Seguidores

Recanto das letras

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

DOR DE AMOR...


  
Para resguardar-te do sofrimento,
Não ouvirás dela, nenhum lamento,
Mostrará alegria, quando estiver contigo,
Mas, os olhos, revelarão a dor que está sentindo...

Sofre, só em pensar em perder-te,
A noite a apavora, se estás ausente,
Chora, por tua gélida indiferença,
A vida fica sem cor e nela se apequena...

Não entende quereres partir, ir embora,
Não quer ouvir-te dizer, que chegou tua hora,
Que tens de deixá-la, para singrar outros mares,
Precisares ser livre, navegar, por outros lugares...

Sabe que ao chegar à noite, sentir-se-á morrer de saudades,
Olhará para o céu e numa estrela imaginará estares,
Pensará em ti, mas, pedirá a Deus um milagre,
Para não mais sofrer e enfim... Do peito...  Poder, arrancar-te...

       Lani                              (Zilani Celia)



72 comentários:

  1. Lindo e perfeito!!!
    Vim agradecer e retribuir sua visita,já fazendo parte do seu cantinho ;)
    Parabéns pelo blog e muito,mais muito sucesso sempre!
    Bjim


    http://www.vitaminafeminina.com/

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Lani

    Um poema soberbo.Parabéns.

    Beijo...Bom sábado!

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Quando o amor acaba só para um é sempre muito doloroso e difícil de entender para aquele que continua a amar.
    Amiga, o "quem sabe faz a hora " já acabou. Se quiser saber como passe pelo Sexta.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  4. sempre nos apequenamos diante da dor, da perda. Um ciclo que se fecha mas o coração sangra não querendo aceitar o final. É triste a dor de amor
    Lindo poema Zilani
    Um ótimo fim de semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Palavras significativas que realmente expressão a dor do amor. Perfeito. Lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Célia: Sempre faz doer a perda de uma amor. Palavras significativas e bem expressas no teu poema amei ler bom fim de semana.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  7. Lindo Zilani! Mas dor de amor doí demais! Bjks e bom final de semana! Tetê

    ResponderExcluir
  8. Lindo Zilani! Mas dor de amor doí demais! Bjks e bom final de semana! Tetê

    ResponderExcluir
  9. Como é triste sentir a dor do amor,mas temos que superá-la.
    Muito lindo amiga Zilani.
    bjs-Carmen Lúcia..

    ResponderExcluir
  10. Tão sofrido mas tão belo, Zilani!
    Claro que não é nada fácil deixar voar quem se ama. Dizem que é uma prova de amor ser capaz de abdicar...
    Bjo, amiga :)

    ResponderExcluir
  11. Superar nunca e facil quando se perde tamanho amor ,uma ausencia que o o tempo constantemente recordara ,muitos beijinhos no coraçao querida amiga Zilani.

    ResponderExcluir
  12. Poema belíssimo, Zilani.
    Fez-me lembrar a história do "Amor de Perdição" do Camilo Castelo Branco na personagem Mariana ao abdicar do seu amor por Simão Botelho.
    xx

    ResponderExcluir
  13. Fica-se suspirando com um amor desses tatuado em nossa alma e no coração... Difícil conciliar a emoção de não mais tê-lo... Sublimar!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Poesia linda a retratar a dor da perda, de um grande amor...!
    Linda e verdadeira. Só o amor de Jesus nos ajuda a súperá-lo.
    Beijo no seu coração minha amiga.
    Que seu Domingo seja na Paz do Senhor.
    Josélia

    ResponderExcluir
  15. Pois, o amor também pode provocar grande sofrimento.
    Bom domingo

    ResponderExcluir
  16. Sofre-se com a ausência ...mas cada pessoa tem que passar por sua própria experiência e ficar ao lado de quem não quer mais ficar é continuar a sofrer com desalento, o tempo , o grande transformador cuida que todas as coisas mudem e a dor se fecha em concha e de repente ...
    um abraço

    ResponderExcluir
  17. Amar é assim...sorrimos, brincamos, beijamos, brigamos ,mas quando nosso amor partir sentiremos muita falta, não sei dizer como faria ....perdi alguns amores de minha vida(pai,mãe)não os esqueço nunca, todos os dias estão ao meu lado...mas ainda choro de saudade!
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com
    Vai superar,mas nunca o esquecerá!

    ResponderExcluir
  18. Zilani, que lindo poema! Sempre são tristes e doloridas as separações, mas sempre fica a esperança de dias melhores! Feliz domingo, muita luz! Abraços....

    ResponderExcluir
  19. Oi Zilani! Que triste sentir o amor que o outro já não sente...
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. Dor de amor... Quem semeou o pranto que colhemos das estrelas?
    Beijo.

    ResponderExcluir
  21. Célia
    As saudades, sempre serão fruto do verdadeiro amor aqui, poeticamente, bem cantado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Passei por perdas recentes...este poema cala fundo...

    Beijinho meu.

    ResponderExcluir
  23. Zilane Que beleza de poema. Dor de amor! Dó de verdade!
    Estou desanimada pra escrever mas minha família esta ótima e eu também.
    Mas agradeço diariamente por ter ainda pessoas que me vistam.
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  24. Zilane Que beleza de poema. Dor de amor! Dó de verdade!
    Estou desanimada pra escrever mas minha família esta ótima e eu também.
    Mas agradeço diariamente por ter ainda pessoas que me vistam.
    com carinho Monica

    ResponderExcluir
  25. Dor dura, que só o tempo cura...
    Bela poesia!

    ResponderExcluir
  26. Sendo o amor eterno, dor de amor nunca passa.
    Fica marcado para sempre.

    Uma boa semana.

    ResponderExcluir
  27. Olá Zilani, lindo poema!
    Separação é sempre muito dolorida.Mas passa!
    Beijos
    Amara

    ResponderExcluir
  28. Olá, Lani
    Este seu poema tem tanto de belo quanto de dolorido.
    Perder um amor não é fácil, é sempre muito doloroso, especialmente se se continua a amar a pessoa que se afastou... seja em que circunstancia for.

    Votos de excelente semana.

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  29. ¡Hola Zilani!!!

    El amor es efímero como casi todas las cosas: Pero claro está quien lo sufre, sufre mucho.

    Son una versos extraordinarios como siempre. Te dejo me felicitación y mi cariño.
    Un abrazo y feliz semana.

    ResponderExcluir
  30. Inevitavelmente todos passarão por essa dor em algum momento, acredito. Quem ainda não passou, é quase provável que passará. É preciso transformar essa dor quando ela surgir em aprendizado. Um beijo no seu coração.

    ResponderExcluir
  31. El Amor en si está lleno de contrastes. Nos puede hacer los Seres más Felices, pero, también, los más desgraciados.
    Creo que lo que importa es sacar la conclusión positiva de que ha ocurrido alguna vez y que lo hemos gozado.
    Las ausencias y añoranzas hacen un gran peso en nuestro Corazón.
    Precioso Poema lleno de sensibilidad y Melancolía.
    Abraços e Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Poema sofrido mas tão belo! como é triste sofrer de amor...
    Bjs

    ResponderExcluir
  33. Lindo poema de amor sofrido!
    belo dia! bj

    ResponderExcluir
  34. A dor do amor machuca e dói.
    Maravilhosos versos, Zilani querida
    Um beijinho carinhoso para você.
    Tenha uma boa noite!
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  35. A dor é do pior que há, mas não é nada que o tempo não cure!

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  36. Lindo, muito lindo...cala fundo na alma, parabéns Zilani por tamanha sensibilidade! abraços, ania..

    ResponderExcluir
  37. Olá Lani,

    Quem ama liberta, ainda que num processo extremamente doloroso. Sempre é difícil aceitar uma separação quando o coração ainda está repleto de amor, mas ciclos se fecham e é preciso aceitar para poder continuar a viver. Qualquer tipo de separação deixa marcas profundas. É muito doído conviver com ausências.

    Lindo e pleno de sensibilidade.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  38. Oi Lani
    A dor de amor não tem cura, passaremos a vida inteira relembrando desse amor que não se concretizou.
    Linda poesia!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  39. Os olhos sempre revelam o que a boca não fala.

    beijinhos


    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Tudo depende da forma como se perde esse amor!

    A pior dor, é a daquele que nos pertence e deixa de viver
    Não há retorno, não há procura, não há mais nada e essa,
    é de morrer!

    As outras razões da perda,

    será melhor esquecer
    e refazer a vida
    numa nova vida!

    Assim eu penso
    assim eu sinto!...

    Mas o poema é lindo!

    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  41. Oi querida amiga Lani, essa dor é difícil de superar, né...
    Tenha uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!!

    ResponderExcluir
  42. Quando se ama, todas as partidas são tão dolorosas...:-(
    Poema lindo e tão sofrido.
    Beijinho grande e boa semana.
    Teresa

    ResponderExcluir
  43. As vezes não sei como o coração consegue suportar a dor da partida, a dor do amor. De fato somos forte demais.
    Soberbo seu poema, embora triste.
    A musica esta maravilhosa!
    Um beijo Zilani!
    Blog da Smareis- É só clicar aqui!

    ResponderExcluir
  44. Que dor tão dilacerante sua poesia conseguiu transmitir.
    Beleza de construção para uma relação fadada ao fracasso e que as vezes ainda se agarra às ultimas esperanças.
    Na poesia lindo Lani.
    Carinhoso abraço amiga.
    Beijo de paz.

    ResponderExcluir
  45. Dor de amor é como uma flecha que entra direto no coração...ao arrancá-la, pode sangrar mais.
    Belo, dolorido.
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  46. Saudade de um amor que se foi... Dói, mas recomeçar num novo tempo é essencial...
    Bonito texto, Lani... Gostei de recebê-la por lá...
    Abrações

    ResponderExcluir
  47. A expressividade tocante deste teu poema já começa pela imagem; foste brilhante usando de muita criatividade de extrema inspiração. Gostei muito.
    Bom resto de semana!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  48. ¡Ay ese dor de amor ! ¿quién no lo ha sentido ?...
    Querida Zilani. Estuve enferma y por eso he dejado de visitarte un tiempo pero acá estoy . Vine a dejarte mi cariño y mi admiración de siempre.
    mil besos.

    ResponderExcluir
  49. Olá, Zilani!

    Perder quem se gosta muito é dor difícil de suportar, que tende a perdurar no tempo quando esse alguém se não consegue esquecer - por muito que se possa tentar...
    Muito bem escrito, como sempre.

    Um abraço e bom fim de semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  50. Boa Noite Amiga Querida.
    Obrigada por seu carinho .
    Saudades dói muito principalmente quando
    se trata de amor.
    Na vida perdemos muitos amores infelizmente nada é pra sempre nessa vida.
    Amiga de vez em quando livro poema seu ficaria muito feliz
    se publicasse um livro dos seus poemas...
    Desejo de coração que um dia vc pense nisso minha querida.
    um feliz e abençoado final de semana .
    Beijos..Evanir.

    ResponderExcluir
  51. Zilani , cada vez que aqui venho me encanto com sua escrita . O amor que veste a vida , quando se perde dói pelo corpo e alma . Agradeço a partilha . Beijos e bom carnaval .

    ResponderExcluir
  52. Querida amiga/Querido amigo
    O meu blog - A CASA DA MARIQUINHAS encontra-se temporariamente inactivo, a fim de que eu possa dispor de tempo para ultimar o meu segundo livro.
    A título excepcional publicarei um post no dia 14/02 para assinalar a passagem de mais um aniversário.
    Gostaria de contar com a tua presença, o que desde já agradeço.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  53. Amanhã, dia de S. Valentim festeja-se o dia dos namorados e portanto é um dia dedicado ao amor. Para uns vai ser uma festa, principalmente para os namorados, mas, se formos pensar nos outros tipos de amor, , vai ser um dia triste. O amor doi muito quando, por uma razão ou outra o ser amado se afastou. Fica um vazio difícil de preencher, amiga. O teu poema mostra com muita beleza poética um amor muito sofrido provocado por uma ausência, uma partida, uma perda. O amor é como a vida, cheio de marés e estas são de várias formas , mesmo num só dia. Beijinhos, Zilani e um bom fim de semana. Parabéns pelo belo poema
    Emília

    ResponderExcluir
  54. Vuelvo a pasear por tu maravilloso Espacio para desearte buenas noches y que tengas una semana llena de Alegría y buenas vibraciones.
    Abraços e Beijos.

    ResponderExcluir
  55. Oi Zilani! Me avisa quando atualizar?
    Beijos nas bochechas!

    ResponderExcluir
  56. Oi Zilani! Me avisa quando atualizar?
    Beijos nas bochechas!

    ResponderExcluir
  57. Muito triste sofrer por amor
    Essa dor é dolorida deixa a gente sem ar
    não quero mais sentir não

    Bjuss minha linda
    Bom final de semana
    Bom feriado
    Rita!!

    ResponderExcluir
  58. Amores deveriam ser sempre recíprocos e correspondidos, perdê-lo é sempre um sofrimento ímpar. Um abraço!

    ResponderExcluir
  59. Oi querida amiga Lani, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!!

    ResponderExcluir
  60. Este texto é simplesmente lindo!!!

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  61. O sofrimento um dia se transforma em saudade.O tempo se encarregará.Belo poema.
    Bjs,tenha uma linda semana Zilani.

    ResponderExcluir
  62. Um milagres seria ideal....
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  63. Oi querida Lani, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  64. Dor de amor... mais doída existirá? Mais um belo post, Zilani; boa semana!

    ResponderExcluir
  65. Muito sofridas, as palavras do seu poema. Lindo (como sempre) ainda que triste.
    Beijinhos, um doce restinho de semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  66. Bom dia Zilani.
    Uma linda poesia refletindo de como é dificil a separação de quem se ama, mas muitas vezes o fim é necessário, começando assim o seguimento da vida e surgindo um novo amor, onde se ama e é amado, isso é fundamental. Um lindo dia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  67. ¡Hola, Zilani!!!

    Paso de nuevo a releer este bellísimo poema, son unos tristes verso que nos habla de la partida que siempre es penosa, aunque no sea de muerte.
    Todo lo que sea alejarse del entorno familiar de nuestro ambiente.... Es duro de soportar. Pero muchas veces las circunstancias obligan a tener que partir, Y es fácil decirlo, pero cuando se acerca la hora, sea para donde sea, siempre es dolorosa. Sólo hay que vivir-lo pasa saber lo que es.
    Bueno, viendo la imagen que has puesto, uno imagina lo peor....

    Ha sido un placer. Hoy tenía un poco más de tiempo para comentar al respecto del texto, el otro día pasé con más prisa y no me dio tiempo para más.
    Te dejo mi gratitud y mi estima siempre.
    Un abrazo y se muy muy feliz.

    ResponderExcluir
  68. ¡Hola, Zilani!!!

    Paso de nuevo a releer este bellísimo poema, son unos tristes verso que nos habla de la partida que siempre es penosa, aunque no sea de muerte.
    Todo lo que sea alejarse del entorno familiar de nuestro ambiente.... Es duro de soportar. Pero muchas veces las circunstancias obligan a tener que partir, Y es fácil decirlo, pero cuando se acerca la hora, sea para donde sea, siempre es dolorosa. Sólo hay que vivir-lo pasa saber lo que es.
    Bueno, viendo la imagen que has puesto, uno imagina lo peor....

    Ha sido un placer. Hoy tenía un poco más de tiempo para comentar al respecto del texto, el otro día pasé con más prisa y no me dio tiempo para más.
    Te dejo mi gratitud y mi estima siempre.
    Un abrazo y se muy muy feliz.

    ResponderExcluir
  69. Boa noite, Lani.
    Amores que se vão é muito triste mesmo, ainda mais quando uma das partes ainda ama.
    O bom é que na vida tudo possui ciclos e uma hora esta dor acaba e renascemos para um novo amor.
    Seria excelente se amássemos uma vez só e vivêssemos sem precisar experimentar a dor da separação, que em muitos casos, nem sabemos como isso ocorre.
    Como sempre, maravilhoso ler-te!
    Parabéns!
    Beijos na alma e linda semana de paz.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.