Seguidores

Recanto das letras

sábado, 7 de setembro de 2019

SINFONIA!

 Desce a noite, lenta e fria,
Na pequena vila, que o sopé do morro, escondia,
Cada porta que se fechava, uma família acolhia,
Que aconchegada, ao fogo da lareira, se aquecia...

A neve cai, como flocos de algodão,
Seu farfalhar é leve, sobre a vegetação,
A luz fraca, que escapa, de alguma janela,
Ilumina pequenos trechos, da paisagem, tão bela...

É nessa simplicidade, que a vida continua,
Como toda noite, esperam o som, que virá da rua,
Aos poucos se eleva, se espalha, suave no ar,
Em silêncio ouvem, quem faz, o violino chorar...

No íntimo sentem, que atrás, de uma daquelas portas,
Alguém pranteia, profundas saudades, mortas,
Pois, notas tão tristes, só consegue, das cordas tirar,
Quem teve um amor, que partiu... Não vai mais voltar...

      Lani (ZilaniCelia)




43 comentários:

  1. Uno speciale scenario poetico, in cui si avvertono tante emozioni...
    Poesia apprezzata

    ResponderExcluir
  2. Bei versi, una vera "Sinfonia"
    Felice domenica, un abbraccio
    enrico

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo cenário e poesia ,triste e bela inspiração! bjs, chica e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  4. Sempre com maravilhosas poesias!
    -
    Jardim delineado ... " Com Amor"
    Beijos, e um excelente Domingo!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia de domingo, querida amiga Zilani!
    Que cenário deslumbrante!
    Cada detalhezinho que a poeta captou do cenario encantador... Uma lindeza de se ler e fui entrando na cena e sentindo o violino tristinho a tocar...
    Muito lindo seu poema, querida!
    Tenha uma nova semana abencoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  6. Um fabuloso cenário poético! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Uma triste sinfonia regida pela dor da saudade. Que poema lindo, Zilani
    Beijos e um feliz domingo

    ResponderExcluir
  8. Triste,mas rico em palavras.
    Gostei muito Zilani.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  9. Oi Zilani, belíssimo poema, cheio de sentimentos!
    Quem saberá o que há de triste por trás das portas, ainda mais com o silêncio que o frio traz...
    Abração!

    ResponderExcluir
  10. Lindíssimo, Lani.
    Tão bucólico, tão romântico o teu poema, que,
    por si, é uma verdadeira sinfonia ao amor com
    o som do lamento de um violino, a solo.

    Lani, ao tempo que não aparece no A Vivenciar...
    Também tenho um blogue de poesia, O Refúgio
    dos Poetas, clique no meu nome para ter acesso
    ao meu perfil e links.

    Gostei do seu poema maravilhoso, Amiga.
    Dias bons e felizes.
    Abraço grande,
    ~~~

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lani!
    A música tem esse poder de nos levar à melancolia, a tocar no fundo de nossa alma, né Lani?
    Lindo, amiga!
    Uma ótima semana pra você
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  12. Que bela melodia em verso.
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
  13. Os seus poemas são muito bons :))

    Hoje:-Procuro na solidão. |Poetizando e Encantando|

    Bjos
    Votos de uma óptima Segunda-Feira.


    ResponderExcluir
  14. Mais um belíssimo poema que adorei ler.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  15. Poema melancólico e expressivos sentires. É um prazer imenso pousar em tão majestosos versos.
    Tenha um lindo dia querida.

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Sempre apreciei a musicalidade da tua poesia e do soar cadente dos teus sentimentos nostálgicos.
    Beijo com carinho, querida amiga

    ResponderExcluir
  17. Querifa amiga, um lindo poema que nos faz pensar que por trás de uma porta há gente feliz, gente sofrida, gente que chora. A paisagem pode ser muito bela como a que descreves, mas as almas, dependento da sua inquietude de nada se apercebem. Amiga, como sempre, um poema lindo, um pouvo nostálgico como a vida o é tantas vezes. Um beijinho e obrigada. Boa noite
    Emilia

    ResponderExcluir
  18. Oi Zilani! A saudade é um sentimento dolorido e melancólico. A poesia abranda com beleza essa sensação do vazio. Belissimo! Grande beijo. Feliz noite.

    ResponderExcluir
  19. Eu tenho uma vontade enorme de ver a neve rs...

    bjokas e um ótimo fds =)

    ResponderExcluir
  20. Olá, Zilani!
    Ao ler teu poema, fui desenhando na mente toda cena. Imaginando o violinista com o coração carregado de amor e saudade a tocar.
    Linda sinfonia a sua.
    Um abraço
    Sônia

    ResponderExcluir
  21. Minha querida amiga Zilani!
    Seria maravilhoso se você estivesse participando com suas lindas poesias da BC, mas lhe entendo. Tendo você participando como comentarista, já é bem vinda, ao meu blog e aos dos amigos. Também ando ausente, só mantendo o Poetizando, umas e outras postagens no meu primeiro blog, falta de tempo amiga, por isso lhe entendo.Seja sempre bem vinda!
    Parabéns por esta pérola de poesia, merece aplausos! Abraços, feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  22. Olá, Lani!

    Um poema que fala da natureza, da neve mais concretamente, com gente que vive seu cotidiano, umas vezes felizes, outras sofrendo, mas a vida é assim mesmo. A primavera está quase chegando aí.

    Beijos e bom domingo.

    ResponderExcluir
  23. Zilani, Zilani, Zilani!
    Só pra dizer não morri
    estou aqui!
    A música sarará as asperesas da vida.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agostinho, não sei se vais voltar aqui para saberes que não tenho conseguido acessar teu blog, tentei até pelo google mas nada.
      Abrçs

      Excluir
    2. Falta o link no seu perfil para entrar no seu blogue.
      Saudações

      Excluir
  24. El cierre del poema cuanto dice de los sentimientos que florecen, adentro de una casa donde el amor se fue. Un abrazo. carlos

    ResponderExcluir
  25. Tão linda poesia e descrição, que senti passar pela rua,
    parei em frente a casa, senti o além da porta e das janelas.
    Belíssima construção Lani.
    Aplausos por mais esta perola.
    Uma semana maravilhosa para vocês.
    Carinhoso abraço

    ResponderExcluir
  26. Oi Zilani,
    Lindo demais! Delicado e tocante!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  27. Querida Zilani
    Que bela sinfonia poética!
    Por momentos, fechei os olhos,concentrei-me e consegui fazer parte deste maravilhoso cenário: obrigada, pois foi uma bela experiência.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  28. Olá, Lami.
    Maio uma vez, o teu poema é muito belo.

    Tenho tango... Já me disseste que adoras...
    Há um ano... Vais gostar.

    O meu terno abraço.
    ~~~

    ResponderExcluir
  29. Imagem maravilhosa que inspirou uma poesia tão emocionante, linda e saudosa.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  30. A saudade não nos faz falta nenhuma. Aqueles abraços é que são necessários.
    Imaginei alguém nesse cenário branco e silencioso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  31. Olá querida Zilani!
    Que lindíssimo poema, é através da música
    que o poeta se inspira... é através da solidão que faz uma linda canção.
    Amei amiga Zilani.
    beijinho de paz.
    Luisa

    ResponderExcluir
  32. Que linda poesia, Zilani. É triste mas tão suave que aquele frio também me aqueceu. Obrigada

    ResponderExcluir
  33. Triste sinfonia que dói.
    Boa entrada de mês de outubro.
    PAZ E BEM.

    ResponderExcluir
  34. Olá Zilani, td bem?
    Tão lindo e tão triste o seu poema! Quando um amor parte vai um pedaço do nosso coração com ele. E assim a sinfonia da vida segue. Adorei o poema!
    Beijos

    ResponderExcluir
  35. Olá, Zilani!

    Um poema triste, tão triste qto o frio e a neve, elementos atmosféricos de k não gosto nem um pouco, mas que por vezes, dão jeito para a poesia. Deve ter sido o caso.

    Escreves mto bem e com imensa facilidade, pois qto mais se escreve, mais se aprende e mais ideias afloram à nossa mente.

    Então, o amado ou amada partiram, terminaram a relação e no ar ficou aquela sinfonia triste de um pobre violino, que parece só saber emitir sons taciturnos. Que nada, violino-rs! Não "chore", pke não há melhor amor que o mais recente.

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  36. oi,

    Só agora reparei k já tinha comentado esse post. Não tem problema nenhum. Adoro escrever.

    Aguardo teu novo post.

    Beijos e bom final de semana.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.