Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 25 de junho de 2012

ESPINHOS DA VIDA

              Depois de muito viver, perguntei à vida,
              - Porque razão me fizeste penar?
              Agora será tua vez de pagar,
              - Quero uma flor perfumada,
              Por cada lágrima que me fizeste derramar...

              Poderias ter impedido, se é do destino o sofrer,
              E, que minha caminhada, numa leve jornada se transformasse,
              Não permitindo, que a este amor não correspondido me entregasse,
              E, a cada manhã, ter que minhas tristezas e lágrimas sorver...

              Com voz calma e grave, a vida me responde:
              -Estas flores que ora reclamas, sempre estiveram em teu jardim,
              Teus olhos, cegos não às viram, nem sentiste o perfume do jasmim,
              Mas, te digo, perfumaram teu caminho do princípio ao fim,
              Choraste sim, mas, não de dor, porque os espinhos que eram teus...
              Eu sempre os guardei para mim...

                         
                     Lani  (Zilani Celia)

85 comentários:

  1. Oi Lani!
    Que poesia maravilhosa da vida que nos acolhe e nem sempre vemos ou sentimos!
    Beijos querida uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  2. Zilani..

    Amei te ler... lindo seu poema!
    Bjinhos e boa semana!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Zilani, obrigada por sua presença carinhosa lá no Eterno. Adorei seu texto, uma bela inspiração!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Difícil comentar... comovente, Zilani!

    ResponderExcluir
  5. Oi Zilani
    Primeiramente, peço que nunca tire essa música de fundo, eu já disse que amo, é a música que mais gosto nesse mundo. O poema lindo, maravilhoso, me comoveu, quase chorei, de verdade.
    Bjão e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  6. LIndo, emocionante teu poema!Parabéns!beijos,chica e um linda semana!

    ResponderExcluir
  7. Bonito e fundo mergulho o seu, Zilani.
    Abraço.
    Gilson.

    ResponderExcluir
  8. Belo papo com a vida...
    Ela nos dá de tudo, e nós às vezes destacamos mais um aspecto ou outro, mas é nossa escolha...
    Podemos viver para os espinhos ou para as flores...
    Dizer isto com poesia é um dom!
    Abraços, Zilani!

    ResponderExcluir
  9. Ah zilani muito lindo o seu poema!!!!
    Rose jp

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema, sogrinha!!!

    Bjão..

    Dani

    ResponderExcluir
  11. Olá, Zilani


    Belo poema, pedindo contas à vida...
    Às vezes dá vontade de reclamar, de apontar momentos em que cumprimos a nossa parte e que, no entanto, a vida não cumpriu a sua. Mas fazendo um exame de consciência chegaremos à conclusão de que afinal nos foi dado mais do que aquilo que o nosso balanço nos fizera crer. Tal como nos mostra nas sua belas palavras!

    Beijos

    Olinda

    ResponderExcluir
  12. Que diálogo-poema tão interessante!
    Obrigada, Lani, vai ajudar-nos a uma oportuna reflexão...

    Beijos,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  13. Olá Zilani
    Beleza de poema, super inspiração
    Beijo e muito obrigada pelo comentário carinhoso no bloguito.
    Maria Célia- Cissa

    ResponderExcluir
  14. Lani! Que poesia linda! Coração e alma inspirados.... Gostei muito! Uma abençoada semana, repleta de muita paz e alegria! Grande e carinhoso abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. La vida siempre está llena de rosas y espinas, lo bueno siempre cuesta y lo malo siempre duele más.
    Un beso Celia, siempre es bueno pasar por aquí

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, Zilani. Uma poesia linda, que fez com que os meus olhos ficassem com lágrimas.
    Amo a tua intensidade, e isso me faz um bem imenso, parecendo paradoxal, mas não é.
    Digo isso por causa das lágrimas, mas as mesmas traduzem felicidade, assim como eu senti ao te ler!
    Um beijo na alma, e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  17. Oi Zilani muito lindo seu poema! vim agradecer pela sua visitinha ,volte sempre que estarei lhe esperando.

    bjinhos Sue.

    ResponderExcluir
  18. No bate-boca com a vida, a última palavra é sempre dela. Versos muito bons, Lani. Parabéns!

    ResponderExcluir
  19. Querida Zilani, linda poesia!
    A vida nos oferece flores todos os dias, mas, nem sempre nossos olhos enxergam, muitas vezes focamos nos espinhos e passamos a vida reclamando, quando bastaria mudar o foco!
    Querida, quero deixar aqui um convite para que venha conferir um novo post no meu blog, chama-se "Coração puro", uma linda poesia em homenagem aos de coração sincero e que cultivam o amor ao seu semelhante.
    Aguardo por você!
    beijos!
    Li Barbosa
    www.autoralibarbosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Um lindo poema com uma música de fundo que gosto muito.
    Beijos.
    Élys.

    ResponderExcluir
  21. Oi Zilani,
    Quando encontramos espinhos na vida, é um sinal de que precisamos de mudanças, é aí que está as grandes oportunidades da vida.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Oi Zilani, quando encontramos obstáculos na nossa vida, não devemos desistir e sim seguir em frente.
    Tenha uma linda semana, bjus!

    ResponderExcluir
  23. Olá Zilani, obrigada pela visita!
    Adorei o blog, estou seguindo... bjinhos e volte sempre XD

    ResponderExcluir
  24. Nesse diálogo, não conseguimos um ombro dela para chorar, pois a vida nos oferece muito e somos nós que passamos sem apreciá-la. Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Oi Zilani!Que lindo cantinho vc tem!Amei seus versos!Já estou te seguindo e obrigada por sua amável visita!

    ResponderExcluir
  26. que lindo! a vida guardar os espinhos para não ferir...amei isso! beijos

    ResponderExcluir
  27. Oi Zilani!

    Atrasada, porém chegando... Seja sempre bem vinda na Jubiart! Amei o seu espaço poético!

    Beijooooooooo

    ResponderExcluir
  28. Oi Zilani!
    Maravilhoso os versos. Gostei imenso.
    Na vida sempre encontramos espinhos.

    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  29. Minha querida Lani,

    Muitas vezes não enxergamos as flores que estão ao nosso lado,só vemos os espinhos e as amarguras que estão aí para nos fazer crescer.

    Bjssssss,
    Leninha
    http://leninha-sonhoseencantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Olá, amiga Zilani!
    A vida não é um mar de rosas e estas não são de beleza plena, pois, também contêm espinhos, mas cabe a cada um ter o devido cuidado ao colher a flor para embelezar nossas vidas.
    Poema com beleza poética e sabedoria.

    Vai treinando os haicais, daqui a pouco, tem dominado a técnica.

    Abraços do novo amigo e obrigado pela visita no meu blog!

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Olá amiga;
    Que poema mais elegante...
    Não encontrei elogio mais gracioso q este
    Seus poemas são muito gostosos de ler, de apreciar; bjos

    ResponderExcluir
  33. Zilani, linda mensagem em forma de poema.
    Deus sempre está ao nosso lado, a força sempre está dentro
    da gente, lá naquela curvinha do coração. Hoje sou mais forte, mas já chorei muito e me perguntava "por que?" Algumas respostas encontrei, outras não, mas sempre estou revendo tudo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Lindo querida,
    adorei ler algo que me traduz tão bem no momento.
    beijo grande ****

    ResponderExcluir
  35. Oi Zilani, ler esse poema com essa música de fundo foi simplesmente perfeito. Mais apropriado impossível. Muita gente não enxerga as flores que perfumam seu caminho porque estão perdendo tempo procurando perfumes que não conseguem alcançar. Lindo mesmo.

    ResponderExcluir
  36. Zilani,que bela msg nessa poesia!Ficou maravilhosa!bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  37. Oiiii. Boa tarde querida! Gostei muito do poema. Vim deixar meu carinho. Tenha um lindo dia flor. Beijos.

    ResponderExcluir
  38. a vida é sábia.
    Vivemos nosqueixando. Pode ser sempre pior.
    O segredo é viver em equilibro com o que temos, dando graças, sempre.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  39. Olá,Zilani!!
    Mensagem abençoada!!
    Venho agradecer por seu carinho.
    Beijos no core.Boa noite!!!
    Soninha.

    ResponderExcluir
  40. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Precioso tu poema querida amiga... precioso.
    Por favor necesito tu correo electrónico para mandarte uno personal mio, quiero aclarar un asunto que me ha pasado injusta mente, quiero que sepas por mi misma lo que ha pasado. Si entras en mi página web verás mi correo, si no me dices y te lo daré. ¡¡Gracias... amiga!!
    Un beso de la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  41. Obrigada pelo gentil comentário. Estou te seguindo. Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  42. Oi Zilani,

    lindo poema, com cheiro de jasmim!

    Beijos

    Leila

    ResponderExcluir
  43. Olá Zilani,
    Adorei seu poema! Tem cheiro de flores e gosto de quero mais...
    Grande beijo, amiga.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  44. Oi Zilani,
    Engraçado que em muitas vezes acontece exatamente isso,estamos com os olhos fechados para as coisas boas que se fazem presentes à nossa volta e quando abrimos os olhos pra vida percebemos o quanto estávamos ocupados em olhar as mágoas e as lágrimas quando a alegria esperava por uma chance de nos dar a mão e fazer companhia.
    Lindo blog,poesias ótimas de se ler!Adorei conhecer teu espaço,abraço,=)

    ResponderExcluir
  45. Amada Poetisa.
    Como fã e admiradora de tudo que você escreve só me resta dizer seu poema é lindo e marcante para meu coração.
    Uma linda noite beijos com muito carinho.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  46. Gostei dos teus escrito!
    Poemas lindos por aqui!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  47. Quanta verdade inseri seu poema! Somos os responsáveis por tudo o que acontece em nossa vida. O caminho é de nossa escolha. Por vezes erramos e ficamos chateados, mas são esses mesmos erros que ensinam! A felicidade é boa de sentir, mas nada ensina! Bom restinho de semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  48. Belíssimo o teu Poema, a derramar Poesia e perfume.
    Amei.


    Beijos

    SOL

    ResponderExcluir
  49. Simplesmente maravilhoso, minha querida!~´E assim quando se acredita na vida!
    Beijocas.
    Graça

    ResponderExcluir
  50. Hola Célia:

    En mi blog hay un premio para los poetas y escritores. Mi entrada es para dar ánimos a cuantos escribimos. Hago honor a sus bellas letras
    Espero que te lo lleves, me agradaría mucho que lo tuvieses.
    Con ternura te dejo un beso
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  51. Querida Zilani,
    Linda poesia que nos mostra, mais uma vez, que exigimos demais da vida, muitas vezes mais do que merecemos! E não temos os famosos olhos de ver!
    Bjsssssssssssssssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  52. Oi Zilani,
    extraordinária sua poesia. Concordo em absoluto que as flores estão sempre no nosso jardim, mas a cegueira turva nossa visão da realidade. Por isso se diz que realidade é pensamento. Mudar a realidade é mudar nossa forma de pensar (sentir).

    Obrigada pela visita. Gostei muito de passar por aqui.
    Olhe que esse poema teria sido uma excelente participação na 4ªfase da BC Amor aos Pedaços. Se você quiser nós incluimos seu blog nesta lista. Seu texto é um tremendo questionamento.
    Já conhece a BC Amor aos Pedaços? Dia 15 JUL teremos a última fase. Se quiser participar, pode entrar somente agora, na 5ªroda. Não necessita participar em todas as fases.
    Abraço além-mar.
    Rute

    ResponderExcluir
  53. Ola Zilani C. é um prazer falar contigo. Grata por tuas palavras em meu espaço, seja sempre muito bem vinda. É sábias as tuas palavras, gostei do texto.
    Sobre ser dura comigo mesma, fez você uma excelente observação, acho que me cobro sempre, mas não consigo ser menos dura comigo mesma, isso faz parte de mim.
    Adorei o cachorrinho, lindo demais, fofo fofo.Até mais.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  54. das flores que colhemos e das que nunca soubemos sequer ver...

    beijinho!

    ResponderExcluir
  55. Olá, é uma alegria poder te conhecer e beber de tão bela poesia. Parabéns.
    Seja sempre bem vinda em meus blogs.
    Tenha um abençoado final de semana.
    Beijinhos de luz.
    Lua.

    ResponderExcluir
  56. Olá, querida
    Ainda bem que temos um Jardineiro Fiel que nos sustenta e que recolhe os espinhos...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  57. Lani

    O poema é bonito, porque tem um tom optimta. No fundo nos fala dos desencontros d vida.Porém se não fora assim, a vida nem seria vida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  58. Mi querida Celia, escríbame a mi correo y se lo mandaré con mucho gusto.
    Con ternura
    Sor.Cecilia
    sorceciliacodina@hotmail.com

    ResponderExcluir
  59. Que lindo poema, e a música combinando rssr
    Acho que se a gente não passa por momentos de sofrimento, não dá valor às alegrias.
    Bjs e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  60. Zilani, que beleza de poema, forte a inspiração!
    Bjs

    ResponderExcluir
  61. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Rosas con espinas da la vida... pero cuando se tienen amigos fieles en momentos dificiles... las espinas desaparecen. ¡¡Gracias... amiga querida!!
    Que curioso... mis amigas perritas, están en estos días más mimosas que de costumbre y muy cerca de mi. ¡¡Que maravillo sos son los animales... cuanto amor regalan!!
    Un beso grandioso, de la brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  62. Lani

    Reportado ao meu poema, convém dizer: que o mesmo é autobiáfrico, sem trcs de ficção.
    Beijos

    ResponderExcluir
  63. Lani querida! Que poesia linda! De uma profundidade! Adorei! Parabéns! Obrigada pelo carinho! Um final de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  64. Como não sei "poetizar" venho aqui deleitar-me:)!
    Bjo

    ResponderExcluir
  65. Olá Lani:
    Seu blog é lindo e suas poesias são maravilhosas.Já é tarde, amanhão volto.
    Vou segui-la com o e-mail do meu administrador Cristovam, pois não tinha e-mail quando abri o blog.
    Que tenha uma linda noite!
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  66. Que linda sua poesia amiga...obrigada por estar no meu cantinho, e obrigada pelas palavras...
    bju
    marly

    ResponderExcluir
  67. Minha querida nova amiga, as tuas palavras encheram-me de alegria. É bom sentir que tocamos alguém, mesmo quando a prosa é simples e ligeira.

    Escusado será dizer que o teu texto é profundo, que é um grito da alma e uma manifestação de talento.
    Também sou tua seguidora.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  68. Olá querida! Brigada pela visita e pela gentileza:) Adorei conhecer seu cantinho e fiquei fã! ( Adorei as músicas que escolheu pra tocar aqui no blog! são das minhas favoritas!)
    Ofereço o meu award, link e selinho de seguidor!
    Apareça mais vezes:)
    bjinhos e bom domingo
    Joana Neves
    http://joana-neves.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  69. Oie meu anjo!

    Que bom te conhecer!
    Olha, depois de tantas palavras maravilhosas que encontrei aqui, tenha certeza, o artesanato é admirável sim, mas, vai ser mais gostoso quando vc tentar!
    Tenho certeza que vai amar, ainda mais quando se é uma pessoa sensível como vc!!!!

    Mil beijinhos e até breve!!!

    ResponderExcluir
  70. Bom dia Lani :)
    Saudade de vir aqui te visitar.
    Como sempre um belo post.
    Lindo texto que nos mostra que a vida não contém só espinhos,basta termos a sensibilidade de enxergar as flores também...
    Bjs e ótimo domingo :)

    ResponderExcluir
  71. Minha linda,
    obrigado pelo carinho de sempre e pelas lindas palavras.
    é sempre muito bom passar no seu blog, beijos e uma semana abençoada.

    ResponderExcluir
  72. Grandes são as vezes que enfrentamos e nos ferimos nos espinhos da vida...


    Paz e bem!

    www.lleandroaugustto.blogspot.com

    www.eu-e-o-tempo.blogspot.com

    Atenciosamente;

    Leandro Ruiz

    ResponderExcluir
  73. Olá Zilani,
    Muito tempo que não passo por aqui e hoje me encantei com tão linda poesia
    Desejo a você uma iluminada semana e tudo de melhor
    Beijinhos afetuosos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  74. Só uma palavra: belíssimo!.

    Beijinho e boa semana

    ResponderExcluir
  75. Bom dia amiga querida dos blogueiros!
    Amiga das letras !
    Amiga das ideias contrutivas!
    Lindo seu poetar...desejo lida semana!
    bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  76. Bellísima las letras las de esas espinas amiga Zilani. Siempre es un placer.

    Paso también a decirte que dejé un comentario en lo del asunto de Morimó y de paso vi el tuyo, pues resulta que el tal Lazarus los ha borrado. Yo lo he vuelto a colgar, lo digo por si deseas hacer lo mismo, Ya sabes el enlace.

    http://blogsdelagente.com/lazurus/2012/06/21/fraude-en-el-concurso-literario/#comment-2159

    Un beso y feliz semana.

    ResponderExcluir
  77. Oi, Zilani, um poema à altura de uma canção de Noel Rosa ou Cartola. Se eu soubese tocar melhor um instrumento gostaria de transformar em música. Lindo, lindo! Grande abraço, paz e bem.

    ResponderExcluir
  78. A mensagem poemática foi um espinho
    que feriu minha alma
    mas acontece sempre quando nos vislumbramos
    com os lindos versos da rosa

    poema mui lindo

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  79. Parabéns, pelo lindo Blog...te visitarei sempre...beijos

    ResponderExcluir
  80. Este seu poema mostra a pessoa sensível que deves ser, pois ele é lindo.
    beijos,
    Léah

    ResponderExcluir
  81. Maravilha de poetar, muito sensivel e verdadeiro, parabens. Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.