Seguidores

Recanto das letras

sábado, 30 de julho de 2011

Luz através das sombras

     Um dia perguntei ao tempo:
     - Diga-me tempo, que idade tens?
     "Tenho a idade das sombras, das tempestades, dos desenganos, dos desamores e dissabores", cheio de si, sentindo-se forte e poderoso, respondeu-me.
     "Mas de onde vem toda esta tua força e arrogância", perguntei.
     "Imagina!". Disse o tempo.
     "Veja o tamanho do universo! Sabes quantos estão me fortalecendo agora?
     Sofrendo e se lamentando, por isto sou tão velho e forte!"
     Enquanto ele falava, eu via através de sua nebulosidade uma luzinha e com esforço consegui ver o que era.
     Deparei-me com uma estrelinha, pequenina, mas muito brilhante.
     "Que fazes aí?"
     "Estou aqui tentando me fazer ver, mas o tempo, com suas sombras, está sempre a me encobrir. Sou a luz, o consolo, a alegria, a felicidade, mas com a sombra do tempo e as lágrimas das pessoas isto fica impossível, me entristece muito."
     "Eu te vi", eu disse...
     E a estrelinha respondeu: "Porque secaste tuas lágrimas afastando as sombras, compreendendo que o tempo não importa, não tem idade. Com isto, me deste a oportunidade de te amparar porque senti que querias muito me ver..."

                                                                                                               Lani

Um comentário:

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.