito distante valorise
    aqueles que formaram nossos presidentes.
    Linda semana independente de sua formação
    escolar.
    Beijos no coração,Evanir...

    ResponderExcluir
  29. Um poema triste, mas muito bonito.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Olá, Zilani.
    Acredito que, não importa quanto tempo viva, cada poeta sempre terá poesias e pensamentos incompletos.
    Li o teu e outros excelentes poemas de outros amigos blogueiros no Prosas Poéticas, parabéns.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  31. Lindo, Lani...um poema que emociona nossas almas...

    Tenha um semana encantadora!!
    Beijos de Luz!!♥

    ResponderExcluir
  32. Oi, Zilani!

    Linda poesia!
    Feliz dia, Professora Poetisa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  33. Parabéns por sua participação, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  34. Olá, Zilani!

    Bonita história de amor;com princípio, meio e fim,lindamente
    contada em forma de poema, ainda que acabe em tristeza - a imitar a vida...

    (Depois de ausência mais prolongada do que o que o previsto, aqui voltei.)

    Abraço, e boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  35. Um encanto este poema! uma excelente participação.
    Bjs

    ResponderExcluir
  36. Oi Lani,

    Quando termina um amor, seja ele de quem for, fica a solidão. A caneta e o papel, a escrita, são o desabafo de todos os que sofrem.

    Boa semana.
    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  37. Tudo é mais fácil com o amor.
    Manífico poema. Gostei.
    Lani, tem uma boa semana.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  38. Enfim o poeta retornou à casa, no país das estrelas...onde o amor não precisa de palavras.
    Lindo poema, Lani
    Abraços

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  39. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Lindo poema de vivencias pasadas, donde el amor nunca muere por muy viejo que se haga el hombre.
    Un abrazo muy fuerte querida amiga, de la bruxiña MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  40. Zilani,
    É um belíssimo poema, carregado de tristeza e muita sensibilidade...
    Lindo e comovente.
    Parabéns pela sua participação!

    ResponderExcluir
  41. Que lindo poema!
    Abençoada semana, beijos

    ResponderExcluir
  42. Bom dia Célia!

    Antes de mais nada, devo dizer que tenho estado ausente dos blogs amigos, porque ando meio dodói, e o repouso se faz necessário, a qualquer custo. Sinto-me melhor hoje, por isso estou em visita aos blogs.

    Belíssimo poema, e eu te felicito pela delicadeza, sabedoria e que prendeu a minha atenção de forma mansa e doce.

    Excelente semana pra ti, amiga.

    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  43. Parabéns pela sua participação! É um belo poema que de inacabado não tem nada. Beijos e boa semana.

    ResponderExcluir
  44. O adeus fecha a porta e joga a chave fora. Difícil de dar. É sempre melhor acreditar nos dias que vêm, porque o Sol novo traz um novo amanhecer e no quadro branco do dia que começa, é sempre possível pintar a história uma outra vez.
    Belo poema, Célia. Parabéns!
    Abraços. Daniel.

    ResponderExcluir
  45. Bom dia, Lani. Linda, triste e intensa participação a sua.
    Asseguro-te que tocou demais o meu coração.
    O poeta passa a vida inteira a recitar poesias para sua amada, até que o destinou os separou.
    Então, ele vê-se solitário com um profundo amor no peito guardado, que ele levou para a eternidade.
    Parabéns!
    Você é MARAVILHOSAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
    Beijos na alma e fique na paz!

    ResponderExcluir
  46. Parabéns por sua participação Lani... lindo o inacabado, me tocou muito seu poema... Parabéns mais uma vez...
    Tenha uma linda semana.. beijos em seu coração.

    ResponderExcluir
  47. oi Zilani, sem dúvida uma participação especial no evento, com este poema marcante.

    Ótima semana e que seus dias sejam inspiradores.

    beijoss!

    ResponderExcluir
  48. Tão tocante amiga, dá até vontade de chorar... Lindo, parabéns pela inspiração. Bjus

    ResponderExcluir
  49. Célia: O titulo do poema não tem nada haver com o poema lindo bem inspirado por isso é um poema acabado.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  50. Minha querida

    Que poema lindo, mesmo na sua nostalgia, adorei.
    Muitos parabéns pela participação e boa sorte.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  51. Sem dúvida , você honra a frase inicial do seu blogger " Um blogger para ler e pensar "

    Tudo que o poeta vivenciou são estrelas que brilham no universo, e assim faz do poeta eterno , em vida e em morte . O poeta nunca morre . Que sentimento maravilhoso esse de ser poeta , que sentimento maravilhoso esse de escreve numa transição espiritual fantástica , poderosa e mágica que sente verdadeiramente as forças das palavras . Palavras como as suas , querida Zilani que ecoarão por toda parte , que tem um valor social fortíssimo e pode acreditar , palavras com sentido de mudar uma vida .

    Realmente, aqui eu leio e penso , mais do que ler é pensar sobre cada verso seu , pensar em todo meu caminhar . Não só se identificar , pensar além das profundezas superficiais da vida . Pensar que o nosso plano é eterno e eterna é a nossa poesia .

    " O sol já se põe no horizonte, e ele continua ali sentado,
    Com a derradeira estrofe, do verso, agora acabado..."

    Lani , que intensidade tem esse verso ou melhor , que intensidade que poder exercer sobre mim todo o seu poema e toda sua obra ,são nesses momentos que eu vejo o quanto eu perco quando me distancio desse mundo fantástico que é o blogger . Muito obrigado , seu poema tocou meu coração .

    Tenha uma semana abençoada pelos anjos !!! Um grande abraço e forte de admiração e carinho !

    ResponderExcluir
  52. E foi muito bem representada. Uma lindeza de poema! Parabéns!!


    Um grande abraço e boa noite.

    ResponderExcluir

  53. Olá Zilani,

    Lindo e tocante. Traz emoção.
    Parabéns pela talentosa participação.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  54. É amiga, o poema um dia acaba; quer façamos um muito belo, quer consigamos fazer apenas um simples versinho todos os dias um dia, tudo acaba, até esse versinho. A vida acaba..nós acabamos com ela e junto vai também a poesia, seja em prosa, seja em verso. Muito lindo e comovente. Um beijinho e parabéns.
    Emília

    ResponderExcluir
  55. Næo tem nada de inacabado, tocante, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  56. A última estrofe foi escrita pella mensagem muda das lágrimas...
    Belos versos, Zilani!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  57. Muito lindo mesmo!
    Um poema não deve mesmo acabar nunca...ele será a continuação sempre do belo, do sofrido....

    ResponderExcluir
  58. Lani,

    Eu já escrevi muitas poesias do "ADEUS", mas nem pensava em partir, apenas parar um pouco, ou melhor ainda, virar a pagina de uma historia que deveria ter fim.


    Beijos

    ResponderExcluir
  59. Olá Lani,
    Linda participação numa nostálgica poesia.
    Parabéns
    Bjis

    ResponderExcluir
  60. .

    .

    . encarar a poesia como uma filosofia de vida . é o caminho . que começa . para não mais terminar .

    .

    . bel.íssimo .

    .

    . um beijo meu . imenso .

    .

    .

    ResponderExcluir
  61. Querida amiga

    Poemas assim,
    nos despertam
    ternuras antigas,
    palavras escondidas
    e lágrimas suaves...

    Que a sua vida seja sempre
    um tributo a esperança.

    ResponderExcluir
  62. Que lindo sua participação ...me emocionei pelo valor grandioso do poema ,guarde com carinho,pois ele tem um preço...
    Vindo aqui aproveito para te convidar para apoiar juntamente comigo o OUTUBRO ROSA,incentivando as pessoas conhecidas a fazer o exame de mama, prevenindo do câncer que é responsável por 52.680 novos casos no Brasil neste ano!Quero que você esteja junto comigo nesta luta,apoiando esta causa. Vamos a cada dia plantar esta ideia na cabeça das pessoas...EU, do blog FOLHAS DE OUTONO,agradeço todo o apoio E comentário deixado lá em prol da minha nova postagem.Peço que ao passar leve uma mensagem de positividade.

    ResponderExcluir
  63. Parabéns por tão encantadora poesia.Gostei demais....Meu grande abraço.

    ResponderExcluir
  64. Minha querida Zi,

    é melancólico, né não? O adeus, o fim, são melancólicos!
    Os poemas de amor deveriam ser obras abertas: poderíamos sempre recomeçar de onde paramos!
    Mas ficou lindo, como sempre! Dessas sus mãozinhas e coração saem música, oração, histórias belas e inesquecíveis!
    Bjssssssss, minha quérida! Deus a abençoa!

    ResponderExcluir
  65. Toda a separação de quem se ama é dolorosa demais. Difícil acreditar no depois, mas de alguma maneira ela sempre esteve com ele, presente na poesia que é por si só uma outra vida. Parabéns pelo lindo texto. Um abraço

    ResponderExcluir
  66. Querida amiga
    Passando desejar uma boa noite.Parabéns amei o poema. Amiga vou me ausentar por alguns dia minha filha vai fazer uma operação. Bj Ana

    ResponderExcluir
  67. Olá Zilani, devo dizer que fiquei deliciado com esta maravilhosa e sublime conjugação de palavras que vc fez, bem relacionada com a imagem!
    Os meus parabéns por essa participação!

    ResponderExcluir
  68. Gracias Zilani, me alegro que haya participado en el Concurso de Prosas Poéticas.
    El poeta siempre vive entre sueños y nostalgias.
    Me ha gustado su texto. Mis felicitaciones.
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  69. Que poema lindo e emotivo, ele mostra as tristezas do desencontro.
    Tenha uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  70. Poema maravilhoso de sensibilidade única, coisas que a vida reserva para além de nossas forças.Beijo carinhoso de leitor.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  71. Olá,Zilani!!

    E uma bela participação!!Parabéns!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderExcluir
  72. E ficou muuuuito bom!!!

    Sensível e carregado de sentimentos...

    []s

    ResponderExcluir
  73. Prezada amiga,
    Perdoe-me por usar esse espaço para me comunicar, sei que não devia fazê-lo, porém estou querendo lhe enviar um e-mail com anexo e, lamentavelmente, não tenho mais seu endereço. Poderias, por favor, informar novamente? Obrigado!

    ResponderExcluir
  74. Oi Zilani!

    Obrigada pela visita e pelo comentário no meu blog.
    Adorei o seu blog também e já me tornei seguidora.
    Você escreve muito bem, adorei seus poemas.
    Ótimo fim de semana
    Abraço

    ResponderExcluir
  75. Querida amiga Zilane, obrigada por tua visita e também por me adicionar como seguidora, eu também estou a te seguir. Achei linda esta tua poesia, de uma ternura encantadora mostrando o valor de um grande amor. Triste e bela ao mesmo tempo. Um grande beijo no teu coração. Ah..e somos de Porto Alegre, que bom vizinha. Abraços!!

    ResponderExcluir
  76. Olá Zilani, tudo bom?
    Peço desculpas pela demora em responder, mas é que essa semana não pude ficar muito na internet.

    Bem, mas fiquei muito feliz com seu comentário. Realmente eu tento fazer do meu blog um pouco "jovem maduro". Tenho aquelas postagens sobre coisas que gosto, como desenhos, filmes, jogos... Mas sempre gostei de escrever textos sérios e poesias, como você mesma viu. E fico feliz que tenha gostado, muito mesmo. Espero que sempre venha me visitar, mesmo que talvez o assunto não seja muito sua praia. ^^ Vai ser sempre um prazer enorme te receber.

    Seu poema... a única coisa que posso dizer é: emocionante. Simplesmente assim, palavras que tocaram lá no fundo, e acho que para quem é um pouco poeta bem sabe. Eu ainda não encontrei o meu amado para recitar meus versos, mas se o fizesse, ficaria feliz em ser esse poeta, que recitou seus poemas até o fim.

    Aqui deixo o meu carinho e um grande abraço

    ResponderExcluir
  77. Lani querida! Muito obrigada pelo carinho e pelo voto! Poesia linda e profundamente triste! O fim de um grande amor...Que o amor renovador e a Paz de Jesus Cristo habitem nossos corações sempre!
    Abençoado fim de semana!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  78. Quantos poemas inacabados temos que ainda viver em nossa trajetória aqui. Belo poema. Um belo fim de semana... Venha conferir “BASTA TER ALGUÉM”COM AUDIO...

    http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/3940879
    Um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  79. Oi Zilani!Olha eu aqui de novo!Puxa,lindo seu poema,só um pouco triste,mas lindo!Adorei ver vc lá no meu cantinho!Beijos!

    ResponderExcluir
  80. Ola,querida amiga,me senti muito feliz com teus elogios.Na realidade estou cantando quase sempre em inglês por causa dos filmes que na sua grande maioria conhecida pela maior parte do público,são americanos.Eu bem que gostaria demais de cantar nossas musicas,mas não consigo encaixar as cançôes com filmes que ao meu ver sejam conhecidos mundialmente,além de me aborrecer com 'direitos autorais'.Em 11 de Março fiz um post de MANHÂ de CARNAVAL.Em 6 de Abril postei Tico tico no Fubá.Me incomodei um pouquinho. Insisti e em 12 de Agosto fiz um post de Oque será que será do filme Dona Flor e seus 2 maridos e quase ninguém consegui ouvir,pois ficou só o post ,a musica tiraram do ar.Então desisti.Andei fazendo canções francesas,italianas,alemã{Lili Marlene],grego[Nunca aos Domingos},mas nossos lindos sambas,bossas e tantas outras acho que vou por em CD.Não sei se deu para entender melhor a situação.Tenhas um òtimo fim de semana e fica com o maior dos abraços.

    ResponderExcluir
  81. Zilani prazer imenso em te conhecer, sim, conhecemos o poeta pelo seu versejar e me encantou e desencantou um pouco de você para mim. Obrigada pela visita, amo poesia e me arrisco vez ou outra a compor meus sonhos e torná-los poéticos. O meu canto para isto é o Vias Percorridas ( claudete-viaspercorridas.blogspot.com.br) , quando quiser aparecer por lá ficarei feliz. Abraços e boa semana, muito lindo o seu poema e rico!

    ResponderExcluir
  82. Silabe,muito obrigada pela sua visita e muito mais por me fazer conhecer sua poesia.Esta eu gostei muitos vou saborear devagarinho cada poesia sua.bjs

    ResponderExcluir
  83. Para todos meus amigos do blog
    desejo um final de semana de energia positiva!! bjs fraternos em cada um de vcs .
    Cigana Raicha

    http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/
    http://www.facebook.com/elainedossantos.santos.52

    ResponderExcluir
  84. Zilani!
    Demorei mas cheguei rs
    Nem preciso falar que foi linda sua participação no prosas, acompanhei todos, quanto a seu poema, é super, hiper bem acabado, e lindo.

    Obrigada pelo seu carinho de sempre

    excelente domingo pra vc.

    ResponderExcluir
  85. Minha amiga Lani,
    Fico muito feliz quando apareces em meu blog.Bem verdade que não posto assiduamente, pois como falei, pintura não é como fazer poesias ou mesmo prosas, que são bem mais rápidos, não é? Mas tu aparecendo lá para trocarmos idéias já me deixa muito feliz.

    Parabéns. Lindo o poema, porém achei também muito triste. mas muitas vezes a inspiração nos vem nos momentos em que estamos sofrendo algum desgosto ou decepção, não achas?

    Uma boa noite e que tenhas amanhã um lindo domingo.
    Bjs.


    ResponderExcluir
  86. Tenha um domingo belo como a poesia que os anjos te inspiram. Abraços!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  87. Que lindo poema! Uma bela inspiração para meu dia.

    ResponderExcluir
  88. Oi amiga, que lindo.
    Espero que você ganhe!
    Tenha um bom domingo, bjs.

    ResponderExcluir
  89. Oi Zilane, é a Vi, dar adeus para quem ama nunca é fácil, a dor é profunda e sempre falta palavras.
    Lindo poema.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  90. Sopram ventos de melancolia
    Transparente é o cinza que a tua alma encerra

    A minha pobreza é a falta de um par de asas
    Encontrei um lugar de reinvenção das sombras
    Pensei virar as costas ao tempo e ao deslumbramento
    E aí houve estranhamente o amanhecer das minhas palavras

    E passei para te deixar


    Um mágico beijo

    ResponderExcluir



  91. Después de un largo periodo de tiempo, tiempo que a veces no se comporta como nosotros quisiéramos y si como le preceden las situaciones…

    Regreso emocionada a recrearme por este vergel, donde las rosas acompañadas de las letras se mecen creciendo bajo la luz de tu sonrisa.

    Te dejo como bienvenida, un abrazo de golondrinas interpretando los trinos del cariño y la fantasía.


    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  92. Olá Lani
    O poema é triste e lindo.Amei!
    Adorei conhecer seu blog voltarei com mais tempo para ler as poesias.
    Gostaria de agradecer a visita e por começar a seguir meu blog.
    Ótima noite e bjs

    ResponderExcluir
  93. Oi Lani,

    Só pra lhe desejar uma semana de paz e alegria.
    Aguardo seu novo post. O meu, já está no "Luzes e Luares", que já tem painel de seguidores.
    Aguardo você. Obrigada.

    Beijos da luz, com carinho.

    ResponderExcluir
  94. Belissimo blog poeta Lani. Minha filha está na estrada tentando gravar seu primeiro CD... Obrigado por ter ouvido a musica. Uma maravilhosa semana.

    ResponderExcluir
  95. Olá Célia, bom dia!
    Vim "Só pra dizer" que lhe desejo uma semana esplendorosa...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  96. Agradeço teu comentário! :) Seja sempre bem-vinda no meu blog.

    ResponderExcluir
  97. Oi, Zilani, ficou simplesmente linda a tua poesia. Parabéns.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  98. A Poesia dura uma vida inteira; a nostalgia também.
    Soberbo.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  99. Oi Zilani!
    passando para te desejar uma ótima noite,
    Ah! vou levar seu selinho tha?

    Bjos

    ResponderExcluir
  100. Olá,!!Boa tarde!!

    Parabéns pelo texto tão inteligente..


    Vim te fazer uma consulta e um convite. Gostaria de seguir meu blog? www.profetizandotudoposso.blogspot.com.br

    Caso lhe interesse eu te seguirei, ok?

    Abraços fraternos e que Deus abençoe sua linda família com chuvas de bençãos

    ResponderExcluir
  101. Zilane
    Que lindo! Eu fiquei pensando. O nosso passarinho que era nosso hospede na porta de casa sumiu. Tem dias que nao aparece. O que sera que aconteceu? com amizade Monica

    ResponderExcluir
  102. Nossaaa, que lindo! Fico arrepiada quando leio suas poesias, são tão carregadas de sentimentos! Fiquei aqui imaginando o triste poeta escrevendo o verso do adeus... com a própria vida! Muito bonito e comovente, parabéns! Beijos.

    ResponderExcluir
  103. Olá amiga, bom dia!
    Venho retribuir a visita em meu blog. Obrigada por seu comentário! O post é dedicado a todos os meus amigos, inclusive vc!
    Muito lindo o seu poema, e triste...
    Me fez lembrar de minha sobrinha (essa semana ela faria 10 anos...).
    Mas a vida é assim! E temos que tocar em frente!
    Um grande beijo, que Deus a abençoe.
    Adelisa.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.