Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 30 de julho de 2013

LIÇÃO DE AMOR...



Sábio é o passarinho, que de seu só tem um ninho,
E mesmo assim encanta a todos e é feliz,
Não maltrata a flor, ao seu néctar sorver,
Pois sabe, que um precisa do outro pr’a viver...

Sábio é, porque entende e respeita o vento,
O reconhece ao escurecer o firmamento,
Não o enfrenta, por saber estar ele infeliz,
E o abraça, quando o vê cansado, de tanto destruir...

E o vento que nunca havia sentido um carinho,
Observa a harmonia no voo do pequeno passarinho,
Para e vai aos poucos, se acalmando,
Transformando-se então, num cálido vento brando...

Sábio foi o passarinho, pois, tinha no ninho um filhotinho,
Que por toda esta força, já estava quase a cair,
Aplacou sua fúria violenta, fez o vento, amor sentir,
Ensinando-lhe... Que há muitos caminhos a seguir...


        Lani

68 comentários:

  1. Que amor de poesia. Os passarinhos por si só já me encantam, mas encantam mais quando adornados de lindas poesias! Um grande abraço e beijos!

    ResponderExcluir
  2. Linda lição de amor! Sábio é o passarinho!...

    Um abraço grande, Lani...
    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  3. a interdepedência na natureza é sábia e nos ensina q a união nos traz mtos benefícios. Amei o seu poema, Lani. Bjos.

    ResponderExcluir
  4. "Sou menino passarinho..." Que linda trilha sonora instrumental, você colocou em seu poema encantador... Voei nas asas sublimes de lindos passarinhos-recordações!
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  5. Temos muito a aprender com a natureza. Encantadora sua poesia amiga. Um bj pra ti.

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema Lani, os animais, a Natureza está ai para nos mostrar como é tão simples a vida, se não a complicássemos tanto não é? A sabedoria da Mãe Natureza não erra nunca. Adorei, muito mimoso e delicado. Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    La naturaleza es tan sabia como la vida misma, aprendamos de ella y respetemos lo que nos rodea. Tu poema es muy lindo querida Zilani.
    Besos grandiosos de esta brujita amiga MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  8. Lani, que coisa mais linda! Sábio é o passarinho, que aplacou a ira com o amor... Um versículo da Bíblia, em Provérbios, diz exatamente isso: que a resposta branda desvia o furor. Quero ser sábia como seu passarinho, para proteger com sabedoria meus 'filhotinhos'!

    Amo te ler, já sabe disso. Um super beijo!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia

    Linda poesia

    A natureza é nossa "mãe" inspiradora e, na sabedoria do passarinho, como refere o poema, pode estar uma das mais belas artes de entender a natureza
    Adorei ler...Parabéns.

    Fique feliz
    ***********************************
    Querendo visitem-me...Obrigado

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  10. Os passarinhos encantam nossa alma, Zilani. Eu amo os animais. Beijos e ótimo dia!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia, Zilani. Todos os bichinhos são sábios, pois vivem segundo o ciclo da natureza, sem jamais contestá-los. Belo poema!

    ResponderExcluir
  12. Magnífico poema que conduz à reflexão!

    A natureza dá-nos lições que normalmente não aproveitamos!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia!
    Que linda lição de amor!
    onde moro tenho o privilégio de ver da janela da sala, no alto de um poste, um ninho do João-de-barro... muito legal de se ver, apesar do lugar que ele escolheu. O mais legal é que a vizinhança inteira o protege, se o pessoal da Eletropaulo vem, elas já saem as ruas para que eles não mexam na casinha dels.
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Zilani.. como é gostoso ler poemas assim cheios de rimas e vida.. o amor por si só já é uma lição.... colocaste muito bem na tua poesia.. bjs e um lindo dia

    lapidandoversos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá querida Zilani, fiquei encantada com sua poesia, cada estrofe uma lição de amor.
    É amiga, feliz são os passarinhos, que precisam de pouco para viverem, e são acolhido pela a Mãe Natureza! Belo poema!

    BJS

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  16. Amor más amor. Bellísimo.
    MUITA LUZ PRA VOCE. !! :)

    ResponderExcluir
  17. Adorei o seu poema, Zilani!
    O vento acalma-se com o amor; voa passarinho voa!

    Tenho novo post, se quiser dar uma olhada:
    http://escritacommusica.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  18. Meiga composição entre o passarinho e sua relação com a natureza...abrandando o vento, cuidando a prole e salvando o ninho...a relação do amor na construção da vida.
    Muito lindo!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  19. Oi Zilani!Obrigada por seu comentário de incentivo lá no blog.Adorei os versos,que passarinho sábio,fez do vento um amigo,amei!Beijos nas bochechas!

    ResponderExcluir
  20. Linda poesia, sábias palavras! Parabéns Poetiza!

    ResponderExcluir
  21. A natureza em todo o seu resplendor ,adorei muito este momento poético,beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Oi Zilani,

    Uma lição de amor, e de vida essa poesia.
    O Homem precisa aprender muito + muito com a natureza.
    Quanta sabedoria desse pássaro.
    Aplacou sua fúria violenta, fez o vento, amor sentir.
    Deixo um grande beijo e desejo uma ótima quinta.
    Abraços!
    Tem atualização passa la.

    ResponderExcluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  24. Sábio é o passarinho,
    No seu ninho os ovos chocando
    Construído num raminho
    O nascimentos de seus filhos esperando.

    Uma lição de amor
    Canta alegremente
    Passarinho voador
    Feliz e contente!

    Boa noite e um abraço
    para você, amiga Lani.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  25. Estamos sempre aprendendo com a natureza e o quanto ela enaltece o Criador.
    Um poema cheio de encantos e rimas.

    Meu blog Palavresias não abre mais e já tentei de tudo para recuperá-lo, mas não consegui e portanto abri outro: http://apenaspalavresias.blogspot.com.br/, por favor adicione-o.
    Bjkas doces

    ResponderExcluir
  26. Nossa, tão lindo...a natureza diversas vezes dá lições de imensa e superior sabedoria dentro de toda essa sua simplicidade perfeita. Eu adoro observar passarinhos. Um abraço!

    ResponderExcluir
  27. Que preciosas letras Zilani, una entrada maravillosa donde la naturaleza cumple su papel tan importante!
    Un placer pasar a leerte, te dejo un fuerte abrazo.
    Bella jornada!

    http://perfumederosas-cristina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Linda obra, Zilani!
    Delicada, sábia, perfeita!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  29. Querida Zilani, digo poeta Zilani, o nome é perfeito, pois este poema é uma lição de amor, de harmonia, cumplicidade, solidariedade, o que nós humanos precisamos...mas tem uma graciosidade este poema, quase uma fábula, uma história linda que vou experimentar recitando para uma sobrinha bebê, que me ouve e e´muito minha amiga. É um poema que nos prende direto, pois tem um ritmo próprio, uma melodia nas entrelinhas, talvez seja um vento soprando leve, e dizendo: só conectado na natureza teremos alguma chance de sobrevivência, vamos nos harmonizar. Querida Zilani, gostei muito deste poema, é belo, profundo e encantador.
    ps. Meu carinho meu respeito meu abraço.

    ResponderExcluir
  30. Forte e doce ao mesmo tempo... Sábia é você, minha querida amiga. Beijinhos e um lindo dia!!!

    ResponderExcluir
  31. Oi Lani :)
    Postagem encantadora,como sempre!
    Passarinho sábio e humilde...
    É muito bom sentir a natureza e a poesia unidas.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  32. É mesmo , quantos caminhos á seguir...

    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi amiga, que lindo.
    Há muitos caminhos na vida se não conseguimos em um, tentamos em outro!
    Tenha uma linda semana, beijos!

    ResponderExcluir
  34. Que maravilha de poema,Lani!

    Ès magistral!





    Desculpe não ter visitado antes,mas minha conexão está péssima e minha visão também.

    Opero o olho direito no próximo dia 7.

    Obrigada pela visita e ótima semana.

    Beijos

    Donetzka

    ResponderExcluir
  35. Belo poema, bom para refletir.
    Sigo seu blog.

    http://mundodeariel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. Divino poema. A sensibilidade de entender a natureza e traduzi-la em versos. Parabéns. Docemente um passarinho tão pequenino para defender seu ninho abraçou o vento .Sábia Natureza.
    LINDO. Amei.bjs.

    ResponderExcluir
  37. Seu instinto o deixou sábio...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  38. Muito obrigada pelo carinho da tua presença no «LÍRIOS».
    A autora do poema, a minha querida amiga Lúcia Barbosa, ficou, também, sensibilizada, o que me manifestou por email.
    Eis as suas palavras:
    - “Deslumbrei-me com o blog, com a publicação do meu poema, com os comentários tão preciosos. Jamais poderia supor que estas pessoas apreciariam o que me caiu da alma em um desses repentes que vai se saber porque acontecem. Fiquei feliz e comovida. Não tenho palavras para lhe agradecer a honra da bela publicação e a gentileza de seus amigos para comigo”.
    É, pois, em nome das duas que eu te digo: “Bem hajas”.
    Beijinhos
    Mariazita

    PS – Desculpa o “Copy & Paste” mas, com as idas à praia, o TEMPO fica muito curtinho… :)))
    Voltarei. Fica me aguardando…

    ResponderExcluir
  39. Zilani

    O poema é uma verdadeira lição, baseada na natureza,

    Beijos

    ResponderExcluir
  40. oi Zilani, com sabedoria, transmitiu um ensinamento valioso.

    beijos/lindo final de semana/

    ResponderExcluir
  41. Lindo este poema amiga! A natureza guarda infinita sabedoria em seus mínimos detalhes...

    ResponderExcluir
  42. Oi, Lani!

    Tão terno, doce e natural, bio, o seu poema!

    Quem ama cuida e dá lição, sempre que necessário.

    Bom fim semana.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  43. Com muitas saudades depois de uma pequena ausência
    estou voltando para agradecer seu carinho comigo
    eu entendo ,que a amizade é eterna quando somos amigos de verdade.
    Nessa ausência pude compriender o quanto
    sua presença enche minha vida de esperança.
    Esta sendo difícil passar por mais essa fase
    da minha vida.
    De sorte a minha fé é inabalavel por maior ,
    que seja minha luta procuro ser cada dia mais forte.
    Eu ainda não sei de onde vem minha força,
    mais acredito , que vem do Alto Dos Céus.
    Onde as estrelas e os anjos me cobre de paz e de luz
    restaurando assim minha vida.
    Com muito carinho deixei um premio na postagem
    caso gostar leve por favor.
    Deus abençoe seu final de semana.
    com carinho e minha amizade pra sempre.
    Beijos no coração e na sua alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  44. EL AMOR SIEMPRE NOS ENSEÑA ALGO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  45. Que bacana, Zilani. Adorei. E esses ensinamentos ficarão para a toda a vida, sem dúvida alguma. bjs e bom final de semana.

    ResponderExcluir
  46. Obrigada, querida Lani, para si também um óptimo fim-de-semana.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderExcluir
  47. LANI... Vim te deixar um abraço e desejar UM FELIZ FINAL DE SEMANA!

    MUITA PAZ E SAÚDE...

    ResponderExcluir
  48. São tão pequeninos esses passarinhos e mesmo assim aprendemos lindas lições de saber viver com eles.
    Linda a tua poesia Zilani, amei.
    Beijo carinhoso. Su.

    ResponderExcluir
  49. Zilani, passei por aqui e reli seu doce poema. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  50. Lindo Zilani!Parabens pelos doces versos!

    Beijos

    ResponderExcluir
  51. Oi Zilani,

    Linda poesia!
    Os pássaros nos encantam, nos ensinam, nos fazem sonhar!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  52. Boa tarde, Lani. Uma poesia belíssima.
    Sábio foi o pássaro que acalmou a fúria do vento, e com isso não gerou nenhuma desgraça.
    Nada como a calmaria na natureza e nas relações humanas.
    Beijo grande e paz!
    Tudo de bom.

    ResponderExcluir
  53. Oi, Lani!

    Tudo bem, por aí?

    Eu reparei sim, que tinhas removido teu comentário, e fiquei, sem perceber, o porquê.
    Pronto, graças a Deus, que tudo se resolveu.
    Obrigada por tua explicação.

    Boa semana.

    Beijos.



    ResponderExcluir
  54. Olá Lani!
    Sua poesia é doce, suave e envolvente. Adorei seu blog e sua poesia. Me surpreendi ao perceber que não estava te seguindo. Mas agora estou com muito gosto.

    Um beijão e obrigada pela sua visita :)

    ResponderExcluir
  55. Olá, boa noite!
    Muito obrigada por me seguir e pelo comentário no meu blog.
    Estou contente por vir aqui , pois acho a sua poesia muito bela. Este poema é de uma imensa delicadeza e ternura para com os passarinhos. Um abraço de Portugal.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  56. Bom dia, bom começo de semana
    hj vim te convidar para comemorar
    meu aniversário, quero dividir minha
    alegria e oferecer um pedaço de bolo
    Venha que a festa já está começando
    Bjuss carinhosos
    ♫•*(¯`v´¯)¸.•*✿ღ
    *◦.(¯`:✿!:´¯) ✿ღ
    *✿.(_.^._)*•.¸¸.•
    ______________Rita!

    ResponderExcluir
  57. Fico com o bonito ou bonito. Parabéns!

    ResponderExcluir
  58. Belo, Zilani! Oxalá possamos ser sempre passarinhos, para os ventos de nossas vidas! Boa semana.

    ResponderExcluir
  59. Olá, Zilani!

    Ternurento e sábio este passarinho - e também uma lição de vida para todos nós.Tal como doce é o poema,certamente reflexo da doçura de quem o escreve.
    Muito bonito!

    Um abraço amigo, e boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  60. Sábia é você, que extraiu da natureza
    ternura e beleza
    simpatia e alegria
    e transformou em poesia.

    ResponderExcluir
  61. Oi Lani! Seu poema, além de belo, é mais um alerta de que devemos aprender com a natureza. O homem se distanciou dela e criou um mundo virtual, que não se sustenta sem a base natural. O verdadeiro poeta sabe identificar esse desvio e o converte num poema como este.
    Tenha uma bela semana!

    ResponderExcluir
  62. Apassarinhado poetar
    Encantei-me
    :)
    Muito sábios são os passarinhos

    Grata pela visita e carinho e desculpe-me pela demora em retribuir

    Segue passarinhice do poeta pássaro Manoel de Barros
    "Um passarinho pediu a meu irmão para ser sua árvore.
    Meu irmão aceitou de ser a árvore daquele passarinho.
    No estágio de ser essa árvore, meu irmão aprendeu de sol, de céu e de lua mais do que na escola.
    No estágio de ser árvore meu irmão aprendeu para santo mais do que os padres lhes ensinavam no internato.
    Aprendeu com a natureza o perfume de Deus seu olho no estágio de ser árvore aprendeu melhor o azul.
    E descobriu que uma casa vazia de cigarra esquecida no tronco das árvores só serve pra poesia.
    No estágio de ser árvore meu irmão descobriu que as árvores são vaidosas.
    Que justamente aquela árvore na qual meu irmão se transformara, envaidecia-se quando era nomeada para o entardecer dos pássaros e tinha ciúmes da brancura que os lírios deixavam nos brejos.
    Meu irmão agradecia a Deus aquela permanência em árvore porque fez amizade com muitas borboletas."

    ResponderExcluir
  63. Adorei, Lani

    A ternura, a delicadeza desse passarinho no seu poetar. Quase todos os dias vejo os pássaros durante a minha caminhada ao parque que fica perto de minha casa. Uma linda inspiração. Amo as suas escritas.

    Uma semana cheia de luz
    Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.