Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 21 de agosto de 2012

NOITE ALTA...


  Um vento frio, gela meu corpo,
A crueza da noite deita-se, sobre mim,
Maldosa, a lua ri com escarnio,
Pois, meu amor chegou ao fim...

Onde estão, meu sorriso e alegria?
Seguem perdidos, nessa noite fria,
Que, de tão escura amedronta,
Minh’alma triste, que sem abrigo se encontra...

E a estrela, que fingida, pisca p’ra mim,
É só ilusão, deste coração, sofrido,
Que se lança do peito, desiludido,
Indo em busca, de um amor real, enfim...

E, ao dobrar a última esquina da vida,
Encurralada, penso ser meu fim,
Quando reconheço um vulto, cambaleando,
É meu coração, quase morto... Chorando...
Querendo voltar, para mim...

        Lani( Zilani Celia)                                                                     

77 comentários:

  1. UFFFFF, CUANDO EL DOLOR HA SIDO MUY GRANDE.A VECES SE TORNA DIFÍCIL RETOMAR EL EQUILIBRIO EMOCIONAL. MUEVE FIBRAS SU TEXTO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Que bonito e ao mesmo tempo t]ão triste!
    Me emocionou, juro e no final me assustei; porquê?
    Nem sei!
    Talvez a noite q me dá medo, é isso "noite alta" o fim *¨(
    *)
    Uma bela tarde/ noite quase.
    bjnho

    ResponderExcluir
  3. Belo poema, as palavras são um tanto quanto sublime,para os q sabem apreciar...Amo poesia! bjos querida.

    ResponderExcluir
  4. Ah! Esse seu coração é um berçário de amor!
    Lindo o seu poema: "a estrela fingida piscando e o encontro com seu coração quase morto, chorando..." Passagens marcantes para mim.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  5. Puxa, Zilani, que triste! Mas a tristeza não me assusta não, me dou super bem com ela, sou feliz até quando estou triste.
    "E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar".
    Florbela Espanca

    Amei seu poema, amo a alegria e a tristeza,amo a vida, amo viver, um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Talvez triste, mas de uma beleza única! obrigada pelos excelentes momentos poéticos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Lindo, Lani!
    Descreve bem o fim de um amor... o coração, quase morto, chorando... é exatamente assim!
    Até que a dor passa, ao dobrar uma esquina da vida: não é o fim, é um novo amor chegando! rsrsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Lani,

    O que pode acontecer com o fim de uma paixão, de um amor?
    Sofrimento é demais, que até coração foge, temporariamente de nós.
    Mas, há sempre, vontade de retornar.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilane, que poema lindo!
    O amor indo... e o coração machucado, mas esperançoso voltando!
    Beijos de uma boa noite!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. Cuanta tristeza llora tu corazón en tus versos,
    solo tiene la esperanza de que el amor renazca
    y volver a ser feliz. Triste pero bello poema.

    Un aplauso a tu talento querida Poeta.
    te dejo un beso y un ramito de felicidad eterna.

    ResponderExcluir
  11. Lindo e intenso, expressando esse desencanto com a vida que todos temos a determinado momento! Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá dileta Lani! Igual um colibri em busca da flor, tal um romântico ávido a procura pela poesia seja ela de amor ou de dor, semelhante o vento que tudo pode e é livre para ir onde quiser, eu aporto aqui em sua aconchegante página.O poeta é um ser especial, sua alma e sua lira vai do doce ao amargo com a mesma intensidade, se expressa com a mesma desenvoltura falando do quente e do frio e sabe cantar também o morno.Subindo ao céu de mãos dadas com o amor, no purgatório duelando com a dúvida e a esperança. ou ainda descendo ao inferno abraçado com a dor, o poeta tem caminho livre por todas estas variantes.O poeta escreve o alegre, o estável e o triste.O poeta escreve o que sente e escreve também sobre o que sente seu semelhante. Brilhante e emotivo é o seu poema, somente o poeta poderia compor um poema lindo falando de uma tema triste. Meu abraço, meu carinho. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  13. Muito bonito gostei vc é maravilhosa
    como sempre, tenha um belo dia abraços
    com carinho
    Rita!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Bom dia minha linda e querida amiga !!!!!
    Vc como sempre me surpreendendo no poetar,trazendo seu mundo poético assim tão misterioso na forma de amar...poema lindooooooo !
    Bjs adocicados !!!!!!!!

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema! Quando estamos no fundo do nosso poço, o único caminho, é para cima...

    ResponderExcluir
  16. Maravilhosooooo!!! Lani minha querida !!! derramei lágrimas de coração ...já reli 03 vezes e me apaixonei ...te gosto viu Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  17. El corazón siempre vuelve Célia y hasta más fortaleciod.
    Fuertes y emocionantes versos.
    Un beso

    ResponderExcluir
  18. Querida Zilani,
    Me emocionei ao ler seus versos
    Muito lindos!!!
    Uma abençoada semana para ti
    Beijinhos afetuosos com carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  19. Olá querida, parabéns pela linda postagem e antes de me despedir, gostaria de convida-la para dar uma passadinha em meu cantinho, Um beijo. http://cadeadani.blogspot.com.br/

    Ps estou te seguindo

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde, Lani. SIMPLESMENTE MARAVILHOSA!
    Amores chegando ao fim, descobrindo que todos os esforços foram em vão, que todas as tentativas deram em nada, no afã de permanecer em paz, de amar, sorrir e viver, nos deparamos com a dura realidade de que o fim existe, de que a Lua não brilha mais, de que nos permitimos a dor, o choro e a separação, que nem sempre sabemos como se deu o seu início.
    Coração despedaçado ainda tenta reviver o que era bom, mas vê que não tem como, que a esperança mínima existente nele, que a fraca força, sucumbe, e isso dói.
    Quem sabe, os sonhos poderão ser realizados depois de um tempo? Quem sabe?
    Seja o destino o senhor do tempo, senão, vivamos de outra forma quando curados estivermos, ou quase.
    Adoro ler a profundidade exata que sai de ti, sem delongas, mas certeira.
    Beijos na alma e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  21. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    En cada linea escrita querida amiga Zilani, pones tanto latir del corazón... que es imposible estar impasible ante tanta belleza de palabras, melodías encadenadas, armonía perfecta del sentir. ¡¡Que preciosidad... que gozada poder leerte!!
    Un beso muy grande, de esta brujita MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  22. Oi amiga, liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo poema! Adorei!
    Tenha uma linda semana, bjus!
    http://www.arionetorres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Hola mi querida Zilani, un bello poema donde se debate la desilusión de amor que su regreso.
    « Y la estrella, quien fingió, me guiña el ojo,
    No es una ilusión, este corazón dolorido,
    Sobresaliendo pecho, desilusionado,
    Yendo en busca del verdadero amor, por fin ...
    No hay que perder la esperanza, fuimos creador para amar y ser amados.
    con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  24. Emocionante e intenso poema!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. mil gracias querida y admirada poetisa por emocionar nuestros sentimientos con la suprema belleza de tus versos. Muchos besinos de esta amiga con todo mi cariño.

    ResponderExcluir
  26. por que não deixar ele entrar
    linda noite bjs

    ResponderExcluir
  27. O coração mesmo ferido e cansado sempre volta para casa... para ditar as regras...tem jeito não.
    Lindo!

    Bjos Lani!

    ResponderExcluir
  28. Sempre que leio um poema assim tão intenso me emociono, quase choro...posso não estar vivendo isso, mas um dia já senti na pele essas dores cruéis que nos cercam e os enganos como senti em um trecho de seu poema...A leveza com que escreves me encanta! Belo poema!

    Beijos e um Bom Dia =D

    ResponderExcluir
  29. Seguramente um dos melhores poemas seus. E como todos são excelentes, não é exagero chamá-lo de obra prima.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  30. Zilani,

    Não tenho o dom da escrita para conseguir te dizer, da forma perfeita e real como tu faz sempre, o quanto gostei e gosto dos teus poemas.

    Beijos, Sarah

    ResponderExcluir
  31. .




    Que peninha eu tenho de quem não
    tem na lua e nas estrelas a certeza
    da cumplicidade. Logo esses dois,
    parceiros do amor, deram pra você
    as costas, talvez quando mais voce
    precisou de suas presenças.

    Espero ver você hoje no Bar do
    Escritor, caderno em que eu a con-
    vite escrevo nos dias 23 de cada
    mês.

    Dá essa força, vai!

    http://bardoescritor.blogspot.com

    Beijos,

    silvioafonso






    .

    Espero você hoje no Bar do
    Escritor, caderno em que eu
    escrevo nos dias 23 de cada
    mês.

    Dá essa força, vai!

    http://bardoescritor.blogspot.com

    Beijos,

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  32. Umm belo, triste e chocante poema, cheio de sentimento e emoção...
    Bjs, Zilani!

    ResponderExcluir
  33. Triste lamento de um coração sofrido...quase morto. É preciso sonhar novamente para fazer bater forte um coração moribundo!!!

    Bjussssss

    ResponderExcluir
  34. Oi Lani

    Há de existir sempre uma luz no fim do túnel e este coração vai encontrá-la.Lindo poema amiga,tem que haver as sombras para a Luz retornar e brilhar...

    Bjssssss, amiga,
    Leninha

    ResponderExcluir
  35. Lani, achei seus textos lindos demais! Peço permissão para ficar! Sigo-te!

    Meu carinho!

    ResponderExcluir
  36. .


    Toda vez que eu te chamo
    tu estás pronta para me
    atender.
    Adoro este tipo de amiza-
    de descomplicado.

    Beijos,

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  37. Oi querida!
    Lindos, seus versos!
    Vim retribuir o carinho da visitinha. Amei!
    Bjs,
    Josi

    ResponderExcluir
  38. Oi, querida Zi,
    Como o nosso coração nos maltrata! Mas o que seria de nós sem o dito cujo?
    E se for para doer mas frutificar em poesia tão bela, quanto esta que vc nos oferece, que doa!
    Bjsssssssssssssssss, quérida!

    ResponderExcluir
  39. Céus, estrelas, firmamento, tudo confirma as dores de amores que estes belos versos consagram riscando de poesia os sentimentos derramados.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  40. Meio triste, inteiro emoção Zi!
    Beijuuss n.a.

    ResponderExcluir

  41. Olá Zilani,

    Linda poesia, embora o tom de nostalgia.
    Amei principalmente os últimos versos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  42. Olá Célia,
    Venho trazer meu abraço e, mais uma vez, SÓ PRA DIZER que agradeço sua participação no 1º Prosas Poéticas; muito obrigado pelo apoio e pelo prestígio.
    Não imaginas o quanto fiquei honrado!
    Em breve lhe informarei a programação do evento.
    Um abraço e quando puder apareça.

    ResponderExcluir
  43. Olá amiga, simplesmente maravilhoso esse coração sofredor feito poema. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  44. Um coração morto, mas batendo:)!
    Excelente!
    Bjo

    ResponderExcluir
  45. O coração suporta tantas desilusões, se abate mas
    sempre encontra forças para continuar abrigar mais amor...

    Poema triste e belo, Lani!
    Bom, vir aqui, pelas delícias que há...
    Beijo

    ResponderExcluir
  46. Zilani, querida! Post sincero, reflexivo e direto do coração, não?! Lindo de se ver! Beijos e saudades, amiga ;)

    ResponderExcluir
  47. Lani,
    "ao dobrar a esquina da vida, reconheço meu fim,"
    algumas vezes precisamos aprender a se olhar mais profundamente, de maneira crítica, e aceitar que assim como existe o inicio um dia chegará o fim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  48. Oi Zilani!
    A noite nos faz cair nesta nostalgia. Lindo o seu sentir!
    Beijinhos e um fds abençoado!

    ResponderExcluir
  49. Ai amiga! A dor nos ensina tantas coisas.... Entre elas que é bom amar, e que a dor é inevitável....Linda tua poesia, embora triste! Como vai você? Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Linda e triste poesia. Ela me encanta, Zilani! suas poesias são belas e emocionam...

    Um beijo querida e um lindo dia!!

    ResponderExcluir
  51. Olá bom dia!!!
    Nesse sábado vim desejar a vc um
    bom final de semana, elogiar seu post
    que é sempre o melhor, dizer que ter sua
    amizade é muito importante, pois amigos
    deixa sempre uma palavra que agrada nosso
    dia.
    Uma postagem de dar água na boca
    Abraços
    Rita!!!!

    Amanhã tem um belo almoço já estou convidando rsrssr

    ResponderExcluir
  52. Lani,quanta emoção nessa linda poesia!Uma busca por si mesmo,que comove!Bjs e lindo final de semana pra vc!

    ResponderExcluir
  53. Bem criativo e tocante.

    Muito bom!!

    beijos♥

    ResponderExcluir
  54. LANI
    QUANDO AQUI CHEGO E VEJO O MONTÃO DE COMENTÁRIOS, EU DIGO PARA MIM...
    JÁ NEM VALE A PENA DIZER ALGO, ESTÁ FARTA DE LER!!!

    MAS DEIXO UM BEIJO PELA BELA POESIA!!!

    LÍDIA

    ResponderExcluir
  55. É com prazer que lhe dou meus parabéns, gosto da poesia,e espero que o seu coração já tenha voltado, mas de qualquer maneira, é uma bela poesia. Tudo já foi dito, deixo um abraço.Decerto voltarei para ler mais algumas.
    Antonio.

    ResponderExcluir
  56. Oi Lani, vim lhe desejar um lindo fds, bjs e fica com Deus!!!

    ResponderExcluir
  57. Olá Zilani
    Lindo poema!
    Você é uma escritora nata
    Amanhã tem niver no meu blog
    Está convidada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  58. Oi Lani! Olha eu aqui outra vez, aprendi o caminho vim, vi e gostei e virei sempre que puder. Agora você vai ter que me aturar...risossss. Amo suas poesias e porque não dizer a trilha sonora que divinamente soa aqui. Amiga iniciei uma brincadeira nas quartas sextas-feiras de cada mês onde presto uma homenagens as mulheres nos seus respectivos signos do zodíaco. Nesta sexta-feira postei para as mulheres nascidas no signo de virgem, assim como fiz com as mulheres de leão o mês passado, como farei com as mulheres de libra o mês que vem, e assim por adiante sempre nas quartas sexta-feira do mês ate findar as doze casas zodiacais. Não sou horoscopista apenas tento criar um texto quase poético das características astrais das mulheres. Os textos podem não ser ricos mas o meu carinho para com as mulheres é super, hiper milionário. Visite o "Amor... Desbragado Amor...Confira, curta e comente este signo. Um lindo domingo para você e uma nova semana produtiva.Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  59. Zilani,

    Passando para te deixar um beijinho.
    Gostei do texto,da música,da página toda.Ah, e dessa fofura na tua foto de perfil.
    Parabéns e um excelente domingo pra ti.

    Abraço,


    Linda Simões

    ResponderExcluir
  60. .



    No meu aniversário
    eu não sinto saudade
    do passado, mas do pre-
    sente eu sinto.

    Beijos,

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  61. Nada dura para sempre, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  62. Olá querida Zi!
    Bela poesia!!

    O Amor que gela o corpo pela partida,somente a cumplicidade da lua, na busca de um Amor verdadeiro, que a busca seja eterna, o amor está pairando nos céus onde os anjos a consolar na perda de um amor.

    Amiga, uma feliz semana para vc.Beijos

    Com Carinho da Nati

    cantinhodapoesiadalma.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  63. Oi Zilani!Olha só,gostei muito dos versos...
    "E a estrela, que fingida, pisca para mim,
    Não passa de ilusão, deste coração sofrido,
    Que se lança do peito, desiludido,
    Indo em busca, de um amor verdadeiro,enfim..."
    Bom restinho de domingo e boa semana!

    ResponderExcluir
  64. Zilani, lindo poema, é bem assim, quando sentimos dor queremos fugir, dormir, seja qual for a dor, perda de alguém, perda do amor de alguém tudo nos faz querer muitas vezes morrer, mas temos de voltar e continuar,aja coração!
    Abraços amiga, lindos versos!
    Ivone

    ResponderExcluir
  65. Não conseguimos fugir da dor de amor. É preciso, de fato, deixar que more um pouquinho conosco, para que não nos percamos na noite fria, chamando pelo coração em frangalhos. Bjs.

    ResponderExcluir
  66. Quanta sensibilidade, Lani. Um prazer sempre, estar aqui. Deixo meu abraço e desejos de uma ótima semana.
    Gilson.

    ResponderExcluir
  67. Olá..
    Adorei seu blog, achei muito interessante.
    Se não for pedir muito, você poderia me seguir, no meu blog?
    Já estou te seguindo
    Desde de já agradeço =)
    Teh mais!!

    ResponderExcluir
  68. Lani querida! Passando pra te convidar a ver o post novo e o vídeo da Praguinha Nenê que ganhou o Concurso Animal Virtual! E muitas outras coisas, rsrsrsrs..... Um início de semana iluminado!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  69. VIM AQUI COLOCAR A MINHA RESPOSTA POR TER ALGUMA PARTILHA DE INFORMAÇÃO!!!

    É ISSO ZILANI!!!

    AQUI ESTA FEIRA É INTERNACIONAL, NÓS TEMOS UMA RAÇA DE CAVALOS, "LUSITANOS" ADMIRADOS EM TODO O MUNDO!!!
    MUITOS ESTRANGEIROS VEM PARA FAZER NEGÓCIO NESTA FEIRA, ALI O REI É MESMO O CAVALO E PRINCIPALMENTE, O CAVALO LUSITANO!!!

    1 BEIJINHO DESEJOS DE BOA SEMANA!!!

    LÍDIA

    ResponderExcluir
  70. Oi
    Bem sabe o artista, os tons sutis da tristeza podem ser mais belos que as berrantes cores da alegria. Obrigado pela visita, Beijos

    ResponderExcluir
  71. Bonito poema, pero triste y melancolico.
    Un beso cariñoso

    ResponderExcluir
  72. Oi, Zilani...
    Porque não acreditar que com o piscar da estrela o seu coração vai voltar a sorrir?....
    Linda poesia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  73. Ah... essas noites longas. Pelo menos se extrai belo poema como esse. Eu também tenho vários poemas noturnos. Muito bom. Vim retribuir a visita, pedir que volte sempre, é um prazer... e também pedir uma favor. Nossa amiga Brisa, pediu dica de como tirar as tais letrinhas de confirmação no blog, mas não consigo de jeito nenhum acessar o dela, justamente por causa das tais letrinhas. Poderia retrasnmitir a ela a mensagem abaixo? Beijão e muito obrigado.

    acabei tendo que mandar email ,amiga, pios não consegui mandar pelo blog, justo poor causa das letrinhas rs rs. SOu Carlos Soares do gvpoeta.blogspot.com. Abaixo a mensagem.
    /////////////////////////////////////////////
    Oi, amiga Brisa. Sobre as letrinhas é assim. Quando a pessoa vai comentar, depois que escreve e vai publicar, vem umas letrinhas confusas, emboladas que ninguém quase entende, aí fica tentando acertar as letrinhas e nada do comentário entrar. Tem gente que desiste, no seu foram umas vinte vezes, mas teve um outro que não consegui, acabei indo visitar outros blogs, ou seja, a gente perde leitor. Para tirar vá em.. "design..." aí tem a opção "comentários". clicando aí, aparecem opções, entre elas, essa: "Exibir uma confirmação de palavras para os comentários?". ai vc clica em "nao". Vá por mim, uns 2 anos antes, eu e Everson Russo, você deve conhecer, fizemos até uma campánha anti letrinhas. Claro que pode me chamar de amigo, é um prazer. beijão

    ResponderExcluir
  74. Oi Zilani

    Triste, mas cheio de ternura.
    Você tem muita sensibilidade em fazer poemas.

    Um lindo dia
    Bijs.

    ResponderExcluir
  75. Zilani, um beijo no seu coração. Grato por sua visita ao blog que escrevo. Infelizmente me falta tempo disponível para visitar os blçogs amigos com frequência. No entanto é um ato imperdoável não ser gentil em agradecer uma visita. Lendo o texto acima, fica fácil perceber o seu gosto pela leitura e com as músicas que tocam em seu blog, imaginar de onde vem tantas inspirações. Parabéns pelo rico espaço.

    ResponderExcluir
  76. Por que será que amor, sendo tão lindo, causa tanto sofrimento, hein, Zilani?... Um beijo!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.