Seguidores

Recanto das letras

segunda-feira, 4 de junho de 2012

FLOR DA LAMA


              Rosa menina que desabrocha na lama,
              Flor, princesa, nascida sem realeza,
              Suas pétalas, tão cedo arrancadas,
              Jazem agora, inertes, na cama...

              Despojada de seu manto de rainha,
              Pelas noites, solitária caminha,
              A mercê da rua, da chuva, da vida,
              Sua coroa é só, uma bijuteria...

              Seu único enfeite é uma flor,
              Sem viço, está murcha e sem cor,
              A coloca no peito e sai em busca de amor,
              Só encontrando, sua companheira, a dor...

              A cada manhã, Rosa mais triste retorna,
              Nas mãos, só trás migalhas, esmolas,
              Da menina flor... Já nada mais resta,
              Olha-se no espelho, lamenta... E chora...

              Lani   (Zilani Celia)

70 comentários:

  1. Linda e triste poesia.Lani!! beijos,ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Bellísimo y triste poema de inocencia perdida. Siempre es un placer pasar por tu espacio Zilani.

    Te dejo un beso y un abrazo.

    ResponderExcluir
  3. Que triste...
    Mesmo assim, cativante!

    Tenha uma semana iluminada!
    Beijinhos!♥

    ResponderExcluir
  4. Lindíssimo! Mas se ela olhar bem lá dentro, quem sabe, ainda haja um pouco daquela menina?...

    ResponderExcluir
  5. Oi Lani!
    Triste e verdadeiro...
    Quantas meninas andando por ai perdendo a inocência em troca de migalhas...e quantos covardemente usufruindo da inocência de uma menina!
    Beijo de uma ótima semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. Em lindo poema retratou a triste vida da menina de programa que certamente chorará o arrependimento tão logo os janeiros cobrarem os dias...MARAVILHOSO POEMA! PARABÉNS PELA INSPIRAÇÃO E TALENTO! Beijo. Ivany

    ResponderExcluir
  7. Bonito, Lani!
    Dizem que as rosas não falam, mas devem, sim, sentir a dor de pétalas arrancadas.
    Obrigado.
    Abraço.
    Gilson.

    ResponderExcluir
  8. Flor da lama, rosa menina
    Nascida da roseira
    Com suas pétalas caminha
    Feliz na brincadeira!

    Com seu perfume vai morar
    Para outro jardim
    Ver outras rosas desabrochar
    Continua flor linda assim!

    Continuação de boa semana
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  9. Apesar da tristeza de seu poema...apesar das rosas despetaladas pela vida...apesar do desencanto,a menina rosa sempre será uma flor.

    Bjsssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  10. Um poema lindo e repleto de sentimento.Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Boa noita Lani!um poema que nos refletir,querida.Meninas Rosas despetaladas.Seria um inverno e vem com seus ventos e cai suas petalas.Quando entra a primavera a menina rosa resnace linda e exala seu perfume.A vida é assim;amiga horas tristezas e horas alegrias.Mais menina Rosa,nunca perdera a esperança e seu sonho.
    Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  12. Essa flor da lama que percorre a noite em sua busca... ao deparar-se com sua realidade, retrai-se na solidão!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  13. Foi-se uma alegre menina para dar lugar uma não muito contente mulher!

    Muito bom seu poema!

    Muita paz!

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga,
    Bonito poema, mas triste e infelizmente é o que acontece com muitas garotas.
    Estou sentindo tua ausência em meu blog.Apareça.
    Obrigada.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Que poema triste, Zilani...
    Mas, assim mesmo, também é bonito.
    Até a melancolia pode ser bela...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  16. Tem muito sentimento nele...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  17. Oi, amiga Zilani!
    O poema tem a metáfora perfeita para retratar violação da inocência pueril muito comum há muito na civilização.
    É também bem engendrado com com rima rica, bom ritmo melopeia poética, ingredientes essenciais à poesia.

    Parabéns pelo alumbramento!

    Abraços sinceros do amigo!

    ResponderExcluir
  18. Oi Zilani,
    é encantador passar aqui e ver poesia maravilhosa.
    Gostei muito, obrigado!

    ResponderExcluir
  19. oi Zilani,

    pena que a menina se perdeu,
    muito lindo poema...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  20. Vim retribuir a visitinha e adorei seu blog. Já estou te seguindo.

    ResponderExcluir
  21. Versos tristes, no lamento
    De uma lágrima esquecida
    Que chora, com sentimento,
    A inocência perdida.


    Entre os temas líricos, a dor é mais difícil de cantar do que a felicidade. Magistral abordagem a sua. Parabéns, Lani.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Olha esse poema é legal mesmo
    fala de td um pouco
    Mas bem feito
    Adorei
    Bjuss Rita!!!!

    ResponderExcluir
  23. ah flor da lama, com sua beleza, sua vida, sua conquista de nascer na lama, mas não ser da lama... muito lindo seu texto. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  24. Oi Lani :)
    Vc retratou com sutileza um assunto triste e infelizmente comum.
    Lindas meninas desabrocham na lama;
    E muitos acham que é uma vidinha fácil,
    mas só elas sabem a dor que levam na alma.
    Parabéns pelo texto!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  25. Oi Zilani
    Triste, mas com certeza bem real.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  26. Um lindo poema! sinto nele muito sentimento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Tão triste e tão belo! Há tantas Rosas por esse mundo de Deus! Infelizmente.

    Beijo de agradecimento pela sua visita.

    ResponderExcluir
  28. Linda e reflexiva!Gostei muito.
    abraços e votos de paz.

    ResponderExcluir
  29. Realidade que nos acompanha cada dia mais. E a tendencia é que seja cada vez mais rotineiro esse tipo de encanto-desencanto.

    Beijos.


    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com
    Rasuras visuais: The-Tramp-Mind.tumblr.com

    ResponderExcluir
  30. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Malditos sean todos los que mancillen el alma de un niño. Precioso y triste poema amiga, pero me gusta, aunque a las brujas buenas esto nos indigna.
    Un beso muy grande, de la brujita MORIMÓ.
    ¡¡Ah!! Estoy participan do en un concurso de cuentos en el Teatro Mágico, el blogs es: http://blogsdelagente.com/lazurus/2012/06/05.don.agustin-y-su-perro-concurso-de-cuentos (busca D.Agustín y su perro de Mercedes Martínez = MORIMÓ). Me encantaría pasaras por ahí, me dejaras si te gusta tu opinión, y de paso algún votillo(comentaselo a tus amistades). ¡¡Gracias amiga por el atrevimiento, perdona las molestias!!Bsosssssssssssssss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
      Gracias Zilani amiga querida por pasar y dejarme tu linda opinión, pero mujer... de jame también un votillo si te ha gustado, ya que este se te ha olvidado.¡¡Graciasssssssssssssssss!!
      Un beso grandioso de la brujita MORIMÓ.

      Excluir
  31. Querida Lani,
    Fiquei feliz com a visita que fizeste ao meu blog. Obrigada.
    Quanto à tela é de minha autoria sim, como podes ver a assinatura. Sobre o escrever, reservo o direito ao meu marido que possui esse dom, eu me limito à pintar e descrever minhas telas, o que faço segundo meu sentimento pois cada motivo para uma tela já tem sua história.
    Sei que se escrevesse no Recanto teria mais visitantes, pois seriam postagens quase diárias, o mesmo não pode acontecer com pintura, uma vez que me demoro um pouco na elaboração de uma tela. Muitas dessas que postei são telas que já havia produzido e a maioria as doei aos filhos e netos. Tenho algumas que estão em andamento e mais tarde as publicarei, se Deus quiser.
    Um abraço com carinho

    ResponderExcluir
  32. Oi minha querida.
    Lindo poetar cheio de dor e sofrimento. Tenha um dia de paz emuito amot.
    Beijinhos
    Gracita

    ResponderExcluir
  33. Passamos a infância convencidas de que somos princesas e, à medida que crescemos, tornamo-nos "senhoras da lama", pois a vida encarrega-se de desfazer os sonhos! Bjs

    ResponderExcluir
  34. Oi Zilani,

    Boa tarde! Em primeiro lugar, te agradeço a visita ao Navegando no Cotidiano. Em segundo te parabenizar pelo seu texto que me fez lembrar os sonhos de princesas que só nos filmes levam a único final, enquanto na realidade os finais nem sempre são tão felizes.

    Beijos.

    Luciana

    ResponderExcluir
  35. Olá, Zilani!

    Lindo poema: A descrever uma vida triste, com travo amargo a desencanto - onde o drama tomou o lugar da poesia.

    Lindamente escrito, cheio de sensibilidade e talento.

    Abraço amigo

    Vitor

    ResponderExcluir
  36. Zilani, querida!!!!!!! Lindos versos! Que apesar da tristeza e da luta, que cada menina e/ou mulher saiba o potencial que guarda em si e que seja uma princesa a cada gesto! Lindo post! Beijinhos ;)

    ResponderExcluir
  37. ...que lindo poema!!...amei .Sensível Zilani !

    ResponderExcluir
  38. Minha querida

    Quantas Rosas dessas há nesta vida...vazias de tudo e cheias de nada...Lindo como sempre.


    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  39. Parabéns, Zilani,
    Linda poesia!
    A quantas Rosas assisti...algumas feneceram, a maioria murchou e amargou, motivos tiveram, com certeza!
    Bjsssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  40. Ola, estou te seguindo. Adorei aqui, se puder retribuir agradeço do fundo do coração. Grande abraço
    http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    Muuuuito bom seu blog, sucesso.

    ResponderExcluir
  41. Lani,muito triste essa sua poesia,mas bela porque mesmo a dor pode ser bela!Bjs e meu carinho,

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde amiga Zilani, venho aqui por meio desse comentário agradecer pela força e pelo apoio no momento que mais precisei, muito obrigada, tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  43. sem palavras
    lindo poema minha amiga
    foi bom passar por aqui...

    beijos

    ResponderExcluir
  44. Triste realidade, versada com beleza.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  45. Oi Lani
    Passei para te dizer que mimo de amizade para ti lá no http://gracitamensagens.blogspot.com.br/
    Tomara que goste deste carinho minha querida
    Tenha uma noite de muita paz.
    Beijinhos lindos na sua alma
    Gracita

    ResponderExcluir
  46. Postagem sobre signos, da uma olhadinha ok?!
    http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  47. Olá, vim lhe trazer o meu abraço. Tenhas um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir


  48. Cuando paso a visitarte me crezco con los textos encontrados, que son el archivo de las vivencias, poesías o momentos de un trayecto de vida, que con ayuda del recuerdo han regresado al presente recobrando protagonismo.

    Siendo hoy uno de esos momentos, que cuando me valla, me llevaré ese buen sabor en la comisura de los labios, porque has sabido aderezarlos con la textura de las palabras…

    Un feliz viernes ya casi fin de semana te deseo, algo que siempre se espera con ansiedad para dedicárselo a diferentes prioridades que se van posponiendo.

    Un beso tan profundo
    Como el sentimiento
    Del aprecio
    Que nos ha unido.
    María del Carmen



    ResponderExcluir
  49. Olá,Zilani!!

    Belíssima poesia,querida!!Embora seja triste...é um destino duro.
    Beijos pra ti!!!
    Ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  50. ... todos passam por momentos de tristezas e lutas, mas o levantar é que nos traz um aprendizado inigualável...


    Paz e bem!
    www.lleandroaugustto.blogspot.com
    www.eu-e-o-tempo.blogspot.com
    Atenciosamente;
    Leandro Ruiz

    ResponderExcluir
  51. Sorteio queridas, se inscrevam:
    http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  52. As tristezas de uma dura realidade de vida...beijos de bom final de semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  53. Zilani, tudo bem?
    Que lindo!
    Melancólico e lindo!
    O tanto do desencanto que a poeta transforma em canto, e das dores eis que surge Poesia de primeira.
    Parabéns!
    Ótimo dias, beijos!

    ResponderExcluir
  54. Um palavra define um sentimento: encantado! abraços

    ResponderExcluir
  55. Que coisa mais linda!!!
    E para completar tanta belezura:A música!!!!!!!!!!
    Parabéns...
    Estarei te seguindo.

    ResponderExcluir
  56. Oi Zilani!
    Vim agradecer sua visita simpática e dizer que seja sempre bem vinda, Gostei muito de sua poesia e do conto do post anterior.
    Beleza e tristeza tecida em versos, é, a vida nem sempre é como sonhamos, ela pode ser muito dolorida.
    Beijinhos e um lindo domingo!

    ResponderExcluir
  57. Lani, vim conhecer seu adorável cantinho e agradecer sua visita que muito me alegrou! Obrigada mesmo! A poesia muito bem construída é linda de tristeza também! Grande abraço e lindo domingo! Apareça!

    ResponderExcluir
  58. Retratou com maestria a dor da perda da inocência, onde se ocultam os sonhos mais preciosos. Triste o foco, mas lindos
    os versos. Parabéns! Bjs.

    ResponderExcluir
  59. Minha amiga um poema nostálgico, triste e lindo que consegue tocar o nosso coração.
    Bom domingo e uma semana maravilhosa.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  60. Olá Laine, Muito belo os versos.
    Triste, mais verdadeiro. Toca a alma.

    Depois de alguns dias ausente aqui estou pra deixar um beijo e te desejar uma excelente semana!
    Grande abraço!
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  61. Oi Lani, um belo poema, e tenho certeza...as sementes escondidas sempre brotam novamente e encantam com suas belas cores e formas, sempre renascem...
    Amo esta música, escuto e viajo, adoro!
    Beijos e linda semana!

    ResponderExcluir


  62. Me voy a tomar un leve descanso…

    Nos vemos a la vuelta.

    ¡¡Gracias por la comprensión!!

    Me llevo tu nombre gravado en la valija donde reposa mí cariño. Y cuando regrese continuaré haciendo uso de la modestia de las palabras, para que sigan iluminando el cauce de la amistad que tiñe de colores la ilusión.
    Con párrafos abiertos para valorar las impresiones, que brotan del entusiasmo producido por la comunicación entre amigos.

    Un sentido abrazo
    Dejando al viento
    Los sentimientos

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  63. Olá,Zilani!!

    Deixo um beijo e meu carinho!!!
    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  64. Convido-te a conhecer um Homem de papel
    Convido-te a olhá-lo num espelho de água

    Boa semana

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  65. good article
    follow back me www.aboutofindonesia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  66. Essas são as pessoas que têm tudo para se lastimar: vida dura, vida triste, desencantos. talvez sem mais sonhos... Está provado que o poeta conta a tristeza com beleza.

    beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  67. zi, intenso e transmite a pureza dos sentimentos,
    bjs elaine

    ResponderExcluir
  68. Somente a poesia tem esta capacidade de tirar da lama o mais puro aroma.Voce magicamente fez da tristeza a beleza de poetar com arte impar.Carinhoso abraço amiga poetisa.
    Bjo.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.