Seguidores

Recanto das letras

quarta-feira, 23 de abril de 2014

(DE) MENTE...


  
Acordo assustada e onde estou não sei,
Num momento triste da vida, no qual me condensei,
Aprisionada, onde eu mesma me amarrei,
E, com incoerência meus sonhos desintegrei...

Se, nem lembranças restaram de minha história,
Cansada, alojo-me no escuro, alma desconsolada,
Como demente, a delirar, mente embotada,
Quero lembrar, mas, não posso, estou fortemente amarrada...

E no vazio que me envolve, fico me procurando,
Reconheço-me, num átomo de segundo,
Sou a imagem ainda gravada em minha mente,
Não a desfigurada, que vislumbro, insistentemente...

Meu espírito sofre, preso a um corpo decadente,
Vou libertá-lo, deixá-lo ir embora, livremente,
Abrir, o grilhão imaginário, que a ele me prende,
Assim, sem mim... Será livre, novamente...

Lani              (Zilani Celia)





75 comentários:

  1. Bom dia

    Poema muito bem contruido e lindo, embora triste, mas são os mais belos..Gostei muito.


    Tenha um dia feliz

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Quanta dor, tristeza e amargura neste belissimo poema.
    A desilusão da vida a aprisionar o espirito.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  3. Acho que estes momentos são parte das vias de todos nós. Sinto que liberto meu espírito se estou junto à natureza, em um parque, próximo a uma floresta ou em um jardim bonito.
    Teu poema é belo!

    ResponderExcluir
  4. B om dia

    Mas o que é isso minha amiga??? Tanta dor, solidão, tristeza?
    Vamos lá a abrir esse cadeado e libertar essa mente e coração. Força...

    Bom fim de semana

    Muita Paz, Saúde, e amor

    ResponderExcluir
  5. Libertar-se é a melhor forma de sair
    dessa tristeza e solidão.
    Lindo amiga Zilani.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Precisamos nos libertar das prisões que nos acorrentam, só assim poderemos caminhar para algum lugar.
    Que a solidão e a tristeza não tenham lugar na sua vida.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Un precioso poema teñido de melancolía. Siempre recuerdo que la vida tisne luces y sombras y ni la una ni la otra vienen para quedarse.TODO PASA.
    Besos de luz.
    ¡Feliz día !!

    ResponderExcluir
  8. Os caminhos da alegria e felicidade estão repletos de grilhões, medos e terrores. Tudo se nos aparenta irreal, mas é nestes momentos que conhecemos a nossa fortaleza e resistência.
    Amanhã, depois da noite, é novamente dia radioso.
    Bela Composição.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  9. Olá, Zilani!

    Não há mal que sempre dure, mesmo quando por vezes nos pomos a pensar que irá durar para sempre.Atrás da noite vem o dia, e só nos resta acreditar que o mesmo connosco irá acontecer - o que não se consegue sem crença e esforço...

    Desejo-te um bom fim de semana, e deixo um abraço.
    Vitor

    ResponderExcluir
  10. Que intensos seus versos, amiga... e mesmo que possa para alguns não aparentar, é muito libertador...
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. UN TEXTO DE BELLA MELANCOLÍA.
    UN ABRAZO

    http://enancasdelarazon.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto.

    Mas lembre-se que a alegria vem sempre ao amanhecer

    brendovieira.blogspot.com


    ResponderExcluir
  13. Oi Zilani
    Nostálgicas palavras mas de uma beleza peculiar. A tua construção poética é soberba minha linda amiga. Parabéns!
    Beijos e afagos no coração
    Gracita

    ResponderExcluir
  14. Um poema belíssimo, triste e belo, numa necessidade amargurada de libertação de corpo e espírito. Que as amarras se soltem na grande liberdade de um poema .
    Gostei muito. Um poema que é um arrepio.
    xx

    ResponderExcluir
  15. Assim se sente a alma tantas vezes quando se sente aprisionada num espaço-tempo que não é o seu.
    Um poema de uma enorme dimensão que nos liga ao infinito de nos
    Beijinho Lani

    ResponderExcluir
  16. DEsejo sinceramente que se trate apenas de uma bela construção poética- extremamente pungente, por sinal...
    Que as amarras se libertam mas para navegar aventuras de sonho...

    Bjo, Zilani

    ResponderExcluir
  17. Na vida há momentos em que deixar ir, soltar grilhões, desacorrentar-se de pensamentos e lembranças inférteis tornam-se medidas de assepsia para nosso emocional.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  18. Lindo,triste,mas soberbo como todos os que escreve,minha amiga poeta!

    Obrigada pela visita,querida.

    Beijos e uma semana de alegrias

    Donetzka

    Face Book:


    https://www.facebook.com/donetzka.cercck


    Blog Magia de Donetzka



    ResponderExcluir
  19. Que lindooo, triste mas real, quem na vida nunca passou por isto não é mesmo? Ainda bem que um dia conseguimos nos libertar :) , voce escreve muitoooo bem! Beijosss

    ResponderExcluir
  20. Também querida amiga a tristeza faz parte de nos ,mas o importante da vida e renovarmo-nos a cada amanhecer com muita alegrias e esperança no nosso coraçao, muitos beijinhos

    ResponderExcluir

  21. Muito interessante este seu poema, cara Zilani.
    Num momento ou outro da vida nos sentimos acorrentados, com a sensação desesperante de que as coisas não se vão compor. Muitas vezes em pesadelos...

    Bjs

    Olinda

    ResponderExcluir
  22. Minha querida

    Quantas vezes queríamos partir sem nós, para um sítio sem morada.
    Um poema com os sentimentos à flor da pele.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde
    E ter a liberdade de ser o que sou sem que tenha que ter vergonha,
    sabendo que posso mudar .
    tenha um bom fim de semana.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Plante em seu coração a sementeira do amor,
    pois assim ampliarás o seus dias de alegria.
    Que o senhor ilumine os seus caminhos levando a tristeza sempre pra longe,
    bem longe de você.
    Enchendo seu coração com a divina fé,
    Continue a ser essa pessoa maravilhosa que você é,
    e seu coração estará a onde
    estiver a sua alegria de viver.
    Um feliz e abençoado final de semana.
    Beijos paz e luz ,Evanir.

    ResponderExcluir
  25. Seu blog me encantou! Estou adorando! Parabéns,menina!
    Beijos poéticos

    ResponderExcluir
  26. Tocante demais, Zilani. Um belo poema, sem dúvida. Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  27. Um belo poema cujos versos precisam da liberdade da alma. Já fiz um soneto para essa mesma sensação de aprisionamento. Chama-se Pele e foi publicado no Recanto das Letras. Muita luz e paz. Grata pela força, amizade e carinho. Muita luz e paz. Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  28. Zilani , o poema é um grito de liberdade . Gostei bastante . Beijos e ótimo final de semana

    ResponderExcluir


  29. Hoy como es sábado debo comenzar deseando
    que pases un maravilloso y genial fin de semana!!

    Pero es diferente, a pesar de haber estado de viaje
    unos días he regresado a tiempo para celebrar
    en el día correcto el cumpleaños de La gata coqueta,
    pudiendo reunirme contigo en familia para brindar.

    Eres la casualidad más bonita que ha llegado a mi vida
    y te invito a que me acompañes en este acontecimiento.

    Siento una inmensa satisfacción al recordar todo
    el cariño recibido durante estos seis años, salpicados
    por la felicidad compartida, dibujando en el horizonte
    del alba un paisaje muy difícil de mostrar con palabras.

    Si plantamos una semilla de amistad
    recogeremos un ramo de felicidad…

    Y si por un casual no puedes acercarte, te dejo el enlace para que
    tengas este detalle hecho con mucha ternura como
    recuerdo de este fantástico día.
    http://dc617.4shared.com/img/2NYeExqWba/s7/1459ab24ea0/
    Gato_Cumpleaos.jpg?async&rand=0.7479251901857024

    ¡¡Gracias por tenderme la mano de la amistad!!

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  30. Querida Zi e a todos os amigos que lerem.

    Ando muito lenta nas visitas e comentarios, Estou com epicondilite no cotovelo do braço direito, de maneira que sinto dor para escrever, leio muito e escrevo o menos possivel. Deu-se por muito esforço repetitivo.

    Desejo um otimo domingo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  31. Lani,o seu poema tem um peso terrífico. Não acredito que não fiquem sequer as lembranças da sua história. As lembranças são os doces para o coração nas horas amargas... que se liberte dos grilhões mas mantenha o espírito nesse corpo terreno que é a nossa concha, e do qual devemos cuidar com carinho.
    Um beijinho muito grande
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    P.S. Vejo que o netinho festejou o aniversário, que as recordações desse dia se juntem a muitas outras, felizes

    ResponderExcluir
  32. Um poema intenso de amargura, mas ao mesmo tempo um grito de libertação... Gostei.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  33. Arrepiante este poema!
    De uma beleza poética extrema, leva-nos ao mais profundo do nosso ser.
    Àquele lugar onde guardamos as emoções mais puras, mas também as mais sofridas.
    Ao longo do texto, sente-se aquela vontade de quebrar tudo o que nos aprisiona, para podermos voar com os pássaros...

    Beijinho grande, com muita emoção!

    ResponderExcluir
  34. Querida Lani
    Um poema tão lindo como triste!
    É o seu grito!
    «O coração tem razões que a própria razão desconhece!»
    Gostei imenso.
    Muitas felicidades.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  35. As decepções da vida vêm para nos tirar o gosto pela beleza dela (vida), mas ao resistirmos, a vida nos volta a sorrir.
    O poema é recheado de tristeza, porém tem um teor poético, lindo.
    Abração.

    ResponderExcluir
  36. Boa noite Zilani.
    Espero de verdade que seja apenas um lindo e triste poema.
    Mas se esse poema nasceste do sentimento da alma, eu lhe desejo renovação, somos livre para ficar a deriva ao lutar por nossos sonhos, e que saber devemos lutar sempre, pois por maior que seja a dor, sempre tem um lindo amanhecer, e você merece e vai seu muito feliz,acredite, Deus nós ama,te ama.
    Uma abençoada e feliz semana.
    Uma grande abraço.

    ResponderExcluir
  37. Oi Zilani,
    lindo poema, apesar de um pouco triste, mas as vezes isso acontece com a gente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. Triste mas de uma grande beleza poética!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  39. Tenha uma bela semana na benção de Deus.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. Boa noite Zilaine , Lindo poema ,obrigada por sua visita no meu cantinho ,uma maravilhosa semana.
    http://crismandarini.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. O sol é para as flores o que os sorrisos são para a humanidade.(Joseph Addison)
    Obrigada querida, pela visita carinhosa!
    Um doce abraço, Marie.

    ResponderExcluir
  42. Amiga poetisa , Zilani !!!!!
    Sempre quando te leio , vem na minha mente você como maestra orquestrando sua orquestra e arrancando aplausos de toda sua platéia . E não é pra menos , na medida que te leio vou sendo guiado por imagens capturadas por cada versos seus , e quando dou por mim já me encontro num estado de plenitude fora de mim .

    Primeiro que seu título já é de uma criatividade muito grande : (DE)mente...
    Logo você já faz uma sinopse do que está por vir , um conflito de uma mente doente ...duas mentes em seu campo de raciocínio se enfrentando situações atônitas , cuja angústia é um mar de horizonte incalculável e o sofrimento parece não ter fim , conforme as reticências : (De) Mente . . .

    No entanto , essas mesmas reticências que acusam que o sofrimento não tem fim , também pode ser o aviso de que a vida continuar e talvez aja solução dessa maré profunda . Que tal olharmos bem fixamente no horizonte e tentarmos encontrar uma ilha ? terra à vista !

    A sua escrita encoraja seus leitores a tomarem decisão ...entre a angústia, mesmo que o vazio esteja em vantagem...A poetisa Lani sempre põe um pedacinho de esperança em cada alvorecer.

    Admiro muito a sua obra e sinto-me privilegiado por você valorizar a minha obra, sinto-me imensamente feliz pelo seu carinho para comigo .

    Tenha uma semana maravilhosa de paz e luz !

    ResponderExcluir
  43. Há sempre um momento em que a desilusão de nós se apodera e temos a necessidade de quebrar as correntes que nos prendem o corpo e o espírito. Muito belo!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  44. Por mais que tentem nos aprisionar em masmorras profundas e escuras, nossa mente sempre escapará para um espaço amplo e cheio de luz, porque ninguém pode conter nossos pensamentos...
    Abraços, Zilani!

    ResponderExcluir
  45. Adorei... Conseguir sentir o que o poema expressa!

    ResponderExcluir
  46. Ao ler o teu belo e triste poema me revi em cada verso, minha amiga! E quantos não se terão revisto? Penso que todos temos momentos destes em que nos sentimos impotentes perante a dor, as decepções, as demências humanas que vemos por todos o lado. Mas há que reverter a situação e uma das maneiras, ou melhor, a única é a aceitação ( começar de novo ); é muito difícil e é preciso muita coragem para aceitar e com o passar do tempo isso vai acontecendo, embora por muito tempo ainda permaneçam a revolta e a mágoa. Digo a mim mesma todos os dias que é preciso superar, mas é dificil, amiga. O espírito com certeza vai serenar e o teu próximo poema nos mostrará que vale a pena ter coragem e seguir em frente, porque se um dia chove no outro com certeza o sol aparece. Minha amiga, parece-me que um poema é sempre feito com base no que vai na alma do poeta, não sei...não sou poetisa,, mas é assim que creio. Por isso, desejo-te muita força e que na próxima visita eu veja aqui um lindo poema carregadinho de esperança em dias melhores. Eu também espero esses dias mais risonhos. Um beijinho e até sempre.
    Emília

    ResponderExcluir
  47. Oi Zilani, posso te chamar de Zil?
    Vim agradecer a sua visitinha e conhecer o seu blog.
    Gostei do nome do seu neto!
    Beijinho Pedrinho

    ResponderExcluir
  48. Sair de nós, voar, alcançar o infinito.... Quantas vezes nos sentimos prisioneiras de nossos próprios sentimentos. .. Livre, mas prisioneira... Defino-me assim. Bjs . Lindo poema, embora triste.

    ResponderExcluir


  49. Cultivemos el optimismo sobre todas las cosas.
    Al mal tiempo, buena cara. Usando el positivismo en los juicios,
    buen humor en las palabras, alegría siempre presente en el rostro,
    con una sonrisa de felicidad en las pupilas de los ojos…

    ¡Recordando que el corazón siempre permanece joven!

    Un feliz y luminoso día te deseo desde la distancia,
    pero muy cercano desde el corazón.

    Atte.
    María Del Carmen





    ResponderExcluir
  50. Somos compostos de matéria e espírito que nem sempre caminham juntos.
    Quando o corre o desequilíbrio é melhor manter a MENTE QUIETA, A ESPINHA ERETA E O CORAÇÃO TRANQUILO - assim nos ensina a canção!
    Tenho certeza que um dia iremos alcançar a evolução plena de nossas almas e caminharmos em consonância com nosso corpo e com a parte imaterial que nos ronda.
    Abraços... é lindo!!!

    ResponderExcluir
  51. O caminho está a tua espera, pé na estrada,
    coloque um sonho na alma,
    fé no coração e esperança na mochila,
    a vida se enche de novidades
    para os que se aventuram na
    viagem que conduz a verdadeira liberdade.
    Eu estou aqui para deixar um carinhoso
    abraço um carinho para seu coração ,
    e mil beijos na alma.
    Um Feliz Dia Do Trabalho.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  52. Feliz os que conseguem se desprender...achei o poema tocante e lindo.

    ResponderExcluir
  53. Bela obra, Zilani!
    Muito intensa, profunda, reflexiva!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  54. Boa tarde, Zilani. Passando hoje para te avisar que indico o teu espaço para o Prêmio The Cracking Chispmouse Blogggywog Award, que está em meu blog "Carinhos Em Selos", que ganhei da amiga Rose Sousa.
    Não terminei a postagem ainda, mas já me adianto um pouco.
    Fique à vontade.

    http://carinhosemselosdosamigos.blogspot.com.br/

    Excelente feriado de paz!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  55. Olá, Zilane. Bom fim de feriado. Encantei com o poema.Uma bela fusão de sentimentos! Bjos. Obrigada por partilhar!

    ResponderExcluir
  56. Olá Zilane,
    apesar de triste, gostei muito do poema.
    Obrigada pela visita.
    Um beijo e votos de um feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  57. Nossa mente tem seus labirintos. Temos de entende-la. Ou tentar...
    Poema triste mas lindo!
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  58. Zilani, querida, que saudades! Sim, estive ausente da blogosfera, vivendo histórias para voltar aqui contá-las... Hoje retorno e de imediato me refugio aqui, para ler tua poesia incomparável! Como me tocam a alma, de jeito único! Como tu falas da dor, fazendo com que ela seja profundamente sentida... desperta em mim a empatia, como se por um instante fosse eu teu personagem! Em suma, és maravilhosa "poetando", eu realmente fico encantada!

    Deixo-te beijos e o desejo de uma linda sexta-feira...

    ResponderExcluir
  59. Querida Zilani, muitas vezes nos sentimos assim. Mas, há uma maneira de dar certa liberdade ao espírito, sem que precisemos cotar as amarras...Através da meditação, já experimentou?
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  60. Acordar

    Acordar assustado, será pesadelo?
    Ou apenas uma profunda tristeza
    Que esperou o sonho para dizê-lo
    Que mesmo no sono haverá beleza.

    Se minha vida tornou em lembrança
    E nada de novo há na minha estória
    Resta somente pequena esperança
    De viver um presente cheio de glória.

    Porém um vazio em mim reconheço
    Que ocupa quase toda minha mente
    Então parece, tal fato já é um começo
    Para aqui e agora viver plenamente.

    Mas lembremos que tudo tem preço
    E ninguém jamais vive impunemente.

    ResponderExcluir
  61. Olá, querida Zilani
    Libertação do coração é saudável e, na poesia, ficou um encanto tudo...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  62. A amargura também provoca belos poemas.
    Aliás tudo o que faz parte do nosso sentir.
    E a amiga sabe interpretar muito bem os sentimentos.
    Desejo-lhe um bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  63. As vezes me sinto assim .....presa
    Mas depois vai abrindo uma claridade e td
    fica bem....Mesmo triste ficou um belo poema


    Bom final de semana
    Bjusss
    **Rita**

    ResponderExcluir
  64. Olá Zilani.

    Às vezes esses sentimentos nos invadem, mas inspiram belas poesias.
    Lindo poema!

    Um beijo e feliz domingo.

    ResponderExcluir
  65. Bom dia.

    Que todos tenhamos um dia de domingo bom. Com muito sol, paz e harmonia.
    Que o Criador, não esqueça jamais, das nossas lutas, mesmo aquelas individuais, e nos contemple com a sua piedade divina, e sobre tudo o seu perdão.
    Que a família continue sendo Sempre, o acolhimento de cada um de nós.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  66. Oi Zilani,
    "Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós"!
    Belo poema!
    Reflexão profunda do sentir!
    Felicidades para você!

    ResponderExcluir
  67. Belo e triste!
    Que as amarras se dissolvem pra sempre.
    Um poema sublime, muito bem construído como todos que você publica aqui.
    Zilani, seus poemas sempre me deixa a pensar...
    Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  68. Olá, Zilani!!!
    Um elegíaco poema, em que as emoções são uma orquestra sem maestro e nos faz perceber os nossos limites.
    Um abraço, faz sempre bem. É lenitivo e curativo.
    Jorge

    ResponderExcluir
  69. QUERIDA ZI
    Que texto belo mais no fundo um pouco triste. Parabéns.⋯ ☼ ⋯                      ^v^
    ⋰ ⋮ ⋱                       
                   ☁☁☁    ^v^      ☁☁☁
        ^v^     ☁☁☁            ^v^


    ●════════════◄ೋೋ►═════════════●
    ╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸

    Boa Noiteeeeeeee....!!!!

    Um lindo começo de Semana pra você, sua família e amigos!!!

    Que neste começo de Semana, você seja surpreendido com as belezas e lindezas que Deus tem guardado só pra Você!!!

    *.¸.*✻ღϠ₡ღ¸.✻´¯`✻.¸¸.Ϡ₡ღ.¸.✻´¯`✻.¸¸.Ϡ₡ღ✻*.¸.*✻❤
    ღ~•••ღ●●ღQue Deus esteja em seu coração.ღ●●ღ•••~ღ
    ✻*.¸.*✻ღϠ₡ღ¸.✻´¯`✻.¸¸.Ϡ₡ღ.¸.✻´¯`✻.¸¸.Ϡ₡ღ✻*.¸.*✻❤

    ❥(˘◡˘)
    Com todo o meu carinho.❤

    ResponderExcluir


  70. Pensemos en nuevas metas, hagamos planes, programemos sueños siempre en positivo, en negativo nunca, dañan los sentimientos propios y de quienes navegan a nuestro lado...ღ

    Todas las personas debiéramos ser como la Luna; destinada a dar luz, o como el sol, que con la magia de su calor acaricia y posee diariamente…ღ

    Un abrazo de luz para ti
    y un feliz comienzo de semana
    cultivando pensamientos...ღ

    Atte.
    María Del Carmen ღ





    ResponderExcluir
  71. Gostei deste poema que me lembra as vezes que somos acorrentados por tanta coisa que nos esmaga mas...temo s de acreditar que a esperança, chega com a madrugada.
    Mil beijos e boa semana.
    Graça

    ResponderExcluir
  72. Zilani, a profundidade de seu texto esconde muita sabedoria, só outorgada em mentes "despertas", somos de fato, centelhas cósmicas aprisionadas em um invólucro carnal, perdemos a memória de quem somos, mas rumamos ao cumprimento de nossa missão na Terra. As vezes a melancolia vem, trazendo-nos uma saudade inexplicável, mas que nos inspira o coração, pode parecer tristeza, mas é apenas saudade doutros tempos e do que realmente somos...lindo!!!

    Ghost e Bindi

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.