Seguidores

Recanto das letras

terça-feira, 10 de setembro de 2013

DESALENTO...




Antevendo a tristeza que se avizinha,
Sabendo o que é morrer um pouco a cada dia,
Procuro-te, com avidez, em minha loucura,
Não te encontro, me consome a amargura...

Meu coração sentido, se entrega, sai da luta,
Cerro os olhos, peito doído, pela saudade tua,
As lágrimas, refletem minha imagem, nua e crua,
Um pássaro só, rumo ao infinito, pr’a lua...

Meu corpo, sem forças, abatido, combalido,
Ante este amor, grande demais, descabido,
Minh’alma, por tanto sofrer definha,
Não suporta mais, quer ir embora, sozinha...

E na solidão em que me fecho e me acabrunho,
Vai, pelo ar, meu último pedido, em pensamento,
Quero que sintas como num sopro, meu lamento,
De não poder abraçar-te... Em meu último alento...



         Lani (Zilani Celia)

76 comentários:

  1. OLÁ LANI !

    AMIGA LINDA POESIA, TRISTE , NO ENTANTO CHEIA DE SENTIMENTOS VERDADEIROS.

    AMIGA TEM UM MIMO DE PRIMAVERA, LOGO QUE VC PUDER, PASSA LÁ E PEGA OK.

    BJS E UMA FELIZ SEMANA. NATI

    ResponderExcluir
  2. Poesia linda...Zilani...e do desalento se faz alento quando chega a hora!
    Bjs
    Maria

    ResponderExcluir
  3. Ai, querida Zilani!
    Este lindo poema retrata exactamente como eu me sinto agora!...Até derramei uma lágrima.... Bonito demais!
    xx

    ResponderExcluir
  4. Zi,

    O tema é melancolico, mas verdadeiro para quem o sente.

    "Nós, poetas, na nossa mocidade começamos com alegria. Mas daí passamos finalmente ao desalento e à loucura. William Wordsworth"

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Um momento triste mas certamente sentido com as lagrimas derramadas pelos olhos de tanta dor de um coraçao dilacerado pela agustia da alma que sofre de um vazio de alegrias mas de uma enorme sensibilidade nas palavras escritas que descrevem os mais puros sentimento que pode ter ,adorei muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilani!
    Você escreve com a alma tanto alegrias como tristezas.
    Linda poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Poema bonito e sofrido!
    Achei linda a frase: "Um pássaro só, voando, para o infinito da lua..."

    Interpretei que, como o pássaro voa para as alturas, assim nós nos alentamos e nos tornamos fortes novamente para batermos asas e voar com outras esperanças...

    Boa Noite, Lani! Beijos e abraços

    ResponderExcluir
  8. Linda poesia amiga Zilani!
    Um pouco triste,mas de um sentimento puro e singelo.

    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ¡ Hermoso Zilani ! No te preocupes. El desaliento no viene para quedarse.
    Besos de luz.
    ¡FELIZ DIA !! :)

    ResponderExcluir
  10. Belíssimo e triste poema!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  11. Versos tocantes que retratam um triste momento. Um beijo amiga, vc como sempre maravilhosa.

    ResponderExcluir
  12. Poema lindo com versos tristes...
    Mas cheios de sentimento!!!!
    Uma linda noite pra vc!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Perder um amor..é dor insuportável..bela poesia!! abraços pra ti querida amiga

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga Zilani
    Você me fez descobrir que nada na vida é mais importante do que uma amizade sincera e verdadeira. Os amores passam e os amigos ficam. Agradeço-lhe o carinho deixado em minha página enquanto estive ausente em viagem ao Rio de Janeiro. Você é uma pessoa única pois já nasceu especial. Adoro a sua amizade.
    Beijos recheados de saudade e muito carinho.
    Gracita

    ResponderExcluir
  15. Tem momentos assim,

    de voo solitário, lágrimas a escorrer...

    Mas, a alma poética transfigura a dor em palavras belas.

    Beijinho e abraço nesta tua bela alma!

    ResponderExcluir
  16. Oi Zilani...o poeta verdadeiro tem a alma aberta para as belezas da Criação mas também carrega no peito as dores do mundo,a angústia existencial da vida.Você tem uma bela alma de poeta.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Hoje é meu aniversario ,e só tenho de agradecer a
    Deus pelo privilegio de passar mais um ano de minha vida
    desfrutando das maravilhas que Ele me concede .
    Em primeiro lugar meu agradecimento a Deus
    por tudo que ele tem feito em minha vida.
    Estou feliz por mais um ano de vida que ,
    Ele me deu com saúde e ao lado de pessoas maravilhosas.
    Essa amizade linda , que Deus me presenteou
    para mim você é benção na minha vida.
    Deixei com muito carinho um mimo
    para você na postagem .
    Caso gostar pegue a , que mais lhe agradar.
    Meu atraso foi divido minha viagem para Bienal.
    Abraços e todo meu carinho, Evanir.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. UN CIERRE MUY CONMOVEDOR. LINDO POEMA.
    BESOS

    ResponderExcluir
  20. Uma poesia com sentimentos tristes, contudo, bela. Bjos.

    ResponderExcluir
  21. Um Poema triste,mas muito bonito !

    ResponderExcluir
  22. oi Zilani,

    em algum momento,
    todos nós passamos por essa sensação...
    mas isso também passa,
    triste e lindo!!!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Bom dia Zilani, linda e triste poesia, e muito bem ilustrada, figura que dá esperança de busca a liberdade, a subir mais alto e tentar vencer... bjks e tenha uma semana iluminada.

    ResponderExcluir
  24. __ Parabéns pela poesia, é linda!

    Tem momentos que me identifico...na solidão...
    Mas a vida é composta de tudo;

    Beijos Zilani... da Célia Sousa



    ResponderExcluir
  25. Oi Zilani,estou passando para lhe agradecer o comentário e a visita em meu blog.
    Só que achei estranho em sair o nome de outro blog!!!
    Você tem algum blog com o nome de:POESIA DO PRAZER.BLOGSPOT.COM?,pois é esse nome que está saindo no seu comentário.
    Me avise,para que eu seja sua seguidora.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Fia ou Fia! kkkk Para que essa tristeza, heim? Se alegre, viu? kkkk

    São tantas emoções na caminhada por vir, são tantos novos desejos esperando a cada manha, então, sorria! kkkk

    Pois é, a solidão por vezes nos faz triste, mas, se reparar bem o horizonte verá algo novo no olhar da noite, no seio da lua! kkkkk

    Zé Lalado

    ResponderExcluir
  27. É ruim quando fica essa sensação de coisa inacabada, de como se algo tivesse se rompido abruptamente, sem que nada possamos fazer.

    Mas, quem sabe a vida resolve que é preciso refazer a história, e vivê-la mais feliz, né?

    Muito lindo.
    Beijo, Zilani.

    ResponderExcluir
  28. Querida Lani
    Que beleza de poema! Mas mostra muito sofrimento.Não pense,minha amiga,que morre um pouco a cada dia. Está a cumprir uma missão.
    Tem saudades e sente-se desanimada,o que é natural.
    Devemos lutar sempre,para,segundo J.S. Nobre «que possa orgulhar-se do seu passado quando contemplar,no presente,os frutos dom seu trabalho.»
    O poema está muito bem escrito.Muitos parabéns.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir
  29. ARREPIANTE ... DESLUMBRANTE...POÉTICO

    Deixo um abraço
    **********************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  30. A solidão às vezes é refúgio, às vezes é prisão.

    http://brendovieira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Lani querida, que belíssimo poema, sentido, triste, profundamente verdadeiro para quem está sofrendo e perdeu alguém que amava. Tantas e tantas pessoas passam por essa dor que vc retratou, uma dor sem querer, por vezes a vida que quis. Muito bonito. Beijinhos

    ResponderExcluir
  32. Olá minha querida poeta e amiga Zilani, lendo teus poemas pode-se sentir o verdadeiro sabor de uma poesia, de uam rima, de construções belíssimas, frases perfeitas e sentimentop, muito sentimento...quase me vejo neste poema, uma tristeza se avizinhando, como não poderei postar por 30 dias (auto castigo) sinto uma tristeza, sinto ser um pássaro só, voando para alua ou o infinito; meu corpo sem forças, na solidão se fecha. Querida Zilani tuas palavras são felxas certeiras em meu coração, obrigado.
    ps. Meu carinho meu respeito e meu abraço.

    ResponderExcluir
  33. É... essa tristeza e saudade que dói pelo simples fato de querer abraçar e não poder, seja pelos mais variados motivos... Estava lendo sobre saudade e essa frase resumiu muito certos sentimentos dos quais estou passando "Saudade é o preço que se paga por viver momentos inesquecíveis..."
    Muito verdadeira sua poesia.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  34. Oi Zilani
    Bonito, mas muito triste seu poema.
    Beijo

    ResponderExcluir
  35. Un poema cargado de emotividad y sentimiento donde el lector se puede sentir muy identificado!
    Melancólicas letras, pero sencillamente hermosas!
    Te dejo un abrazo enorme, bella noche!

    http://perfumederosas-cristina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  36. Bom dia, Lani!

    Poema bem estruturado, de métrica correta e temática, a mais VAASTA, que se conhece e prarica: o amor.

    Compreendo, perfeitamente, esse estado de alma, esse "Desalento", mas será que vale a pena o ter?
    Se partiu, se a deixou sozinha, então é porque preferiu uma outra estrada.

    Que dói, deve doer, mas há sempre uma alternativa.

    Agradeço teus votos, a propósito de meu aniversário. MUITO OBRIGADA!

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  37. Retificando: VASTA, PRATICA.

    Lindo dia.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  38. Coisa linda demais, Zilani...um mergulho fundo no amor, no desejo, na saudade...vivenciando cada momento, tanto o de dor quanto o de alegria, assim é a vida e o aprendizado de ser gente...
    Um abração, amiga!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  39. Olá, querida Zilani
    No Céu, as nossas forças se tornarão jovem e nos poderemos abraçar com toda a nossa alma...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  40. Oi Zilani

    Seus poemas tristes sempre me encantam. Um amor que se esvai ilustrado com um voo de um pássaro como uma triste despedida.
    Amei.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  41. Ola amiga,apesar de ter sentido uma "fincadinha " de tristeza no coração,achei MARAVILHOSA esta poesia que escrevestes com tanto sentimento.Meu maior abraço.SU

    ResponderExcluir
  42. .

    .

    . a poesia é também a des.construção de tantos momentos .

    .

    . "Pedras no caminho? Guardarei todas, um dia vou construír um castelo." .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui ler uma página de seu blogue...Como senti a beleza cruenta daquele momento poético, musical, imagético...
      A grande dor da perda insere-nos em realidades quase transcendes...
      Sofro por não poder abraçar quem amo... só posso fazê-lo em pensamento e... rezar. Até reaprendi a rezar.
      E as palavras que escrevo raro não surgem molhadas de lágrimas.~

      Excluir
  43. Um poema que mistura emoção, com tristeza e beleza. Ótima postagem, Zilani. Bjssss

    ResponderExcluir
  44. Olá Zilani, bela a sua poesia! Sentimentos fortes que a emoção poética deixar transparecer! E a poesia é isso mesmo. Um beijinho. Ailime

    ResponderExcluir
  45. Oi Zilani!
    Poema triste, toca fundo o coração.
    Mas acredito que é essa a finalidade do poema, fazer sentir...

    Abração e lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  46. Há momentos assim na vida de desalento, mas depois
    ultrapassamos, é preciso querer e ter força de vontade.
    Está muito bem escrito.
    Bj. e bom fim de semana.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  47. Oi, Lani!

    Tudo bem?

    Família com você, esse fim de semana?

    Um beijo da Luz, com amizade e um maravilhoso fim de semana.

    ResponderExcluir
  48. ¡¡Zuuuuuuuuuuuuuuuuuuuups!!
    No hay mal que cien años perdure, siempre se puede ver la luz al final del camino, y el amor aunque después sea triste merece la pena haber amado.
    Precioso el poema, rezuma melancolía, pero es perfecto.
    Un beso grandioso, de la brujita amiga MORIMÓ.

    ResponderExcluir
  49. Palavras sofridas...
    Mas que formam um belíssimo poema.
    Gostei muito, minha amiga.
    Lani, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  50. Um poema lindo,...
    Beijinhos e bom fim-de-semana,...
    https://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  51. Gracias por tu encantadora vista Zilani, te dejo un fuerte abrazo!

    *. ¨ * ✫ "✫. ☽ *Te deseo un hermoso fin de semana! ¨ ¨ ¯ .. * ☆. ¯ `☆ ¸. ✫ ˚ ¯` ☆

    http://perfumederosas-cristina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  52. Esse desalento me causou arrepios! sei bem o que isso é...mas sem dúvida que estas palavras de desalento formam um belíssimo poema!
    Bjs

    ResponderExcluir
  53. Como passageiros no trem da vida,
    tantas coisas marcam a nossa existência,
    comovem o nosso ser,
    elevam nossa alegria .
    A vida é feita pra viver, se arrepender,
    pedir perdão, rir, chorar, brincar,
    cair, levantar, ser feliz.
    Comece você a iluminar, a modificar,
    a permitir que a paz flua através de você.
    Deixe que a fonte divina jorre sobre tudo,
    que nosso coração seja uma fonte de amor
    abençoando vidas através da nossa fé em
    Deus.
    Obrigada pelo carinho na minha ausência
    obrigada pelo carinho pela passagem
    do meu aniversário.
    Que, Deus permita estar por mais alguns anos
    recebendo esse carinho , que me deixa feliz.
    Um abençoado Domingo beijos
    no coração afagos na sua alma , Evanir.

    ResponderExcluir
  54. Oi querida Lani, muito triste, lindo! Adorei1
    Tenha uma semana maravilhosa, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  55. Triste mais lindo todos os versos sentidos.

    Beijos Lani!

    ResponderExcluir
  56. Sabe amiga me senti dentro desse poema
    bonito e triste ao mesmo tempo, e como a gente
    se sente assim, mas são coisas da vida , que quero
    que seja td de bom....e vc sempre se saindo bem
    em escrever o que é tão belo
    Abraços com carinho de sempre

    Bjuss de um dia feliz

    └──●► ¸.·*´¨) ¸.·*Rita!!

    ResponderExcluir
  57. Nostálgico, triste e belissimo.
    Vi-me dentro desse seu poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  58. Olá, amiga. Um belo poema! Nostálgico, verdadeiro no seu expressar. Obrigada por partilhar! òtimo fim de tarde e semana. Bjos!

    ResponderExcluir
  59. Olá, Zilani!

    Tristeza desencanto e amargura, convertidas em bonita poesia; como tentativa de atenuar a dor, porque aquilo que muito se queria ter...não se tem.E que bom seria, se a escrita servisse como substituição...

    Abraço amigo, e boa semana.
    Vitor

    ResponderExcluir
  60. Um poema de rara sensibilidade. Paira no ar um amor profundo e magoado. A vida é muitas vezes, "madrasta". Mas com o tempo tudo se esvai...
    Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
  61. Um poema muito sentido, sem dúvida!
    Beijinho para si!

    ResponderExcluir
  62. SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    ESSA É A PALAVRA QUE TRAGO NO CORAÇÃO.
    ESTOU CHEGANDO DE VEZ PARA ME DELICIAR DE SUAS LINDAS POSTAGENS ...
    O POEMA É MAIS UM QUE VC DEIXA ESCAPAR SUA INTELIGÊNCIA ...
    GRATA PELO CARINHO QUE VC SEMPRE DEIXOU LÁ NO MEU CANTINHO.SEU CARINHO É A ESPRESSÃO DO QUANTO TENS QUARDADO NA ESCRITA ...BJSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  63. Minha querida amiga e Poetisa Zilani !!!!!

    Perdoe-me a longa ausência, mas perdi o HD do
    Meu PC, queimou. Logo fiquei um bom tempo
    sem poder postar e, contactar com você. Só agora
    Comprei um outro e voltei. Passando para visitá-la,
    Deleitar-me com as suas lindas poesias e, deixar o
    Meu Abraço e carinho.
    Linda poesia "Desalento", um choro da solidão que
    respinga na alma e nos traz o desalento. Meus parabéns.
    Um início de semana maravilhoso, com muita luz,
    Paz e Amor em seu coração, é o que desejo.
    Beijos de luz!!!!

    POETA CIGANO – 16/09/2013
    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
  64. Olá, tudo joia?!
    Está lindo seu blog, já estou te seguindo...
    Segue o meu tbm, eu iria adorar!!!
    http://manyelly.blogspot.com.br/
    http://www.pinterest.com/manyelly/
    Sucesso para você!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  65. Sinto esse desalento tanta e tanta vez e esforço-me por lhe fugir...trabalhando incansavelmente em tudo que posso e me aparece.
    Gostei do seu poema, que é lindo, diria mesmo...quase viril, porque é forte na sua crueldade para consigo e para com todos que amam e renunciam.
    Não vejo nele o afastamento, senão aquele que se impôs. Talvez não o devesse ter feito, porque decerto o fez em dobro.
    Abraço de muito apreço.
    maria

    ResponderExcluir
  66. Olá!Boa noite
    Lani
    ...triste, mas lindo como sempre!
    ... o desalento é a véspera da desistência. É mais perigoso. Quando somos dominado por esse sentimento há o risco de considerar que nada vai valer o preço de uma luta, e só nos resta aprender a viver com isso, com a presença da ausência. Deve ser assim mesmo, mas acho que nunca encontraremos as respostas que procuramos, nunca ninguém vai saber ...
    Agradeço
    Bela semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  67. Olá amiga,
    Que belo poema! Palavras sentidas carregadas de amor, dor e saudade, tocou profundamente a minha alma!
    Comovente e muito verdadeiro! Parabéns!
    Um beijo carinhoso e muita luz!

    ResponderExcluir
  68. A melancolia às vezes é tão atraente, que nos afundamos numa espiral depressiva e nos alimentamos das próprias lágrimas. Eu sei, porque já passei por isso.
    Mas há demasiada beleza e bondade no mundo para permanecermos prostrados. Que estes versos melancólicos se transformem em rimas de alegria e luz.
    Beijinho, uma doce semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir

  69. Olá Zilani,

    O desalento corrói a alma lentamente.
    Poesia linda e sentida. Destas que se comunicam com a alma do leitor.
    Muito linda a sua sensibilidade poética.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  70. Lindo Zilani! Só muito triste. Boa semana, amiga; fica bem

    ResponderExcluir
  71. Senti todo o desalento de sua poesia!Como é triste quando um amor vai embora!Ficou maravilhosa!bjs,

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.