Seguidores

Recanto das letras

sexta-feira, 8 de março de 2019

FILHA DO VENTO!


 Já andei, em desertos pela vida,
Sobrevivi, na imensidão e na secura,
Arrastei-me veloz, por vezes lenta,
Sufoquei muitos gritos, na garganta...

Nas noites, em que o frio, me torturava,
O corpo todo doía, encarangava,
Minh’alma, no escuro se refugiava,
Mas, me fazia seguir, quando o dia, clareava...

E assim segui, em jornadas sucessivas,
De solidão e amargura, eram meus dias,
Ao me aventurar, em alto mar, singrar em ondas,
Revivi, em águas claras e profundas...

Com escárnio, olho a terra, que me quis cativa,
Agora voo alto, sou dona da minha vida,
Atravesso oceanos, sou forte... Sou advento,
Sou irmã do sol... Sou livre... Sou filha do vento...

Lani (Zilani Celia)   






52 comentários:

  1. Boa noite Zilani
    Que poema belo. Feliz dia das mulheres minha amiga. Enorme abraço.

    ResponderExcluir
  2. Como sempre brinda-nos com um belo poema. Obrigada Zilani.
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa inspiração em poema de trajetória de vida! Lindo! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
  4. Bom dia de alegrias, querida amiga Lani!
    Ser livre, leve por aí...
    Ser dona da nossa própria vida é uma benção enorme pois nos põe na real liberdade interior.
    Tenha dias felizes e abençoados por Deus!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🌻💐🌸🌺🌷🌼

    ResponderExcluir
  5. Maravilhosa inspiração em poema de trajetória de vida! [2]

    ResponderExcluir
  6. Oi Zilani, muito lindo, mostra a fortaleza que existe dentro de nós diante das intempéries da vida.
    Sempre um grande prazer ler seus poemas!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Lani!

    Grata pela tua presença e tão carinhosas palavras no meu blog.
    As mulheres são o sustentáculo do mundo, as visionárias, as apaziguadoras, enfim, somos seres especiais.

    Um poema mto bem feito e k se integra no dia k ontem se celebrou. Que bom seria celebrar e cerebrar, verbo este k encontrei em 2 blogs brasileiros, mas k não existe no Português de Portugal, pois só assim conseguiríamos o "pack".

    A mulher pode passar por momentos bem difíceis, mas caso a deixem reerguer, será sucesso, virtude e harmonia.

    Filha do vento, acho bem, pois ele é liberdade e nós também.

    Evidente k é recíproca nossa amizade. Já vem de 2011, portanto oito aninhos.

    Beijos e bfds.

    ResponderExcluir
  8. Un vento ispiratore in questi magnifici versi
    Buona serata e un saluto,silvia

    ResponderExcluir
  9. ZILANI,

    Báh... como diz o gaúcho! Que belo poema, amiga!
    Mostra guerra, luta, força e terminas o poema com frase de vencedora!
    Ficou muito lindo! Gostei demais.
    Aplausos!!!
    Grande beijo e um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  10. Olá minha amiga... Que poema tão bonito! conjugação perfeita. Adorei.

    Tem um bom Domingo
    :)

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito do modo como faz a transferência dum passado triste e sofredor para um presente e um amanhã esperançoso e colorido!
    Tenha uma boas emana!

    ResponderExcluir
  12. Muito bonito e em grande medida universal o conteúdo deste belo poema.

    Parabéns e obrigado pela partilha

    Bom resto de Domingo e boa semana

    VB

    ResponderExcluir
  13. Um hino de Libertação...Gostei...Que essa garra seja real.
    Obrigado pela sua visita, que apreciei.
    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Maravilhosa inspiração para um poema tão belo.
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Bonito poema nos dejas, por cierto no hay cosa mas libre que el viento.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  16. Que poema mais lindooooo! Com certeza a história de muitas pessoas tá registrada nessas palavras de superação <3

    Um beijão,
    GABS | likegabs.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. E tem um voo lindíssimo, diria eu.
    Boa semana

    ResponderExcluir
  18. Uma libertação como um voo bem alto até perder as sombras!
    Gostei muito do poema, cheio de força e sensibilidade.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  19. E como deve ser bom ser filha do vento.
    Um poema sublime!!!
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, Lani!
    Gostei deste teu poema, minha amiga, que se inicia com estes belos versos:

    "Já andei, em desertos pela vida,
    Sobrevivi, na imensidão e na secura,"


    Desejo que tenhas uma excelente semana, com muita paz e inspiração.

    Meu fraterno abraço.
    Pedro

    ResponderExcluir
  21. Oi Zilani! Aqui vemos, a poesia retratar devidamente a liberdade conquistada à duras penas e enfim, o alivio venho , como brisas após ventos tempestuosos. Gostei imenso. Belo! Gaande beijo.

    ResponderExcluir
  22. Oi Zilani!
    Linda poesia, como todas que você escreve!
    Que o vento continue te inspirando, te levando a voos de encantamento!
    Beijo carinhoso! Felicidades!

    ResponderExcluir
  23. As Filhas e os Filhos do Vento são assim.

    ResponderExcluir
  24. Um lenitivo e incentivo para quem sofre de mais...
    Forte e belo. Drama e vitória.
    Dias agradáveis e inspirados.
    Abraço grande e terno, querida poetisa.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  25. Lindo poema.
    Muitas vezes passamos pela dor para nos acharmos e sermos livres.

    Abraços e ótima semana
    http://mylife-rapha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Que belo poema! sempre muito inspirador visitar seu blog, bjsss

    ResponderExcluir
  27. Sempre um poema forte e inspirador produto de vivências reais de quem observa sabiamente o mundo...realmente só conhece a liberdade quem sofreu as agruras de ser subjugada.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  28. Um poema que demonstra força. Como é bom quando podemos voar...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  29. Oi, Lani
    Há muito tempo não te via na minha "CASA". Foi bom, viu? Já estava com saudades...
    Se poema é muito bonito, o que já é habitual.

    Desejo bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  30. Lani cada poema teu sempre me é bem agradável ler e o presente não foge à regra. E bem belo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Nascemos para ser livres, mas nem sempre a vida nos facilita essa liberdade.
    Parabéns pelo poema, é magnífico.
    Zilani, bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  32. Que buen cierre del poema: "A través de los océanos, soy fuerte ... Soy advenimiento,
    Soy hermana del sol ... Soy libre ... Soy hija del viento ..." Un abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  33. Uma fantástica inspiração, repleta de força e determinação... onde se faz uma bela e construtiva retrospectiva de vida... deixando o passado, bem arrumado... e que nos instiga a seguir caminho!...
    Adorei ler, Zilani! Emoção e talento, sempre no seu melhor, por aqui!...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  34. Belo, Zilani... e quanta força nos transmite! Obrigado, minha amiga; boa semana.

    ResponderExcluir
  35. Oi, Zilani, boa tarde!!
    É um poema belíssimo!! Para quem já 'andou' por desertos, como é dito na primeira estrofe, agora 'voar' levada pelo vento, filha dele, é um verdadeiro canto de liberdade, de conquista de si e do melhor da vida! Não é pouco , não é simples, nem é fácil. E é maravilhoso quando alguém descobre que o fez.
    Seguindo.
    Um abraço carinhoso.
    Ângelo Feinhardt, Fê

    ResponderExcluir
  36. Olá queida Lani,

    Estou voltando depois de algum tempo ausente da blogosfera, perdi meus blogs , acho que pel ausência não sei , por motivos de saude fiqquei ausente, o Câncer d emama me pegou, estou em Sampa e vou ser opeada em fins de abril paa retirada da mama.
    Volttei com novos blog's.

    Amei ler esta preciodsidade, uma trajetória dorida , mas que a volta por cima e venceu, só podia, filha do vento não pode ficar no chão! Parabéns pelo trabalho.
    Bjss

    ResponderExcluir
  37. Oi, Lani
    Vivemos todos demasiado depressa, com falta de tempo para tudo...
    E afinal para quê? Num momento tudo de acaba...
    Temos que aprender a apreciar melhor a vida, que é um bem precioso. E isso não pode ser feito à pressa...

    Votos de um Domingo feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  38. Boa semana, Zilani; aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
  39. Alô, Lani...
    Um poema lindíssimo! “Voar alto”, falou-me muito... E: “Seguir, quando o dia, clareava...”
    A vida nos chama a prosseguir, sem vacilar e olhando sempre para o Alto!...
    Um abraço. Lembrei de vc e vim até aqui...

    ResponderExcluir
  40. Cómo me encanta ese cierre del periplo poético. "soy hija del viento". Un abrazo. carlos

    ResponderExcluir
  41. Querida Zilani, boa tarde amiga!

    Que encanto de poesia. Assim, é nossa vida: passamos por tempestades em alto-mar, mas que no final os bons ventos assompram a sensação de liberdade, e uma vida nova.

    Sublime, doce, brilhante !
    Bjos,
    Dan.

    ResponderExcluir
  42. Gostei de reler o seu magnífico poema.
    Zilani, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  43. Olá Zilani, td bem?
    Que lindo o seu poema, mostra a superação apesar dos problemas cotidianos! Gostei muito dos teus versos, parabéns!
    Bjos

    ResponderExcluir
  44. Aproveitando que passei por aqui, espreitando se me teria escapado alguma novidade, nestes dias, em que também eu, tenho andado mais ausente da Net... deixo um beijinho e votos de um feliz fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  45. UOU o poema é lindo :o

    Beijinhos,

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita!

Seu comentário é sempre bem-vindo!

Beijos, Zilani Célia.