Seguidores

Recanto das letras

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

RESIGNAÇÃO...



Permeei com alegria meu sofrimento,
Consegui fazer um gesto quase morrendo,
Te acenei e dei adeus, com um sorriso,
Mesmo com o coração, triste, partido...

Partiste, em busca de teu destino,
Não havia lugar para mim, foste sozinho,
Menti, fingindo uma calma que não sentia,
Não viste minhas lágrimas, nem o quanto eu sofria...

Virei às costas para a vida, neste momento,
Fechei-me para o mundo, sem um lamento,
Fui em busca do abençoado esquecimento,
Com minha dor, continuei só, vivendo...

Não voltaste, mas, em cada esquina te vejo,
Sou um espectro, do que fui, um arremedo,
Minh’alma, se esquiva de mim, sentida,
À noite, vai te procurar...  Louca, ensandecida...


    Lani

60 comentários:

  1. Ah! Lani... sua trilha sonora me agrada: Richard Clayderman! Lendo seu poema, um grito de vida pela vida e o que ela nos oferece me traz belas lembranças! Lindo momento!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia

    Fantástico poema.

    Bom fim de semana

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Lindo e bem inspirado poema,Lani! beijos, ótimo feriadão,chica

    ResponderExcluir
  4. Sofrido, intenso e belo poema! A alma resignada tira belezas das suas dores...

    Um Bom Dia, Lani... Bom Feriadão...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Querida Lani
    AH! como sao dolorosas as separaçoes!
    Mas,esta deu origem a um belo poema de quem esta realmente resignado(a).
    Muitos parabens.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  6. Oi, Zilani..".a vida tem dessas coisas"...caminhos que se quebram ou se bifurcam e para quem fica é sempre mais difícil suportar a perda.Uma realidade melancólica mas verdadeira .Um poema de amor de uma realidade concreta.LGosto da empatia que você coloca em sua poesia
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Oi Zilani,um poema lindo de viver como sempre.

    bjs amiga e ótimos feriados.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. oi Lani

    Eu não acredito que o verdadeiro amor seja esquecido. A gente tenta, o tempo passa mais a gente sempre se lembra com ternura.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. A resignação é a prova provada de que não podemos ser totalmente donos do nosso destino; que a vida nos obriga a escolher um caminho e não o outro. E tu dizes isto de forma muito bela neste poema.
    Excelente, como sempre.
    xx

    ResponderExcluir
  10. UFFFFFFFF... ME AGONIZASTE...!!
    BESOS

    ResponderExcluir
  11. Buen día Zilani. Elocuente poema , no falta nada por decir.
    Besos de luz.
    ¡FELIZ VIERNES !! :)

    ResponderExcluir
  12. Lindas músicas acompanhando belos poemas. Sempre. Parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei hoje, dia 28/02/14, no meu blog A CASA DA MARIQUINHAS/
    Desde já o meu “Bem hajas!”
    PS – Desculpa o “copy & paste”

    ResponderExcluir
  14. Expresión en su máximo esplendor, un poema realmente que llega profundo!
    Un placer estar en tu espacio Zilani.
    Te deseo un hermoso fin de semana!
    Besos.

    http://sombriabelleza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Zilani

    Um grito triste, dolorido, mas com a mais linda poética.
    Bom feriado
    bjs.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Lani!

    Dura realidade, vivida por algumas pessoas.
    Creio que resignada, é que "ela" não está, porque, ainda o procura e o vê, em todo o lugar.

    Bom fim semana.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  17. Vidas cruzadas que o destino separou na intempérie do tempo sobram as saudades que alimentam um amor desvanecido de uma alma sofrida nessa imensidão de porquês ,muitos beijinhos querida amiga ,vou levar o seu selo Emanuel

    ResponderExcluir
  18. E o nosso destino é esse...partir...ver partir; iremos sozinhas,,,ficaremos sozinhas, não há lugar para dois. a dor será imensa para quem fica e não há o que reclamar; a vida sempre nos disse que assim seria; há só a resignação...com o passar do tempo a dor amenizará e ficará uma eterna saudade. Belo, amiga. Triste, mas real!. Um bom fim de semana! Beijinhos e obrigada por este momento de poesia
    Emília..

    ResponderExcluir
  19. Recordações que nos marcam deolorosamente para a vida, que não conseguimos controlar e só com muita resignação lhes podemos resistir e reequilibrar a nossa vida.
    Abraços, Zilani.

    ResponderExcluir
  20. Que bom Zilani, saber que em alguém tão encucado com peso, quanto eu.
    É isso mesmo. De 100 em 100 g a pança cresce, não é?
    Bom, receber sua visita.

    ResponderExcluir
  21. Oi Lani que bom te ver aqui. Ando atarefada. Mas hoje deu um tempinho pra rever voces.
    com carinho Monica
    Poema lindo demais!

    ResponderExcluir
  22. Olá Zilani! Passando para agradecer a tua visita e gentil comentário, assim como apreciar este teu belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

    Partiste, em busca de teu destino,
    Não havia lugar para mim, foste sozinho,
    Menti, fingindo uma calma que não sentia,
    Não viste minhas lágrimas, nem o quanto eu sofria.

    Abraços e um ótimo carnaval para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  23. Toda perda, separação, é deveras traumática. Lindo poema, amiga!

    ResponderExcluir
  24. Perfeito, Zilani!
    Linda obra!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  25. Que coisa linda, Zilani. Bom fim de semana e bom Carnaval. bjssss

    ResponderExcluir
  26. Oi Zilane, lindo e inspirado poema. Parabéns pelo blog recheado de poesias. bjsss

    ResponderExcluir
  27. Há muito sofrimento neste seu poema. Lindo de ler com o acompanhamento musical.
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Teus versos, cheios de melancolia, lembram que à noite sonhamos e, nos sonhos, sempre podemos reencontrar velhos amores perdidos...
    Abraços, Zilani!

    ResponderExcluir
  29. Continuo te admirando...e muito!!!!
    Beijão...

    ResponderExcluir


  30. No hay que tener miedo de hacer lo imposible,
    aún cuando los demás no piensen
    que lo podremos lograr.

    Recordemos que la historia está repleta
    de logros increíbles alcanzados
    por aquellos que fueron lo suficiente decididos,
    para creer en sí mismos.

    Un abrazo de sencillas flores
    Para finalizar la semana
    Con aromas de primavera…

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  31. Lindamente melancólico! Sei que não deveria ser assim, mas algumas pessoas nos rouba aos pouquinhos e também aos montes... Amei! Doce beijo...

    ResponderExcluir
  32. Zilani. lindo poema adorei também gostei da tua trilha sonora. bom carnaval.
    Beijos
    Santa Santa

    ResponderExcluir
  33. Puxa Zilani, acho que cada um de nós tem esta dor no peito, porque cada um de nós perdeu alguém que amava incondicionalmente...Lindo!Beijos!

    ResponderExcluir
  34. Zilani , belo poema . São doloridas as separações e refletir sobre elas de forma tão delicada é tarefa para os poetas. Parabéns ! Beijos

    ResponderExcluir
  35. Minha querida

    Um poema dolorido, mas de uma beleza doce e terna. Adorei como sempre.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  36. ¡¡¡Hola, Lani!!!

    ¡Nos dejas unos bellísimos versos!! ¡Que expresan mucho! Una cierta melancolía, que no le quita nada de belleza, todo lo contrario.
    Abraza la nostalgia y un gran sentimiento sale a flote desde lo profundo del alma. Al sentir de esa añoranza del otro ser que partió y que no se olvida, por más que pase el tiempo, ¡No sale de nuestro corazón, que por él suspira a cada momento de la vida! ¡Me han encentado! Y me siento identificada en tus letras. Y, esa música tan melódica y sentimental, llega con facilidad al alma sensible.

    Ha sido un placer pasar a leerte. Te dejo mi gratitud y mi estima.
    Un abrazo y feliz semana.

    ResponderExcluir
  37. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    Las flores aunque se marchiten no dejan de ser hermosas nunca, y los recuerdos en nuestra vida tampoco. Me has dado en plena diana del corazón con tu hermoso poema, gracias querida amiga por compartirlo.
    Un beso grandioso de la brujita MORIMÓ.
    P.D
    Te invito a que veas mi ultimo vídeo subido en YouTube "La necesaria lluvia", me agradaría mucho ver tu sabio comentario, gracias querida amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
      Gracias querida amiga por tu fidelidad y tu sabio mensaje, bs de la brujita amiga MORIMÓ.

      Excluir
  38. Há relações que não dão certo,mas resignação não me parece caminho adequado.
    É mais saudável virar a página e...Recomeçar...sempre.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  39. Olá, zilani!

    Abrir mão de quem se gosta, custa sempre. E por vezes custa tanto, que nem o tentar esquecer ajuda muito...
    Belo poema, e lindamente construído.

    Abraço amigo, e já agora bom Carnaval!
    Vitor

    ResponderExcluir
  40. Olá Lani!

    Um poema imenso! A dor da partida e da resignação sublimada ao mais alto nível. Versos repletos de amor e paixão, e ainda uma réstia de esperança na intimidade da procura...

    Muito belo...emocionei-me deveras!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  41. Que da partida busquemos lugar novo ao nosso sentir.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  42. Como é duro às vezes, Zilani, seguir em frente! Bem o exprime o teu poema. Boa semana!

    ResponderExcluir
  43. LANI !!! MAIS UM SENTIDO E LINDO POEMA !!! CREIO EU QUE PODEMOS SIM A OUTRO AMOR NOS DOAR !!! MAIS TAMBÉM SEI QUE NUNCA UM SERÁ IGUAL AO OUTRO !!! NA VERDADE NO AMOR AS COISAS CORREM DE UMA FORMA HETEROGÊNEA !!! NÃO HÁ PARALELOS !!! PARABÉNS E UM BEIJO DO AMIGO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  44. São tão dolorosas as separações! Apesar de dorido, que belo poema!
    Bjs

    ResponderExcluir
  45. Oi Zilani! Passando para te cumprimentar e desejar uma ótima semana para ti e para a tua família.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
  46. Algumas escolhas não são nossas e engolimos o sentimento para não prender passos que se distanciam. Com o tempo, a esperança se perde e ficamos apenas com as lembranças. Bjs.

    ResponderExcluir
  47. Bom dia, Lani
    Muito obrigada pela tua presença na minha «CASA», e pelo teu comentário, um valioso contributo para o meu último post.

    O orgulho, o pudor, a sensibilidade de mulher – chamemos-lhe o que quisermos – leva-nos, por vezes, a esconder os nossos sentimentos.
    Preferimos sofrer em silêncio, ostentando uma alegria que não sentimos, mergulhar na dor a sós, e viver das recordações.
    Assim é a alma feminina!
    Lindo, teu poema.

    Continuação de boa semana
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  48. Olá Zilani,

    Lindo seu poema.
    Dolorosa resignação que não impede que a alma busque pelo ser amado ainda que em sonhos, quando se liberta das correntes físicas.
    Triste, melancólico, sentido e tocante.

    Obrigada pelos cumprimentos. Adorei vê-la por lá.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  49. ¡Hola Lani!

    Paso a releer tu bello poema,: y agradecer tu cercanía.
    Un abrazo y feliz semana.

    ResponderExcluir
  50. Quanta beleza na tristeza, vc faz versos melodiosos, SÓ PRA DIZER querida Zi, ela aceitou a perda, mas não se conformou.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  51. Olá Zilani! O poeta é um observador...observando a si mesmo e aos outros, a inspiração o abençoa com lampejos de ideias, e assim surgem os belos poemas, como os seus. Vindos da vida real, ainda que só sonhados, porque refletem o que de mais humano há em nós: o amor e a solidão.
    Um grande abraço, amiga!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  52. Um poema que é ao mesmo tempo uma lição de vida: deixar partir, camuflar o sofrimento e polvilhar com alegria uma face descolorida, é uma atitude de enorme valor. Aceitar e partir para outro rumo, revela uma grande força interior, ainda que a saudade se faça presente e dolorosa.
    Gostei imenso.
    Bjo Zilani :)

    ResponderExcluir
  53. Poema de versos sentidos e de beleza rara. O sofrimento no mias das vezes nos traz grandes lições, como esse poema lindamente inspirado. Bjs!

    ResponderExcluir
  54. Welcome to my shop maybe my clothes make you become the most beautiful princess

    cجميع أحذية عالية الكعب
    تأتي فقط على موقعنا على شبكة الإنترنت، هذا بدلة أنيقة لك، لا تقلق حول الملابس المستوردة باهظة الثمن، ونحن الأرخص في العالم موقع ويب، أرخص مما كنت أكل الغداء

    ResponderExcluir
  55. Welcome to my shop maybe my clothes make you become the most beautiful princess

    هل تريد حقيبة أنيقة لظيفة؟
    كل حقيبة يد الموضة
    تحديد حقائب الموضة كل امرأة جميل

    ResponderExcluir
  56. Welcome to my shop maybe my clothes make you become the most beautiful princess

    لديناالصنعةالجميلةمجوهرات,ذاتجودةعالية,كانيتاجربعيداأفضلخيار

    كل فستان الدانتيل الأسود

    ResponderExcluir
  57. Olá Zilani, que versos doridos, uma separação deixa a gente fragilizada, inda bem que o coração tem a capacidade de recidivar, por mais que a dor nos machuque, mas o desejo de amar outra vez está guardadinho no peito, e uma hora , outra vez o amor acontece. Bjs flor!

    ResponderExcluir

  58. Olá amiga,vim retribuir sua carinhosa visita ao meu cantinho.
    Fiquei feliz por seguir-me!!!
    Obrigada,volte sempre e pegue o meu selinho de agradecimento!

    Beijos Marie.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.