Seguidores

Recanto das letras

domingo, 11 de março de 2018

O ÚLTIMO VOO!



Voei como se fosse um passarinho,
Percorri distâncias nas linhas do meu sonho,
Repousei tristezas, no silêncio do espaço,
Busquei forças, no vazio do meu cansaço...

Falei ao vento, - De tristeza estou morrendo,
Te peço, venta pouco, em meu momento,
Não faça de meu corpo, um simples fragmento,
Nem de minh’alma, da dor, o instrumento...

Me leve ao ninho, na hora programada,
Será pr’a mim, a última morada,
Poderei contar-te, minha triste história,
De cansadas asas e de muita luta inglória...

Quero que a lua, me sirva de mortalha,
Que um raio, corte o céu, como navalha,
E cada estrela, ao ser por ele, dividida,
Ilumine, o voo... Desta ave, em despedida...

   Lani (Zilani Celia)

65 comentários:

  1. Olá, querida amiga Zilani!
    Os terceiro e quarto versos são lindos... me falaram muito ao coração.
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados !
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Muito linda e tocante tua poesia,Zilani!Bjs tudo de Bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso poema de uma sensibilidade única que apesar de uma profunda tristeza nos encanta do princípio ao fim querida amiga ,desejo-lhe um domingo muito abençoado ,beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  4. Lendo, não consigo encontrar outra palavra que defina a minha admiração, sem ser: BRILHANTE
    .
    * Orlas do Alvorecer ... em silêncios de amor *
    .
    Votos de um domingo feliz

    ResponderExcluir
  5. O voo da liberdade. Lindo!
    Bjs e bom domingo.

    ResponderExcluir
  6. Liberdade! É o que buscamos em toda e qualquer situação em nossa vida! Que tenhamos no último voo, a leveza da vida que edificarmos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo esse voo em busca da liberdade Zilani
    Meus aplausos por mais esta maravilhosa pérola
    Beijos e um feliz domingo

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo poema...imbuído de tristeza profunda...há momentos assim definitivos quando só a esperança pode ser a salvação!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  9. Linda poesia,mas bem triste amiga Zilani!
    Que essa tristeza seja um voo de liberdade,voando com asas fortes e chegando ao seu destino,que é o aconchego do seu ninho.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde!
    Poema lindo demais. Parabéns!!

    Beijo e um resto de um bom Domingo.

    ResponderExcluir
  11. Que belo poema, Zilani! O derradeiro voo...obrigatório. Só podemos desejar neste momento a serenidade.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Linda, melancólica, sensível e emocionante, adorei!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  13. Lindo poema.
    Mas um pouco triste.
    Boa semana

    ResponderExcluir
  14. Versi bellissimi e struggenti.
    Buona giornata, un abbraccio.
    enrico

    ResponderExcluir
  15. Um poema comovente este "último voo". Pode ser uma metáfora da vida...
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Lindo poema, Zilani. Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia. Parabéns pelo excelente poema. :))

    Hoje:- Âmago em transparências
    .
    Bjos
    Votos de uma boa Terça - Feira.


    ResponderExcluir
  18. Embora o ar triste que transmite, mas a beleza da sublime escolha de cada palavra, colocada no lugar certo!
    Abraço

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderExcluir
  19. Um poema muito belo e comovente, Zilani!... E que não se poderia harmonizar melhor com a imagem escolhida!...
    Lindíssimo! Este voo... que todos nós, também faremos um dia...
    Beijinho! Continuação de uma boas semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  20. Una poesía llena de sentimiento.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  21. Um poema triste, mas belo e profundo, querida amiga. Um retrato da vida onde a cada instante fazemos um voo e nem sempre para o lugar certo, nem sempre voos agradáveis. Virá o dia em que as nossas asas nos levarão para sempre, numa despedida definitiva, mas até lá, teremos de seguir voando ou simplesmente caminhando devagar, passo a passo, com muita cautela. Não temos outra opção, senão aceitar as decisões da vida. ? Parabéns, amiga e que esta tristeza seja só reflexão sobre os desígnios desta nossa caminhada. Muita saúde para ti e para os teus. Este é o melhor presente que a vida nos pode dar. Beijinhos
    Emilia

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde, Zilani
    Triste mas muito lindo poema.
    Nos leva a refletir.
    Deixo um abraço e o meu carinho.
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  23. Que linda poesia minha querida Zilane! Me tocou o coração pois embora triste a composição se tornou bela. E a foto, completa a poesia. Parabéns grande poetisa!
    Grata pela visita, abraços.

    ResponderExcluir
  24. Olá, Lani!
    Mais uma bela criação sua, minha amiga, da qual gostei muito.
    Um abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  25. Poema bem bonito! Voar com garra e vontade até o fim...
    Inspiração muito sensível...
    O meu abraço

    ResponderExcluir
  26. Olá amiga Zilani, Que belo, profundo e grandioso poema, a foto por si só diz tudo! Uma obra prima de primeira grandeza! A música , um deleite pra alma!

    Grata pela visita e palavras carinhosas lá no meu blog!
    Feliz noite de paz!
    bjss!

    ResponderExcluir
  27. Lindo poema cheio de sentimento, mas pessoalmente prefiro-os mais alegres, mais divertidos para me fazer sonhar e não sofrer.
    Bom domingo!!!

    ResponderExcluir
  28. A felicidade cabe inteiramente no peito de quem agradece os milagres diários, de quem perdoa a si mesmo e ao próximo.
    A felicidade é também agradecimento. BOM DIA!!

    Vitor Ávila

    Parabéns pela bela postagem
    Bjusss
    Rita!!

    ResponderExcluir
  29. Quem tem asas para voar
    A todo o lugar pode ir ter
    Seu amor sabe arrebatar
    Dando alegria ao seu viver!

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde, O ultimo voo é o primeiro de muitos, lindo poema, um pouco triste, quando falou ao vento com tristeza.
    Feliz semana,
    AG

    ResponderExcluir
  31. Nossa!! Que lindo, Lani, triste, sem dúvida, mas belo demais, e com essa música de fundo até emociona por imaginarmos o voo da despedida...
    Amiga... meu aplauso!!!
    Beijo, uma linda semana.

    ResponderExcluir
  32. ¡Hola Zilani!!!

    Bellísimo poema donde brota la melancolía, a todos tarde o temprano nos llega ese final, nuestras alas dejan de planear y llega esa tristeza, mas debemos pensar que la vida no termina se trasforma para anidar de nuevo en alguna estrella resplandeciente.

    Deseo con el corazón en la mano, que todo esté bien en tu vida y la de los tuyos.
    Ha sido un inmenso placer pasar de nuevo por tus preciosas poesías.
    Ojalá sigamos en contacto, yo poco publico, la salud está regular… Y tardo en visitar mis blogs amigos, voy poquito a poco.

    Te dejo mi inmensa gratitud y mi gran estima.
    Un abrazo grande con mi aprecio.

    Se muy, muy feliz.

    ResponderExcluir
  33. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Oi Zilani, Lindo de mais o seu poema!...Voei que nem passarinho. Adorei!
    Beijinho amigo.
    Luisa Fernandes

    ResponderExcluir
  34. Amiga, embora não tenha sido oficialmente legalizado, o dia 20 de março, desde 2004 que comemora-se como sendo o dia do Blogueiro ou da blogueira.
    Como gosto de comemorar dadas em especial aquelas que acho bem merecidas, hoje, vim aqui parabenizar você por ser essa profissional da blogsfera competente, criativa e que com muita responsabilidade mantem o seu blog.
    Parabéns por ser essa blogueira maravilhosa que nos encanta com suas postagens.
    Abraços da amiga Lourdes.

    Tem postagem e tem selinhos comemorativos nos meus blogs.

    ResponderExcluir
  35. Boa noite Lani,
    Voar é preciso...
    embora haja
    ventos contrários o tempo todo.
    Que nosso último voo
    possa ser magistral.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  36. Um toque de tristeza e desespero mas...também de esperança num voo que leve ao destino pretendido. Um Poema com muito sentimento que nos toca profundamente.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  37. Zilani, esse voo teu
    É um voo alvissareiro.
    Último não - o primeiro
    Voo da ave que nasceu

    E encorujada no breu
    Procura por seu lezeiro
    Em forma de mensageiro
    Cuja mensagem perdeu.

    Tu és estrela, és a lua,
    Um transeunte na rua
    Feita a comunicadora

    Dos teus versos. Continua!
    Meus parabéns pela tua
    Lição do que o amor fora!

    Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  38. Este seu poema talvez seja o melhor que já li da sua autoria (e já li mais de cem... ou de duzentos...). Só espero que a ave não seja você...
    Parabéns pela excelência deste poema. É tão bom que gostava de ter sido eu a escrevê-lo (que inveja... rsrsrs...).
    Continuação de boa semana, amiga Zilani.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  39. Lindo Zilani . Ao mesmo tempo triste e profundo .Amei os últimos versos :Quero que a lua, me sirva de mortalha,
    Que um raio, corte o céu, como navalha,
    E cada estrela, ao ser por ele, dividida,
    Ilumine, o voo... Desta ave, em despedida...
    Imagino meu último voo assim , consciente do fim , apressado para chegar à última morada , guiada pelas mãos de DEus . Bjs . Foi bom receber sua visita e suas palavras carinhosas >

    ResponderExcluir
  40. Olá:

    Estive ausente e explico lá porquê.Fiquei triste com o poema, embora seja belo.E com a música fiquei de coração partido.Muito belo.

    Beijinho doce

    ResponderExcluir
  41. Olá:

    Estive ausente e explico lá porquê.Fiquei triste com o poema, embora seja belo.E com a música fiquei de coração partido.Muito belo.

    Beijinho doce

    ResponderExcluir
  42. Um toque de tristeza e desespero mas...também de esperança num voo que leve ao destino pretendido. Um Poema com muito sentimento que nos toca profundamente.
    สล็อต ออนไลน์
    Gclub

    ResponderExcluir
  43. Un poema precioso, me ha encantado. Besitos y gracias.

    ResponderExcluir
  44. Olá, querida Lani!

    Um soneto triste, mas repleto de sentimentos, direi humanos. Personificaste a ave, que só quer sossego e paz.

    Gostei mto da imagem, que combinou mto bem com tuas palavras.

    Voltei à blogosfera, após cirurgia da mão, que está satisfatória.

    Beijos e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  45. Me gusta tu blog.
    Te paso mi blog.
    Por si deseas visitarlo.

    https://anna-historias.blogspot.com.es/2018/03/tal-vez.html?m=1#comment-form.

    Gracias.
    Besos

    ResponderExcluir
  46. Amiga,
    Quanto mais te leio, mas me encanto pelo teu jeito de poetizar,
    pela poesia que tua alma deixa transparecer.
    Parabéns! Abraços, tenha uma bela noite e um amanhecer feliz.

    ResponderExcluir
  47. Profundo, sentido e belo poema.
    Zilani, passei também para desejar uma Páscoa muito Feliz
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  48. Quanta inspiração.
    Bom feriado de páscoa.
    Abçs.

    ResponderExcluir
  49. Você escreve muito bem! Só achei o poema triste...
    A música que está tocando aqui no seu blog é muito linda!

    Grande beijo. Feliz páscoa!
    Fique com Deus

    ResponderExcluir
  50. Gostei de reler o seu excelente poema.
    Continuação de boa semana e uma Páscoa Feliz.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  51. Independentemente da publicação, que gostei:
    O Brincando com as palavras DESEJA-VOS: UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA, EXTENSIVO AOS VOSSOS FAMILIARES E AMIGOS.
    .
    Bjos com carinho e estima.

    ResponderExcluir
  52. Passando a deixar um beijinho, e os meus votos de uma Feliz e Doce Páscoa, com saúde, na companhia de todos os seus, Zilani!
    Tudo de bom!
    Ana

    ResponderExcluir
  53. "Ó nós aqui travez". Volto para desejar a ti e aos teus uma santa Páscoa.

    FELIZ PÁSCOA
    Autor: Laerte Sílvio Tavares

    Que a luz da ressurreição
    De Cristo Nosso Senhor
    Brilhe no teu coração
    E se refrate em amor,

    Permeando a tradição
    De fé, a dar esplendor
    Às festas pascoais que são
    Frutos da Paixão e dor

    Transformadas em alegria
    De Madalena, Maria
    E de toda a humanidade!

    Feliz Páscoa, pela via
    Do amor – nossa luz e guia
    Na fé e na caridade!

    Grande abraço. Laerte.


    ResponderExcluir
  54. Espero em brave voltar enquanto estiver ausente perceive qnto solos nada nada .Feliz pascoa.Jesus Beijos
    ' 've


    Quattro

    ResponderExcluir
  55. Belíssimo e comovente, Lani!!!
    Hoje, deixo um bjinho docinho e votos de um lindo domingo de Páscoa.

    ResponderExcluir
  56. Amiga querida.
    Fiquei super triste sem PC justo quando dava inicio
    as visitas de Pascoa.
    Obrigada pelo seu carinho e amizade..
    Que a Pascoa esteja em nossos corações,
    que o amor de Cristo nos abençoe todos
    os dias das nossas vidas.
    Te abraço com carinho.

    Evanir.

    ResponderExcluir
  57. Triste, Zilani... mas linda, amiga, como tudo que escreves! Boa semana, fica bem.

    ResponderExcluir
  58. Olá, querida amiga Zilani!
    Passando para desejar-lhe uma Oitava de Páscoa muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    O último voo seja leve e breve!
    Bjm festivo de paz e bem

    ResponderExcluir
  59. Dando um pulo aqui para ver as novidades...
    Aguardo!
    Um beijo, querida Lani.

    ResponderExcluir
  60. Bom dia, o poema é brilhante, os momentos da vida também são com voos altos e baixos, com e sem esperança.
    Feliz fim de semana,
    AG

    ResponderExcluir
  61. Que este voo descortine novos horizontes, encontrando novas paragens, cheias de amor e coisas boas.
    Lindo poema, feliz semana, beijos

    ResponderExcluir
  62. Boa semana, Zilani. Aguardo o próximo post.

    ResponderExcluir
  63. Triste porém de uma beleza que toca o coração e alma.
    Gratidão por tua presença querida Zilani e por seguir-me.
    Um excelente fim de semana para ti.
    Abração com carinho

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.